MEC diz não ter dinheiro para Enem e apela a Guedes

Ministério da Educação também pediu dinheiro para manter ações e o pagamento das bolsas de 92 mil pesquisadores

Agência Brasil

Jornal GGN – O Ministério da Educação (MEC) admitiu que não tem verba suficiente para realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2021 e para efetuar o pagamento das bolsas de 92 mil cientistas, entre outras ações.

Segundo o jornal O Estado de S.Paulo, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, pediu ao ministro da Economia, Paulo Guedes, o desbloqueio de R$ 2,7 bilhões e o suplemento de R$ 2,6 bilhões sob o risco de deixar “diversas demandas essenciais à área da educação” sem verba, como a realização do Enem.

O gasto projetado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) para a realização do Enem chega a R$ 794 milhões este ano. Com R$ 226,7 milhões bloqueados, o orçamento total do Inep é de R$ 1,183 bilhão – e seria necessário dobrar esse valor para atender as necessidades da autarquia.

O documento também lista prejuízos à pesquisa, com cortes na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) – segundo o ofício, os 92.377 bolsistas de mestrado, doutorado e pós-doutorado “não poderão ser pagos” a partir de novembro.

O MEC foi o ministério mais afetado pelo bloqueio de verbas efetuado pelo presidente Jair Bolsonaro em abril.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

  1. O Brasil dos golpes ta transformando esse pais num grande Haiti: com Lula chegamos a ser a 6a. economia mundial….sem o golpe seriamos a 5a. e hoje somos a 12a. e caindo rapido

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome