Pandemia pode prejudicar a capacidade de leitura de 70% das crianças no Brasil

Relatório do Banco Mundial chama atenção para o longo período com escolas fechadas e os danos sobre o aprendizado

Jornal GGN – Um relatório produzido pelo Banco Mundial indica que a pandemia de coronavírus poderá prejudicar drasticamente o aprendizado das crianças no Brasil e América Latina.

O Banco Mundial tem um índice chamado “pobreza de aprendizado”, que afere o percentual de crianças com 10 anos incapazes de ler e entender um texto simples.

No Brasil, essa “pobreza de aprendizado” já estava em um patamar alarmante antes da pandemia, em 50%. Com as escolas fechadas na maioria dos estados por mais de um ano, esse índice pode saltar para 70%.

“Essas perdas correspondem a 1,3 ano de escolaridade, ou seja, o estudante teria o conhecimento de mais de uma série anterior a que é correspondente à sua idade. Com um tempo maior de escolas fechadas, a defasagem pode subir para 1,7 ano de escolaridade”, explicou o Estadão desta quarta (17).

Na América Latina, o Chile era o País com o melhor índice antes da Covid-19: 31% dos alunos com 10 anos apresentavam dificuldade de leitura e interpretação de texto. Com as escolas fechadas, esse indicador subirá para 59%.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora