Tropa de Choque pode invadir novamente Secretaria de Educação do Rio

Jornal GGN – A Justiça do Rio de Janeiro determinou a reintegração de posse da sede da Secretaria Estadual de Educação, ocupada desde 30 de maio por estudantes. A qualquer momento, o Batalhão de Choque da PM pode invadir o prédio para cumprir a ordem.

De acordo com a magistrada Glória Heloiza Lima da Silva, da 2ª Vara da Infância, Juventude e Idoso, o prédio tem natureza de bem de domínio público e não pode ser ocupado apenas por um grupo de pessoas.

Os estudantes que estão na secretaria reivindicam mais diálogo com o Governo do Estado, pedem melhorias na rede de ensino e apóiam a greve dos professores que começou em 2 de março.

O prédio da Secretaria já havia sido ocupado antes. A ocupação terminou na madrugada do dia 21 de junho, quando o Batalhão de Choque da PM retirou estudantes com uso de spray de pimenta.

Da Agência Brasil

Justiça decreta reintegração de posse da Secretaria de Educação no Rio

Por Vitor Abdala

A Justiça fluminense determinou a reintegração de posse da sede da Secretaria Estadual de Educação do Rio de Janeiro, que está ocupada desde o dia 30 de maio por manifestantes. A decisão liminar foi da juíza Glória Heloiza Lima da Silva, da 2ª Vara da Infância, Juventude e Idoso da Capital.

Segundo a magistrada, a sede da secretaria tem a natureza de bem de domínio público, tornando-a pertencente a todos e não apenas a um grupo de pessoas. Além disso, de acordo com a juíza, as escolas anteriormente ocupadas por alunos já retomaram as aulas.

Os estudantes que ocupam a secretaria cobram o diálogo com o governo fluminense, pedem melhorias na rede de ensino e apoiam a greve dos professores, iniciada no dia 2 de março. A primeira ocupação do prédio da Secretaria de Educação, no dia 20 deste mês, terminou na madrugada do dia 21, quando o Batalhão de Choque da Polícia Militar retirou os estudantes com o uso de spray de pimenta.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

4 comentários

  1. De novo a justiça…

    A justiça, de novo, amparando a repressão e a truculência….  Depois, se houver algo semelhante à queda da bastilha por aqui, não reclamem…

  2. Se os professores estão em

    Se os professores estão em greve desde 2 de março, é porque estão recebendo normalmente. Greve assim é moleza. Os alunos que se danem.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome