Bolsonaro em novo confronto diz que STF, Maia e Doria tramam golpe

O mandatário disse que recebeu um dossiê "com informações de inteligência" de que o presidente da Câmara, parte do STF e o governador de São Paulo tramavam contra ele

Jornal GGN – O presidente Jair Bolsonaro voltou a alimentar confronto contra o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Congresso Nacional, colocando-os como adversários políticos, ao sustentar uma conspiração de que recebeu um dossiê de que Rodrigo Maia (DEM-RJ), um setor do STF e João Doria (PSDB-SP) estariam tramando um plano de golpe.

O mandatário disse que recebeu este documento “com informações de inteligência”, e a partir daí está conversando com parlamentares e líderes de partidos políticos. A informação é do Painel, da Folha.

A aproximação de Bolsonaro a Davi Alcolumbre (DEM-AP) teria se dado neste contexto. Segundo a coluna, “por ora”, o mandatário não desconfia do senador. Já do presidente da Câmara, sim. Nesta quinta (16), Bolsonaro atacou Maia, afirmando que ele faria parte desse plano de tirá-lo do governo. “Parece que a intenção é me tirar do governo. Quero crer que esteja equivocado”, afirmou.

De acordo com a coluna, Bolsonaro “não apresentou a nenhum deputado ou senador qualquer prova do suposto plano arquitetado”.

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora