As razões técnicas da tragédia de Bandeira do Sul

Por rogerio1030

Sou engenheiro eletricista formado há 25 anos.

Existem basicamente 3 tipos de rede de distribuição de energia aérea:

A rede aérea exposta, chamada de convencional (existente em Bandeira do Sul) e em grande parte do Brasil , a rede aérea protegida  e a rede aérea totalmente  isolada.

A Cemig vem trocando sua rede aérea exposta por rede aérea protegida ou por rede isolada, que nada mais é que o cabo elétrico envolto pela camada isolante de pvc ou neoprene.

Porém , essa troca segue no ritmo próprio da empresa .

Se a rede elétrica de alta tensão de Bandeira do Sul, já fosse do tipo isolada ou protegida, essa tragédia nunca teria ocorrido. porque a serpentina metalizada nunca fecharia o curto-circuito entre os cabos, uma vez que eles ficariam totalmente isolados da serpentina.

Nassif : peço divulgar esse esclarecimento tão importante : Que o lucro das concessionárias de energia seja em parte revertido para substituição total da rede exposta de alta tensão por rede isolada.

Não é só o ocorrido, diariamente ocorrem acidentes por pessoas terem contato com a rede elétrica : exemplo típico é  o sujeito manuseando um tubo metalico no telhado de um prédio de 3 andares e toca com o tubo na rede elétrica ,mais um acidente fatal.

[email protected]

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora