Home Coronavírus Covid-19: profissionais da saúde entram em colapso

Covid-19: profissionais da saúde entram em colapso

Covid-19: profissionais da saúde entram em colapso
Foto: Reprodução

Jornal GGN – O esgotamento do sistema de saúde no Brasil por conta da pandemia de covid-19 não está relacionado apenas à falta de medicamentos, oxigênio e leitos para internação: os trabalhadores da área de saúde também são afetados, e casos de afastamento e falta de profissionais capacitados tem sido frequentes.

Um exemplo disso é citado pelo jornal O Globo: em São Carlos, cidade do interior de São Paulo, a Santa Casa da cidade entrou em colapso na última semana. A falta de anestésicos levou à transferência de 60 pacientes, e 27 profissionais entre enfermeiros e técnicos de enfermagem se demitiram.

Dados da Associação de Medicina Intensiva Brasileira (Amib) mostram que, dentro das Unidades de Terapia Intensiva (UTI), cada médico intensivista era responsável por uma média de 10 pacientes antes da pandemia. Agora, cada profissional cuida de 25 pessoas com a saúde debilitada.

A falta de profissionais capacitados e em número adequado acaba gerando um efeito em cadeia: 83,5% dos pacientes intubados para tratamento de covid-19 não resistem, de acordo com dados do Ministério da Saúde compilados por pesquisadores da Universidade de São Paulo e da Fundação Oswaldo Cruz.

E como os hospitais têm dificuldade para repor os profissionais que adoecem, se afastam ou pedem demissão, quem fica acaba se sobrecarregando – o que também impede a abertura de novos leitos para atendimento.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Sair da versão mobile