Falta de documentos suspende análise para uso da Sputnik V

Laboratório União Química entrou com pedido na última sexta-feira; Anvisa tinha sete dias de prazo para finalizar análise

Foto: Reprodução/Agência Brasil

Jornal GGN – Os prazos para análise do uso emergencial da vacina russa Sputnik V foram suspensos pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) neste sábado.

“Devido à ausência de documentos considerados importantes para a análise, conforme previsão legal, houve a suspensão da contagem dos prazos, até que a empresa apresente as informações descritas como “não apresentado” no painel divulgado”, diz a Anvisa em seu site. “Apesar da suspensão do prazo, a Anvisa continua a análise das demais informações apresentadas pela União Química”. Os documentos faltantes não foram citados.

O segundo pedido de uso emergencial foi efetuado na última sexta-feira (26/03) pela União Química, e a Anvisa teria até sete dias para finalizar a análise caso nenhum questionamento fosse feito em relação ao material apresentado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora