Vendido como ‘Big Bang’, Guedes se apropria de planos que serão lançados na terça

Plano de econômico inclui o Renda Brasil - substituto do Bolsa Família, alavancar as privatizações por meio do Pró-Brasil e prorrogar o auxílio emergencial

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Jornal GGN – O ministro da Economia de Bolsonaro, Paulo Guedes, se prepara para lançar na terça-feira, 25 de agosto, um plano de econômico para antecipar o Renda Brasil – o projeto de substituição do Bolsa Família, alavancar as privatizações por meio do Pró-Brasil e, atendendo à demandas populares, anunciar a prorrogação do auxílio emergencial.

Apesar de se apropriar de propostas anteriores, o pacote de medidas tem sido vendido como o ‘Big Bang’, em referência à teoria de criação do Universo.

Com o fim próximo do auxílio emergencial pago à população de baixa renda em meio a pandemia do novo coronavírus, o novo pacote pretende antecipar o programa Renda Brasil, que irá substituir a iniciativa do governo Lula, o Bolsa Família, tão críticada por Bolsonaro, que agora volta atrás de suas falas para conquistar o apoio popular.

Apropriando-se do plano Pró-Brasil, após ser incentivado pela ala desenvolvimentista do governo, Guedes anunciará a retomada de investimentos com obras públicas e consequente estimulação de empregos, mas vistas a investimentos privados, na sequência de buscar acelerar as privatizações.

Guedes afirmou nesta sexta-feira, 21 de agosto, que o novo plano abraça novidades “como o Verde Amarelo, Renda Brasil e mais coisas que estamos elaborando”. O anúncio deverá incluir também a prorrogação do auxílio emergencial.

Ainda, na terça-feira, o Palácio Planalto deverá realizar uma cerimônia para anúncio do pacote.

Com informações da Reuters e Estadão. 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora