Brasil não discursará na cúpula do clima da ONU

As Nações Unidas pediram aos países que enviassem um plano para aumentar o compromisso com o clima e o governo de Jair Bolsonaro não enviou nenhum

Abertura da COP-24 com secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres - Foto: Divulgação ©COP24

Jornal GGN – O Brasil não irá discursar na cúpula do clima da ONU, que ocorre na próxima segunda-feira (23), em Nova York. Os países foram comunicados pelas Nações Unidas a enviar um plano para aumentar o compromisso com o clima e o governo de Jair Bolsonaro não enviou nenhum.

De acordo com o enviado especial da secretaria-geral das Nações Unidas, Bolsonaro não será um dos que se apresentará no encontro porque simplesmente “não apresentou nenhum plano para aumentar o compromisso com o clima”. A informação foi divulgada por Ana Carolina Amaral, do blog Ambiência da Folha, enviada a pedido da Anistia Internacional e do Instituto Clima e Sociedade (ICS).

Juntamente com Bolsonaro, também foram excluídos dos discursos os Estados Unidos, a Arábia Saudita, o Japão, Autrália e Coreia do Sul. Os demais 63 países irão discursar na cúpula do clima que tem o objetivo de encorajar o compromisso de países com a diminuição de poluentes no mundo.

Isso porque as metas fechadas pelos países no Acordo de Paris, em 2015, foram consideradas insuficientes para conter o aumento da temperatura média do planeta para abaixo de 2ºC, o que precisa ser revisto com urgência.

Neste cenário, as queimadas na Amazônia contribuem para prejudicar os esforços internacionais. Bolsonaro não apenas não propôs qualquer mudança, como tampouco enviou um discurso de compromisso à ONU e por isso ficou de fora do evento.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

3 comentários

  1. Pelo menos não passaremos mais vergonha com convites aos turistas estrangeiros para vir ao Brasil fazer sexo, contanto que seja só com mulheres, orientações pra fazer cocô dia sim dia não, recomendações para lavar o pênis, “revelações” sobre o “nazismo de esquerda”, elucubrações idiotas sobre o “racismo dos negros sobre os brancos” etc.
    A ordem é: Mantenham o débil mental longe dos repórteres internacionais.

  2. Os EUA não são aliados e sim donos do Brasil. O Bozo não ia para a Assembleia da ONU mas o Trump mandou ele ir e por isso deve ir : magina desobedecer o chefe

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome