EUA aumentam taxa de juros em 0,25 ponto

Jornal GGN – O Federal Reserve (Fed), Banco Central dos Estados Unidos, decidiu subir suas taxas de juro de referência em 0,25 ponto percentual, o primeiro aumento desde 2006. Após uma reunião de dois dias, o Fed indicou que os juros básicos norte-americanos, que estavam próximos de zero, vão subir “gradualmente” a partir de agora.

A nota divulgada pela autoridade monetária após a reunião cita a força do crescimento do emprego e o contexto de expansão, ainda que moderado, como evidência de que a economia norte-americana não demanda mais a ajuda de empréstimos com juros extremamente baixos. Em outubro, o Departamento do Comércio informou que o Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos cresceu à taxa anual de 1,5% no terceiro trimestre de 2015.

Os juros básicos dos Estados Unidos ficaram entre zero e 0,25% ao ano desde dezembro de 2008, no começo da crise decorrente do estouro da bolha imobiliária norte-americana, como forma de estimular a economia local.

Nos anos seguintes, a autoridade monetária realizou uma série de injeções de dólares na economia – no auge do programa, a autoridade monetária norte-americana chegou a injetar US$ 85 bilhões por mês por meio de compra de títulos públicos. Os estímulos monetários começaram a ser reduzidos em dezembro de 2013, dando início a um ciclo de alta do dólar em todo o planeta. As ajudas foram eliminadas em setembro de 2014.

O sistema financeiro aguardava pelo início dos ajustes dos juros desde que o programa de estímulo foi finalizado. Inicialmente previsto para o meio do ano, o reajuste da taxa básica norte-americana foi adiado várias vezes por causa de números conflitantes sobre a recuperação da maior economia do planeta. Juros mais altos nos Estados Unidos atraem dinheiro para economias avançadas, provocando a fuga de capitais financeiros de países emergentes, como o Brasil.

 

 

(com Agência Brasil)

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome