Kerry engrossa o discurso e ameaça Rússia de isolamento

Jornal GGN – Um “incrível ato de agressão” que podem levar a “repercussões muito sérias”. Este foi o tom do pronunciamento do secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, que falou publicamente sobre a situação de tensão entre Rússia e Ucrânia neste domingo. Segundo ele, que não escondeu o tom de ameaça, outras nações também podem se manifestar – inclusive por meio de sanções econômicas

Durante um programa da emissora de TV CBS, Kerry comentou que, embora a Rússia tenha um “conjunto correto de escolhas”, que até poderia ser usado para minimizar a crise no país vizinho, a autoridade complementou que “não se pode invadir outro país com motivos falsos, como se fosse o século 19, estando no 21”.

Kerry classificou como “assombroso” e uma “agressão” a atitude de Vladimir Putin de invador outro país, violando a sua soberania e as próprias obrigações internacionais. Ele confirmou que o presidente Barack Obama conversou durante 90 minutos com o líder de Estado russo neste sábado (1), oferecendo a ele caminhos diferentes para recolher-se e desfazer a invasão realizada.

O secretário também completou dizendo que os oito países mais poderosos do mundo “estão preparados para isolar a Rússia”, caso nenhuma atitude seja tomada para reverter o caso.

As autoridades russas preferiram não comentar as afirmações de Kerry na TV.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora