Lei “anti-terrorismo” da Rússia pode trazer problemas para o Facebook, Skype e Gmail

Enviado por marcelosoaresouza

Do Adrenaline

Nova lei “anti-terrorismo” da Rússia pode trazer problemas para o Facebook, Skype e Gmail

O parlamento russo acaba de aprovar um documento como parte da nova lei “anti-terrorismo” do país que pode trazer sérios problemas para grandes serviços de internet estrangeiros, como o Facebook, por exemplo. O texto da nova lei exige que empresas que prestem serviços online para usuários russos tenham bases de dados na Rússia.

A medida, basicamente, serve para permitir que o governo acesse os dados pessoais dos cidadãos russos na hora em que quiser. Atualmente, com as bases de dados fora, a Rússia precisa pedir permissão ao país onde eles estiverem armazenados para acessá-los. Uma emenda semelhante chegou a ser cogitada para o Marco Civil da Internet no Brasil, mas foi logo descartada.

Se empresas como o Facebook, a Google com o Gmail e a Microsoft com o Skype se recusarem a criar uma base de dados em solo russo, elas podem ter seu acesso completamente bloqueado. O novo texto se enquadra na lei “anti-terror” porque procura combater “material extremista”, que para as autoridades possa promover violência, crueldade e/ou pornografia.

Para o documento ser completamente aprovado só falta a sanção do presidente Vladimir Putin. Via CNET.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

12 comentários

  1. Nada mais do que justo

    Correto, ou será que essas empresas só querem lucrar mantendo suas matrizes nos states e fazendo o que querem com nossos dados, aliás, por aqui não se está conseguindo nem mesmo a instalação de call centers para atender o usuário

    Que todos os paises adotem as mesmas medidas tomadas pela Russia, até mesmo por questão de soberania, não dá pra deixar o controle nas mãos do Tio Sam

  2. USA USA

    marcelosoaressuza,

    Quem pariu Mateus, isto é, Tio Sam de BObama, McCai, Kerry & outros, que o embale.

    É certo que as empresas reclamarão, e mais certo ainda, obedecerão de forma canina ao Bilderberg. Não sei a quem , noves fora a Europa entregue às barats, estas retaliações de lado a lado prejudicam mais.

    Enfrentando força de destruição equivalente à sua, vamos ver até onde vai a soberba americana.

  3. Na visão dos EUA …

    ” … A medida, basicamente, serve para permitir que o governo acesse os dados pessoais dos cidadãos russos na hora em que quiser. … ” … ” … Uma emenda semelhante chegou a ser cogitada para o Marco Civil da Internet no Brasil, mas foi logo descartada. …”

    Imagina que foi porque os EUA estavam bisbilhotando os usuários dessas redes sociais! De que terrorismo será que o autor do texto está falando?

  4. Servidor da Aplicação

    Além do Servidor de Base de Dados, o Servidor da Aplicação (em produção) também deve localizar-se em território físico Russo. Pois se os dados trafegados, ‘pingarem’ nos EUA, eles continuarão mantendo exatamente a mesma base de dados, só que clandestinamente.

  5. “procura combater “material extremista”,…

    …que para as autoridades possa promover violência, crueldade e/ou pornografia.”

    Ou seja, o que na cabeça dos dirigentes russos significa direitos civis para LGBTs, liberdade de expressão, informação sobre as falsas propagandas em relação a Ucrânia e por aí afora.

    Mas tudo bem, para muitos comentaristas é Deus no Céu, Putin na terra.

     

     

  6.  
    Não vejo, onde é

     

    Não vejo, onde é significativo para nós (povo) brasileiros, alguma diferença na briga entre russos e norte americanos. Para dizer a verdade, os russos, diferente dos ianques, nunca nos causaram dano algum.

    Sinto apenas, um pouco de inveja dos eslavos russos. Povo altaneiro, cujos governantes e suas elites, não os constragem, como fazem os nossos. Com sua deplorável subserviência USA, consubstânciada no hábito de arriarem as calças, e, se posicionarem de quatro, quando diante dos poderosos de merda, digo, mandatários norte americanos.

    Afora isso, não tivesse o vira-lata do fernando henrique, subscrito o acordo, confirmando o tratado de não proliferação nuclear  (TNP).  Poderiamos hoje, se assim fosse desejo dos brasileiros, soberanamente decidir sobre diversos temas de nosso interesse, sem ter que contar com anuência das autoridades viciadas em bombardear os povos de países com os quais não simpatizam.

    Aliás, se nossas elites direitosas, ao menos fossem como as do Estado de Israel, ou até, como as da minúscula e famélica Coreia do Norte, não nos encontrariámos nesse deplorável estado. Com os joelhos das calças de nossas elites, puídos do jeito que estão.

     

    Orlando

     

  7. Acho que o PUTIN quer evitar

    Acho que o PUTIN quer evitar que se faça na russia o que interesses escusos têm feito na Ucrania, Venezuela, Brasil, entre outros, ou seja, espionagem, insuflação a tumultos, baderna. tudo para desestabilizar governos eleitos não alinhados àqueles interesses.

  8. Pretexto para descer o cacete no âmbito interno

    As restrições aos sites, que precisam agora ter uma base de dados em solo russo, é pretexto para cercear a liberdade de expressão entre os próprios russos.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome