Pesquisa mostra que número recorde de pessoas está desistindo de sua cidadania norte-americana

Mesmo que muitas pessoas declarem a renúncia por estarem insatisfeitas com o clima político atual nos Estados Unidos, um outro motivo para esta decisão costuma ser impostos

Jornal GGN – Mais de 5.800 norte-americanos desistiram de sua cidadania nos primeiros seis meses de 2020 em comparação com 2.072 que renunciaram à sua cidadania em todo o ano de 2019, mostra a Bambridge Accountants, empresa sediada em Nova York especializada em impostos de expatriados nos EUA e Reino Unidos, atores e outros criativos nos dois países. A informação é da CNN.

A empresa disse que examinou dados públicos, divulgados pelo governo dos Estados Unidos a cada três meses, dos nomes de todos os americanos que abriram mão de sua cidadania.

“São principalmente pessoas que já deixaram os Estados Unidos e decidiram que já estão fartos de tudo”, disse Alistair Bambridge, sócio da Bambridge Accountants, à CNN.

Segundo Bambridge, as pessoas estão desistindo por conta do cenário atual com o presidente Donald Trump, como a pandemia está sendo tratada, bem como as políticas nos Estados Unidos no momento.

Mesmo que muitas pessoas declarem a renúncia por estarem insatisfeitas com o clima político atual nos Estados Unidos, um outro motivo para esta decisão costuma ser impostos, aponta Alistair Bambridge.

Os cidadãos norte-americanos que vivem no exterior devem apresentar declarações de impostos todos os anos, informar suas contas em bancos estrangeiros, investimento e pensões, disse ele. Embora esses cidadãos pudessem reivindicar cheques de estímulo de US $ 1.200 e US $ 500 para cada criança, para muitos, o relatório anual de impostos dos EUA “é demais”.

Apesar dos riscos que surgem com a renúncia à cidadania americana, Bambridge prevê que a tendência continuará aumentando.

“Muitas pessoas estão esperando a eleição de novembro para ver o que vai acontecer”, disse ele. “Se o presidente Trump for reeleito, acreditamos que haverá outra onda de pessoas que decidirão renunciar à sua cidadania”.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora