Rússia expulsa 23 diplomatas britânicos

 
Jornal GGN – A Rússia ordenou a expulsão de 23 diplomatas britânicos no país. A medida, divulgada hoje, se deu em resposta à tomada pelo Reino Unido como reação ao envenenamento do ex-espião russo Sergei Sripal e sua filha Yulia.
 
Comunicado do Ministério das Relações Exteriores da Rússia diz que eles foram declarados personas non gratas e serão expulsas no prazo de uma semana. Na esteira das medidas, a Rússia também retirou a permissão para a abertura do Consulado Geral britânico em São Petersburgo, segunda maior cidade do país.
 
Diz a nota, que ‘tendo em vista a disparidade no número de consulados dos dois países, a Rússia retira sua aprovação para a abertura e funcionamento do Consulado Geral do Reino Unido em São Petersburgo.

 
Por fim, ainda em resposta às medidas tomadas por Londres, a Rússia ordenou a suspensão das atividades do British Council, um instituto dedicado à divulgação da língua e cultura inglesa no exterior.
 
A chancelaria russa, em sua nota, disse que ‘o lado britânico foi advertido de que, no caso de medidas antipáticas ainda serem tomadas em relação a Rússia, a parte russa se reserva no direito de adotar outras medidas de resposta’.
 
As medidas tomadas pela Rússia foram informadas na manhã de hoje, dia 17, ao embaixador britânico em Moscou, Laurie Bristow, convocado pelo Ministério das Relações Exteriores.
O ex-espião russo e sua filha estão hospitalizados, em estado crítico, após serem encontrados inconscientes no dia 4, em Salisbury, sul da Inglaterra. Sergei, um ex-agente dos serviços de inteligência militar russa (GRU) passou informação ao M16 britânico.
Com Agência Brasil

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora