A anomalia jurídica Gilmar aos olhos de um jurista europeu

Acabei de entrevistar o jurista espanhol Javier Garcia Oliva, professor titular da Faculdade de Direito da Universidade de Manchester e responsável pelas aulas de “Introdução ao Direito e Método da Espanha” em Oxford.

Pedi que ele analisasse um caso hipotético, que viesse a ocorrer na Inglaterra.

Um Ministro da Suprema Corte vai até a casa do Primeiro Ministro, que está sendo alvo de um processo, anuncia para a imprensa que é seu amigo e adianta linhas de defesa para ele.

O jurista sorriu incrédulo, julgando que fosse uma pegadinha:

– Não tenho a menor condição de analisar. Essa situação é totalmente impossível de ocorrer na Inglaterra

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

68 comentários

  1. Essas aberrações dificilmente acontecem…

    Em países mais sérios.

    Gilmar Dantas está para a justiça, assim como o Peleguinho da Farsa está para o sindicalismo. São tipos de pragas que só dão aqui. Em nenhum país sério um  “juiz” desses duraria tanto tempo na ativa e teria tamanha influência. Da Farsa, basta lembrar que é um sindicato (?) criado pelo patronato da FIESP golpista.

  2. A atuação de Gilmar Mendes

    A atuação de Gilmar Mendes configura uma situação completamente anômala. Essa situação é tão esdrúxula que sequer é prevista em lei. E com toda razão. Afinal, como imaginar que um ministro do STF venha a se transformar num político partidário disposto a livrar da cana e outras condenações seus amigos íntimos, aqueles que conjugam de sua ideologia? E ainda mais grave, atue como advogado de seus apaniguados. Certamente, ele é sabedor de que seus pares no STF são uns tremendos bunda moles, incapazes de sequer criticá-lo perante a opinião pública. A presidente do STF, com aquela cara de gozo sorridente por ocupar o atual cargo, age como se tudo estivesse maravilhosamente em paz. Pretende aposentadoria no início do próximo ano e que tudo se foda, pois vai sair fora. Esse é o país em que vivemos, um emaranhado de pura sacanagem que pretende meter o pé na bunda em mais de duzentos milhões de brasileiros. Trágico, muito trágico.

  3. E por que temos de

    E por que temos de aceitar?

     

    Por que os parlamentares que tem alguma vergonha na cara não se utilizam dos meios legais que dispõem? E o prefeito coxinha que mistura o publico com o privado? Por que os opositores da camara não fazem nada???

    • Exato. Porque vocês deveriam

      Exato. Porque vocês deveriam aceitar um absurdo desses? Este Gilmar Mendes é algum “Deus” cuja vontade jamais pode ser questionada? Se vocês brasileiros tivessem um mínimo de balls esse Gilmar já estaria usando um terno de cimento.

    • Nao.  O Brasil nao tem

      Nao.  O Brasil nao tem juizes. O Brasil tem representantes judiciarios menos canalhas ou mais canalhas do que gilmar mentes.

  4. O máximo poder real (de verdadeiro) e seus instrumentos

    Isso se chama PODER. Máximo poder. 

    Mas ele não está em Gilmar Mendes, está na Globo e suas afiliadas, Veja, Folha, Estadão, Band e cia.

    Eu diria até que Gilmar quase não tem poder. Seus pés são de cristais. Gilmar Mendes tem coragem, não poder.

    Ele tem coragem para seguir em frente no espaço aberto pelo poder da grande mídia, leia-se Globo. Ela é o farol, Gilmar o intrépido navegante que ousa seguir em frente. 

    Se o farol deixar de iluminar o caminho e lançar suas luzes sobre GM, ele derrete como as asas de Ícaro. E cai, não por falta de coragem, mas de poder. Ele é incapaz de se manter em pé, caso ouse enfrentar o verdadeiro e maior poder no Brasil.

    O poder do monopólio das comunicações.

     

    • Faltou um

      Só não dou grau 10 a seu comentário porque o máximo poder é na verdade o poder financeiro, de quem o monopólio midiático é porta-voz e parceiro. Se nos livrarmos do financismo, nos livraremos junto da Globo e comparsas.

    • Gilmar Mendes tem atrevimento.
      Na verdade, muito mais que coragem, o que Gilmar Mendes tem é um.enorme atrevimento, uma auto-confiança que o conduz rumo ao abuso, diante da fraqueza de seus pares. Houvesse algum ministro com um mínimo de coragem e ousadia, ele já estaria acomodado em seu lugar. Afinal, as forças que o sustentam em suas arbitrariedades, também sustentariam os outros ministros da Suprema Corte. Mas a estes sobra complacência e acomodação diante do astuto boquirroto. Que deosnoslivre deste homem!

    • O fim da Globo salvaria o Brasil?

      Já vi várias vezes pessoas afriamnado que a Globo é a empresa mais poderosa e influente do Brasil. O que é verdade. Também já vi muitos concluindo que só o fim da Globo permitiria que o Brasil se corrigisse.

      Será?

      Sabiam que o Brasil já teve uma Empresa ainda mais Poderosa e monopolizada que a Globo? Pois tal empresa já deixou de existir ha muito tempo, hoje a dinastia que foi dona desta empresa tem pouco poder de influência.

      Falo dos DIÁRIOS ASSOCIADOS de ASSIS CHATEUBRIAND.

      Trata-se do responsável pelo suciídio de Vargas. Sim, o grande responsável, pois ainda que Carlos Lacerda tenha sido a voz da oposição selvagem, esta voz só ecoou graças aos microfones e jornais de Chateubriand.

      O Poder de Chateubriand foi ainda maior que os do Marinho: As duas únicas Emssoras de TV do País eram dele. Possuía jornais influentes em todo país. Emissoras de Rádio em todo país. E a Revista Semanal mais importante e infleunte, “O Cruzeiro”, era dele. É como se todos os canais, Globo, SBT, Record  e Band fossem todas da famílai Marinho, além da Veja! Tal poder, nem Roberto Marinho em seu auge de Poder na Década de 1970 chegou a ter.

      Mas , como já foi dito, tal Império magnífico e assustador neme xiste mais, e o nome Chateubriand nãoa ssusta mais ninguém. E em qeu o Brasil melhorou? talvez, se derrubarmos um, apenas outro tome o lugar. Ou acahm que Edir Macedo e sua Record são melhores?

      O que precisa é de “ley de Medios”, regulação, divisão, exigência de conteúdos de qualdiade. O que precisa é de revisão de concessões. Precisa o Governo criar um tv pública nacional no estilo BBC. E precisa, principalmente, educar o povo, pa que não fique tão ignorante e manipulável a tudo que o âncora do Jornal Nacional diz (por ser incapaz de interpretar a sociedade, a política e o mundo).

  5. O Brasil é um país jovem…

    O Brasil é um país jovem… Quando muito, os representantes públicos possuem uma graduação no país… Mas geralmente estudam lá fora… Eu não consigo entender isso… Se especializam lá fora… Como se aqui não houvesse constituição, leis, direito e justiça… Como se ainda tivessemos de aprender lá fora sobre os direitos fundamentais do ser humano… Basta ver sobre este caso… Para eles lá fora este caso é inconcebível… Mas para um democracia e uma constituição jovem como a nossa, isso não é nada mais do que infantilidade na visão de um jurista formado em um país mais antigo… Se é verdade que o brasil vem sendo endividado com uma dívida pública com o juros mais altos do planeta, juros este quase três vezes maior do que o segundo mais alto do planeta, que é a Rússia; afim de que as riquezas naturais do país sejam trocadas a troca de juros sobre juros… Está mais do que na cara… Depois vem um programa chamado ponte para o futuro criado pelo partido de um homem, que segundo fontes do wikileaks teria nengociado com os americanos… Que consiste em congelar os investimentos por 20 anos… E desviar o dinheiro que iria para os setores mais básicos da sociedade, para poder pagar uma dívida pública criada por eles com o juros mais alto do planeta… Já nos mostra que eles não estão lá pelo povo. Se eles tivessem, a primeiro coisa que eles fariam seria baixar os juros para um nível pelo menos aceitável, eles pensam nisso? Claro que não… Eles mantiveram estes juros por pelos menos uns bons anos o suficiente para endivar o país e ir sugado sua energia. Como dizia o Enéas..

    “Eles dizem que as taxas de juros têm que serem mantidas altas, para atrair capitais, porque existe um déficit público. Mas eles não dizem que só existe déficit público por causa do pagamento das altas taxas de juros. É o cachorro correndo atrás de seu próprio rabo.”

    É daí que vem o lucro deles…  E o défcit da economia, e por conseguinte os desvios de verbas públicas que não chegam aos setores báscios da sociedade… Ao invés de eles admitirem isso, o que eles aconselham..? Privatizar tudo para a elite financeira global… Que saída de gênio, não? Parece até uma piada… Mas uma piada que está destruindo um país de 200 milhões de pessoas! O Enéas disse tudo em seus vídeos e cartilhas… Não preciso dizer mais nada aqui… Estão rifando o país a troca de banana… Não é a toa que o apelido durante uma década era república de bananas… E estes apelido não era porque sobreviviamos da exportação de bananas… Mas porque o que sobrou para exportar foram só as bananas… Todo o resto foi vendido a troca destas bananas… “Com as bananas vocês podem ficar… Aqui pra vocês, ó!!!”

  6. Pena que aqui é Brasil

    Inteligência, essa arma tem podereres imagináveis. Pena que aqui é Brasil e a lei será  usada de acordo com o interesse dos detentores do poder, no país da vergonha é assim mesmo que funciona. 

  7. Pena que aqui é o Brasil

    Inteligência, essa arma tem podereres imagináveis. Pena que aqui é Brasil e a lei será usada de acordo com o interesse dos detentores do poder, no país da vergonha é assim mesmo que funciona.

  8. Nojo…

    Nassif, será que essa foto pode sem sermos processados/censurados…nem de perto se parece com aquele sinistro ministro que bufou aos 4 ventos para impedir a posse do Lula como ministro…como ele pode  impedir que nós nos reportemos a fatos: o ato de processar/censurar para acobertar uns e perseguir outros merece sim a reprovação e repúdio do mundo civilizado contra mais este abuso de autoridade e mau exercício da função pública republicana: até quando o Brasil e o povo brasileiro terá que suportar Gilmar nos tratando como se fôssemos sua Diamantino…

     

  9. Não, não e não….

    Não posso concordar com o que dizem e insinuam com respeito ao nosso imenso jurista/ministro…….

    Sempre defenderei com unhas e dentes a reputação de honradez , equilibrio e discrição do nosso juiz, qualidades essas de magnitude estelar….

    E não tenho receio nem medo de afirmar, com todas as consoantes e vogais…..o nobre ministro é um “garantista”….sim,sim…..sempre acreditei…foi ,é e sera!!!!Sem sombra de duvida……

    Alguem que garante  “blidagem” anti bomba nuclear aos “parças” e peia nos outros, realmente se “garante” ……..

  10. Gilmar não é Juiz
    Nassif,

    Gilmar não é Juiz

    Nassif, Insisto.

    Gilmar não é Juiz. Seu modo de ser, sua compostura, sua parcialidade (gritante e destacada) não se coaduna, não condiz com a função de Juiz. 

    Gilmar está sim na Magistraura, mas não é um Juiz

  11. A grande jabuticaba do judiciario brasileiro

    Eh inimaginavel para juristas de paises anglo-saxões, França, Belgica etc, a instituição forense totalmente imiscuida com o poder executivo. Soh na cabeça dos provincianos juizes brasileiros, avidos por holofotes e poder, que essa aberração é possivel.

    • concordo ou das frutas e legumes

      E digo mais, o judiciario brasileiro “esta” uma imensa, enorme jabuticaba…….eu diria que mais para jaca, melacia ou abobora……..

  12. O Nassif também poderia ter

    O Nassif também poderia ter proposto outro caso = um país onde uma boate pega fogo, mais de 200 jovens morrem. Claramente houve negligência por parte do poder público na verificação de segurança do local. Mas passados 4 anos, o poder público está isento e alguns dos pais das vítimas estão sendo processados e ninguém recebeu um centavo de indenização. E aí pode emendar um outro caso = o maior acidente ambiental do país, um dos maiores do mundo, arrasou com cidades, 19 mortos, duas empresas gigantes envolvidas e tendo a agência federal que fiscaliza a mineração na palma da maõ…enfim, um país em que a justiça não funciona, tudo é possível. Se situações claras a justiçça nada faz, imagina situações cheia de nuances, cheias de vírgulas que mudam um texto inteiro. Se situações envolvendo mortes dão nisso, imagina como é fácil mudar a regra que diz que em caso de irregularidade o presidente e vice perdem o mandato. 

  13. A anomalia jurídica Gilmar aos olhos de um jurista europeu

    bastaria apenas um dos atuais 7 (de um total de 13) indicados por Lula/Dilma atuar em defesa da Democracia, para que o quadro atual fosse completamente outro.

    num STF em que Gilmar Mendes age como o dono do poder Judiciário, o Ministro Barroso deveria ter sido o contraponto “civilizatório”.

    como bem poderia dizer o Ministro Barroso:

    “Meu Deus do céu! Este STF é o guardião de nossa Constituição. A Justiça morreu, porque nós temos um Judiciário que não tem um mínimo de legitimidade democrática. É um sistema em que o cidadão  não tem de quem cobrar e os seus membros não tem a quem prestar contas. Não pode funcionar!”

    mas a postura do Ministro Barroso é um notável exemplo de uma plutocracia sem qualquer característica notável. o Ministro Barroso se tornou, por inegável mérito próprio, o representante perfeito de uma elite irrecuperável em sua total incompetência em comandar este país.      

    um STF com Gilmar Mendes como seu donatário, e Alexandre Moraes como seu herdeiro, é a prova de não mais existir mais nenhuma possibilidade de futuro para o Brasil que passe pelas atuais instituições.

    como não restou pedra sobre pedra, o Brasil será reconstruído do zero.

    “Pedra por pedra reconstruiremos a cidade.Casa e mais casa se cobrirá o chão.Rua e mais rua o trânsito ressurgirá.Aqui se chamavae se chamará sempre Stalingrado.- Stalingrado, o tempo responde.”Telegrama de Moscou – Carlos Drummond de Andrade.

  14. Povo que aceita o Golpe do

    Povo que aceita o Golpe do impech. que foi dado na presidenta eleita e no Brasil, seja lá com a desculpa que for, abre as portas para todo tipo de deformidade criminosa.

    Tomara que a corrida atrás do prejuízo renda frutos de justiça e sanidade mental.

  15. Nassif quando a sociedade
    Nassif quando a sociedade aceita figuras como Gilmar,abre as portas para grandes injustiças,igual ao nosso passado escravista e o “fechar dos olhos do judiciário”quanto aos direitos dos negros, quero crer q nossa sociedade não sabe o q está acontecendo,olha, Nassif eu vejo na periferia de sp,muitos,mas muitos jovens perambulando com drogas,bebidas,eles se ocupam só com isso,nem esportes querem mais,quem ganha com isso?Bom a cadeia está cheia de jovens necessitados de apoio jurídico né !Vejo estes jovens e me lembro da sua luta Nassif,é válida,é por eles,vai em frente,olha pega o seu carro e anda na periferia braba de sp, principalmente sexta e sábado a partir das Cinco da tarde,verá tudo isto q escrevo aqui,arribaa Brasil !

  16. Esse Gilmar Mendes representa
    Esse Gilmar Mendes representa tudo de ruim no judiciário, quem o defende é igual a ele,e o engraçado q Gilmar diz q a justiça do trabalho “é petista”,logo ele, tucano roxo,que mundo ele vive ? Que droga ele usa ou usou ?

  17. A gang que está devastando o

    A gang que está devastando o Brasil, não nos deixa muita brecha para falar somente de um ou de outro golpista. Sempre é bom dar nomes aos bois, mas são milhares de gilmares infiltrados em todos os poderes e governos (federal/estaduais/municipais), polícias federais estaduais e municipais, exército, marinha, aeronáutica, imprensa/mídia, igrejas lavanderias de grana da gang… mas, o principal é saber que a gangue e todo o esquema de corrupção e criminalização / perseguição dos adversários tem um cabeça testa de ferro que é o fernando henrique cardoso clinton ajustado por norte americanos e aliados europeus que querem um Brasil destruído e com um povo bitolado por más informações que induzem à ignorância às verdades, casos de muitas matérias aqui do blog com o objetivo claro de trolar, enganar, cegar, desviar o leitor das verdades… Queremos os votos que nos roubaram de volta! Queremos a volta da nossa democracia com a devolução da presidência a quem de direito! Queremos cadeia para os golpistas mafiosos! Fora fhc clinto e sua gangue! É o mínimo que exigimos para extirpar esses saqueadores de 55 milhões de votos, entre outros crimes de enorme gravidade para uma nação.

  18. Nassif estes caras não
    Nassif estes caras não aguentam confrontos,uma hora a casa cai,veja o Aécio,demora, mas no mínimo são desmoralizados,os bons no judiciário são uns 95 por cento,o problema é q na linha de frente sempre colocam os corporativistas e nada santos,vide presidente do senado e o anterior presidente da câmara !

  19. Serjão postou Dona Matilde no

    Serjão postou Dona Matilde no vídeo, defendendo Dilma e Lula. São depoimentos como o de Dona Matilde que fazem a diferença, porque são naturais, externados do espirito de quem viu um dia alguém se preocupar com seu destino. Por menores que tenham sido os favorecimentos dos governos petistas para essa gente tão sofrida, tem-se em conta é outra realidade: que, como diz Lula, “nunca antes nesse Brasil se vi um governo empenhado em ajudar aos pobres”.

     

  20. Seria possível entrar com uma

    Seria possível entrar com uma ação popular contra um ministro do supremo?

    Motivos para denunciar Gilmar não faltam. Abuso de poder é só o invólucro de muitas outras barbaridades cometidas por este senhor.

    • Nosso Judiciário é de uma podridão só: haja desinfetante

      O que esperar de um pais onde uma advogada semi-letrada, que atuou em 8 processos por toda a vida, que por ter apenas 33 anos de idade o Tribunal esperou ela completar 35 para que a moiçola virasse desembargadora. Bagagem da moça: ser filha do essteefe Fux (https://www.youtube.com/watch?v=UlEWIdtKS-0), ministro dessa excrescência chamada TSE.

      Essa da ex-esseteefe Grace eu não sabia, caramba que gafe, como dizia minha avô: o costume de casa leva o dono à praça…ou:

    • A anomalia jurídica Gilmar aos olhos de um jurista europeu

      a cleptocracia brasileira não é apenas a corja que enriqueceu, não passam de caipiras deslumbrados: “eternos nouveaux riches… de geração em geração”.

      herdeiros complexados, vira-latas incuráveis. para compensar a frustração de ser Made in Brasil se escondem atrás de uma couraça de presunção e prepotência.

      o mesmo desprezo que nutrem pelo país e pelo povo, é a eles dirigido quando tentam sentar-se à mesa do concerto das nações.

      .

  21. O indivíduo em questão deixou

    O indivíduo em questão deixou há muito de ser um juíz. Trata-se de um jagunço a serviço da plutocracia, liderada pela máquina de propaganda Nazi-Globista. 

  22. Tudo muito mal,tudo muito

    Tudo muito mal,tudo muito ruim.Mas quando eu afirmo peremptoriamente,que o Brasil não é um País serio(nem fui eu quem disse essa verdade),a minha liberdade de expressâo garantida pelo Diploma Consolidado Pátrio,é deixada de lado.Vou repetir tantas e quantas vezes forem necessarias:Ou instaura-se a moralidade,ou nos locupletemos-nos todos.

  23. O viéis?

    Gilmar Mendes, ministro da suprema corte do país , amigo e conselheiro do presidente da república que é alvo de um processo junto ao  tribunal superior eleitoral. A midia tradicional é cúmplice e incentivadora deste desvio de conduta de um membro do STF? Em caso afirmativo  , as redes sociais progressistas sem viéis político partidário (elas existem?) ainda não possuem força suficiente para se contrapor  e mobilizar a opinião pública? Em caso afirmativo,não haveria  necessidade de correção de rumo e de maior credibilidade junto à sociedade?

  24. Anomalia? Não sei. O termo

    Anomalia? Não sei. O termo quer dizer anormal, certo? O que é anormal no Brasil hoje? Tirar uma presidente sem crime de responsabilidade é anormal? Divulgar grampo ilegal de presidente da república na TV é anormal? Levar para depor a força sem que o cidadão tenha se recusado previamente é anormal? Prender por tempo indeterminado até que o sujeito delate alguém é anormal? Quebrar sigilo de fonte de jornalista na marra é anormal? Colocar no Supremo alguém que frauda seu currículo é anormal? Juiz e réu ficarem coxichando ao pé do ouvido é anormal?

    E tem muito mais perguntas sobre o que é anormal ou não no Brasil de hoje.  Então quando a “anormalidade” acontece todo dia e fica por isso mesmo, cabe a pergunta, o que é normal e o que é anormal?

    De forma que um jurista na Inglaterra não vai conseguir dar conta disso aí não, Nassif. Não se ele pensa que aqui é um estado democrático de direito, e que “as instituições estão funcionando” 

  25. Se Lula for preso, voto no

    Se Lula for preso, voto no candidato do PCO ou PSTU.

    As pessoas querem extrema-direita? Então voto na extrema-esquerda.

    Assim, vamos testar a democracia brasileira no melhor estilo “crash-test” dos automóveis.

    A desculpa esfarrapada de que Moro não pode prender Serra ou Aécio porque eles têm foro privilegiado não cola.

    Conheces algum tesoureiro do PSDB preso? Algum marqueteiro ou laranja do PSDB preso, apesar de todas as delações?

    Não, embora eles NÃO tenham o tal foro privilegiado.

    O que atesta claramente que a justiça da “República de Curitiba” é política.

    Se a extrema-esquerda ganhar e os militares intervirem, ótimo, pois assim cai de vez perante o mundo a máscara de “democracia” que temos vivido.

  26. SE MUDAR O NOME A SITUAÇÃO JURÍDICA É A MESMA.

    Retirado Do Blogo O cafezinho, porque se encaixa na ciência do GOLPE, em não tento poder político e voto se apoderam da justiça e se tornam vitóriosos da enganação. Força Nassif. Quem tem uma justiça como a nossa a esperança já morreu.

    Exclusivo! O artigo de filosofia e política que enfureceu o justiceiro da Globo!

    Escrito por , Postado em GolpeHistóriaJustiça

     5.4K 2  

    Por causa desse artigo, que o Cafezinho publicou em primeira mão em 21 de março de 2016, Sergio Moro está tentando botar Roberto Ponciano, um escritor socialista profundamente erudito, colaborador do blog, na prisão.

    Eu o reli agora, editei-o com cuidado, porque ele assumiu agora um valor histórico ainda maior.

    Leiam e compartilhem!

    Pela liberdade de expressão!

    Moro, Eichman e a banalidade do mal

    Charge: Latuff

    por Roberto Ponciano, colaborador do Cafezinho

    O mais assustador no que está acontecendo no Brasil não é uma questão apenas política, e ver que em poucos meses, uma democracia que demorou 20 anos para ser reconstruída pode se esfumar. Alain Badiou deixou claro em sua obra, que a negligência, a omissão de quem tem o dever de atuar, dos intelectuais e militantes políticos diante de um Evento é imperdoável. Não é simples omissão, é cumplicidade, é criminoso.

    O assustador desta história é que o juiz Sérgio Moro não é um grande ator político, ao fim e ao cabo Moro é um Zé Ninguém (na acepção inclusive reicheana da miséria psíquica), um juiz de visão política turva, nenhuma envergadura intelectual, com inteligência limitada e visão zero de sociedade.

    Um mero Eichman, executor das ordens superiores.

    No momento não sabemos claramente de quem, mas efetivamente desconfiamos da cumplicidade. De certo, do próprio Janot, o Procurador Geral da República, que deveria ser o defensor da lei, mas tendo conhecimento dos pérfidos grampos de Moro, se não os autorizou, ratificou sua “legalidade”.

    O aspecto tragicômico deste enredo é que nem um dos dois, nem Moro, nem Janot, tem qualquer dúvida que estão perpetrando uma ilegalidade. Os grampos nos telefones de Lula, Dilma, Jacques Wagner, Rui Falcão não tem nada que ver com a Lava Jato. Fariam corar de vergonha ou inveja os tribunais de exceção nazistas e o senador Joseph McCarthy. Ambos sabem que as escutas são ilegais e imorais e claramente persecutórias de um partido.

    Hannah Arendt, ao acompanhar o julgamento de Eichman, cunhou a famosa frase, que resume toda uma teoria: “o mal é estrutural”.

    O mal se torna banal quando um simples burocrata medíocre como Eichman é capaz de, sem sentir culpa ou remorso, fazer parte da engrenagem do mal.

    Moro é Eichman, um burocrata medíocre, de passado obscuro e de futuro tenebroso. Não entra na história como herói, mas pela porta dos fundos, como um obscuro juiz camisa negra, cujo único objetivo é despachar os vagões cheios de prisioneiros vermelhos. Para que o mal seja banalizado, como nos ensinou Levinas, é fundamental que o inimigo seja desumanizado.

    Em todos os julgamentos de tribunal de exceção, antes de tudo é necessário retirar a humanidade do outro. E para que não tenham dúvida, não estou falando só dos tribunais nazistas e fascistas. O mesmo simulacro de tribunal foi usado nos julgamentos de Moscou e em outros tribunais “revolucionários”, que não julgaram os indivíduos e seus crimes, mas suas ideias.

    Moro não está investigando nenhum crime. Seus atos deixaram de ter qualquer resquício de legalidade há muito tempo, e ele não se importa em autorizar gravações ignóbeis e as ceder (sabe-se lá em que condições) à maior rede de conspiração do Brasil (a TV Goebbels), que precisa repetir uma mentira mil vezes para que ela se transforme em verdade.

    Assim, assassinam-se as garantias legais. Nenhum de nós é santo, se grampeassem meu telefone, não sei se iria primeiro para a cadeia ou primeiro para o inferno. Numa sociedade falsamente pudica (uma das características principais do fascismo), até os palavrões ditos em confidência são liberados para um “objetivo maior”.

    Desumanizar o adversário, para que o terror fascista prevaleça. É necessário que o adversário seja um cão, uma besta leprosa indesejável, que deve ser chutada e cuspida na rua.

    Vermelhos, socialistas, comunistas!

    Mas não precisa ser socialista ou comunista. Na sanha fascista do mal, quem estiver contra o fascismo já ganha sua adesão incondicional às ideias deste inimigo imaginário.

    E tenho bastante moral para gritar contra isto. Quando se começou o linchamento moral de FHC, pelo suposto filho “ilegítimo”, escrevi pequenos textos dizendo que assim nos igualávamos às idiotices do “sítio do Lula”. Como democrata, como socialista, não me interessam as aventuras amorosas de FHC e o que aconteceu com a vida dele. Nem mesmo se ele tem um apartamento em Paris.

    Isso é cretinismo. Não se constrói um debate democrático e ideais firmes para um embate político sério assim. Posso sim falar de FHC que ele agora é cúmplice do golpe, quando tinha o dever de denunciá-lo, vítima de 1964 que foi. Com seu aval, o PSDB, partido fundado por ele, embarca na aventura de um golpe de Estado.

    No meio desta tragédia, há os “inocentes”. Membros da classe média que se pretendem imparciais, mas que com sua imparcialidade, fazem coro às indecentes violações dos direitos humanos, da privacidade, do vale-tudo. Que correm para futricar as conversas privadas dos PeTistas (estas bestas-feras inimigas da humanidade), fingindo não ver que estas gravações, e seu vazamento, são criminosas. Tudo tirado do seu contexto e repetido ad nauseam para causar o efeito que está causando.

    Uma parte da classe média pede “justiça’ a quem rasgou seu papel de defender a justiça, e outra adere à barbárie fascista, agredindo pessoas que julgam adversárias na rua. O povo do “vai para Cuba”. São duas faces da mesma moeda. Assim como a classe média alemã que foi cúmplice e beneficiária do nazismo e só abandonou o sonho do “Reich de mil anos” quando os aliados começaram a bombardear as cidades alemãs.

    Não há perdão para esta cumplicidade e covardia.

    Há também cumplicidade e covardia de parcela de “esquerdistas”, que num momento de transe histórico e de risco de regressão, sonham que estão às portas de uma Revolução e que Brasília é o Palácio de Inverno. Quixotescos traidores da democracia, que serão os primeiros a serem vitimados.

    Vivemos um momento de terror e transe, os próximos dias serão de confrontação de dois campos em disputa pelo futuro do país. Um dos campos tem o juiz medíocre Moro, o conspirador geral da República, Rodrigo Janot, Bolsonaro, Malafaia, Feliciano. A junção do que há de mais perverso é uma ameaça de morte à inteligência.

    Num momento tão grave, a maior oferta de cursos universitários não gerou uma juventude com ideias mais avançadas, capaz de defender a democracia e a liberdade.

    No local em que eu trabalho, vejo servidores concursados usando trágicas camisas pretas entoarem gritos de guerra pró-Moro, acompanhados de juízes que só pensam no próprio umbigo. Os três estagiários jovens do local em que eu trabalho admiram Bolsonaro e duas disseram que preferem votar em Bolsonaro a votar em Lula.

    A mentira dita mil vezes cria um Zeitgest de espírito do tempo às avessas.

    Jovens de classe média ou baixa, que passam a acreditar no fascismo como redentor do nada, como redentor do caos que ele mesmo – o fascismo – cria.

    Um reles funcionário de quinta categoria, nosso Eichman dos tempos hodiernos, Sérgio Moro, é capaz de liberar os trens para os campos de concentração e tornar uma nação inteira refém dele.

    Quando um juiz de uma vara de primeira instância consegue poderes absolutos através da cumplicidade da PGR e da chantagem ilimitada, e se coloca acima da Presidente eleita legitimamente, não é só o governo que se ameaça.

    A possibilidade de uma ditadura tecnocrata de burocratas torpes, míopes e obtusos, sem pauta social, sem projeto e no meio do caos de um país dividido, é uma ameaça a todos os democratas.

    Devemos defender a democracia pela qual nossos pais sofreram prisão, exílio, tortura e morte, e derrotar o fascismo.

    Não consigo me imaginar viver num país onde qualquer Eichman de Curitiba possa golpear uma nação inteira!

    Só há um remédio. Temos que ir às ruas e vigiar.

    Os fascistas não passarão!

    Roberto Ponciano é Mestre em Filosofia/Ética, em Letras Neolatinas e Especialista em Economia do Trabalho

     

     

    • Um ano e quinze dias

      380 dias após.

      Não consigo me imaginar viver num país onde qualquer Eichman de Curitiba possa golpear uma nação inteira!

      Só há um remédio. Temos que ir às ruas e vigiar.

      Os fascistas não passarão!

       

      E as ruas chamam cada vez mais alto, mas continuam vazias.

  27. Lei de abuso de poder

    Tá passando da hora, para o bem das nossas Instituições e do Poder Judiciário, a aprovação da Lei de Abuso de Poder.

    Neste país, com a tal de autonomia tanto do Juiz quanto do procurador, estabeleceu-se entre os cidadãos brasileiros, a maior instabilidade social e insegurança jurídica, jamais vistas em nossa história.

    Nem mesmo no regime militar, Juízes e Produradores tinham tanta autonomia e garantias como em nossos tempos.

    Quem perde com os arroubos e abuso de autoridade na violação constante de nossos direitos e do Ordenamento Jurídico, na certeza de impunidade; é a sociedade brasileira, especialmente o cidadão comum que não tem duas coisas básicas reinantes neste regime onde impera o desejo, a vontade e o interesse da elite que decide sobre os direitos e o patrimônio do cidadão, quais sejam:

    1- O tráfico de Influência.

    2- A grana para contratar bons advogados e suportar todo tipo de chicana juridica ao defender seu legítimo direito, num sistema carcomido pela corrupção e cristalizado num corporativismo secular.

    Minha solidariedade a você Nassif nas violações que vem enfrentando, e assim como eu, somos vítimas de Deciões de parte do judiciário que fazem com que um caso Teratológico, se tranforme em Jurisprudência passificada.

    Abraços,

    • Por isso está mais que na

      Por isso está mais que na hora de apoiarmos os dois projetos de Lei, que se não me engano é do senador Requião; que inclusive estão em votação no Congresso. Só assim temos a minima esperança de avançarmos da idade média para o iluminismo.

  28. Não existe liberdade de

    Não existe liberdade de expressão pela metade.Ou se tem ou se não tem,e esse é o assunto mais importante que toda blogosfera terá que resolver.Nenhum comentarista,seja que de naipe for,pode ficar a mercê que alguem diga o que pode ou não pode publicar.Em tese,isso não existe.

    • Isso tudo senhoras e senhores

      Isso tudo senhoras e senhores cadastrados,que aqui aportam,diuturnamente,Sol a Sol,mas que desaparecem na Sombra do Vulcão Golpista,quando o editor do Blog é vitima de processo,cretinamente,criminosamente e calhordamente,pelo um arremedo de Ministro,que atende pelo nome de Gilmar Mendes,por que afirmei e afirmo peremptoriamente,que o Brasil não é um País que prime pela seriedade.Mudei a frase para não parecer plágio,e o couro não comer no meu lombo.

  29. A atuação de Gilmar Mendes
    Olá! Sou leigo e ignarante no assunto. Não vou entrar jo mérito em si, até porque não existe mérito algum nisto. Gostaria que alguém que saiba, me informasse se tem como cidadãos comuns como eu, pedir o impedimento de Mendes neste processo. Casa haja, como proceder? Qual o caminho a percorrer. Abraços.

    • Pelo que sei só o senado pode pedir esse impedimento!

      Isso quer dizer que no meio de tudo que precisamos lutar pela volta da democracia ao pais, precisariamos de uma ENORME mobilização popular com abaixo assiando e pressão nos senadores! Acho que é mais facil conseguir que o STF pelo menos julgue o mérito do “impeachment”  do que isso!!!

      Mas ontem pensei em sugerir uma semana de twitaço do tipo:

      #PovoBrasileiroQuerSaidaDoBandoleiroGilmar

      #SenadoTireGilmarBandoleiroDoSTF

      #ForaGilmarArtigo145DoSTF

  30. Houve um tempo

    Antes da redentora… muito antes…

    Mas durante muito tempo depois… ao ouvir o nome Gilmar, automaticamente vinha à nossa memória os nomes: De Sordi, Bellini…

    Hoje, ainda que não façam muito sentido, as rimas que nos vêm á cabeça são: de sórdido biquini.

    Pensando bem…

  31. Essa é a diferença que faz

    Essa é a diferença que faz toda a diferença entre um país sério e democratico e um republiqueta que não respeita uma norma, se quer, quando isso não interessa a plutocracia dona absolutista do Estado brasileiro desde os tempos mais remotos.

  32. Delação do ex-Governador do MT

    Há quem diga que o ex-Governador de Mato Grosso – atualmente preso – pode fazer uma delação gigantesca sobre as relações com outras “otoridades”.

    Uma delas seria sobre uma situação na terra natal do Supremo Ministro, que tem a ver com suas faculdades de docente.

    Seria este inclusive um dos motivo do bate boca disentérico com o PGR, pois o MPF já estaria fuçando o assunto.

  33. Vamos rebatizar : Gil_merda_ciário é o STF praticando

    a justiça no país agora com honrado sinistro do PCC!

    Salve-se quem puder!

    Pega fogo Cabaré!

    Corram para as Colinas!

    O pior mesmo é a ligação umbelical que todos eles tem com a #GloboGolpi$ta e o P$DB

     

     

  34. E o Aécio ?

    Já mudaram de assunto. O que era esperado.

    Nem c/ a capa da Veja o ilmo. PGR e mais Ilmo. ainda o General Moro, não tomaram nenhuma providência ? E o GM  nem chiou? Ah! Sei, vão esperar a prescrição, né?

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome