Alexandre de Moraes manda PF retomar investigação contra Bolsonaro

Inquérito envolve denúncias feitas por Sérgio Moro; ministro do STF diz que existem ‘diligências pendentes’ na condução de investigações

Ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF) Foto: Reprodução

Jornal GGN – A Polícia Federal deverá retomar as investigações em torno da suposta tentativa de interferência do presidente Jair Bolsonaro, inquérito que foi aberto após as denúncias do ex-ministro Sérgio Moro.

A determinação foi feita pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), e a investigação deve ser retomada de forma ‘imediata’, mesmo que o plenário do STF não tenha decidido se o depoimento do presidente será presencial ou por escrito.

E o depoimento de Bolsonaro é uma das últimas pendências do caso. O STF chegou a agendar a discussão do tema para 24 de fevereiro, mas a reunião foi adiada. A expectativa é que o tema seja debatido na sessão de 29 de setembro.

Segundo o jornal O Estado de S.Paulo, Moraes ressalta a necessidade de realização de diligências para que as investigações tenham continuidade. O inquérito apelidado ‘Moro x Bolsonaro’ foi prorrogado por mais 90 dias desde a última terça-feira.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome