André Mendonça é cotado como favorito ao STF

Ex-ministro tem aval de Bolsonaro, e busca apoio no Senado Federal para assumir vaga de Marco Aurélio Mello; Augusto Aras deve seguir no MPF

Foto: ABr

Jornal GGN – A proximidade da aposentadoria do ministro Marco Aurélio Mello do Supremo Tribunal Federal (STF) deve levar o advogado-geral da União e ex-ministro da Justiça, André Mendonça, a ser indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para ocupar a cadeira a partir de julho.

Segundo o jornal Correio Braziliense, a ideia ganhou força depois que Bolsonaro conversou com o presidente do STF, ministro Luiz Fux, e foi avisado que não haverá resistências ao candidato escolhido pelo presidente dentro do tribunal.

Bolsonaro falou mais de uma vez que indicaria um nome “terrivelmente evangélico” para a vaga na Suprema Corte e, além da religião (Mendonça é pastor evangélico), o favorito à vaga mostrou lealdade ao presidente por diversas oportunidades, além de manter uma postura ideológica alinhada com a do chefe do Executivo e de assinar peças judiciais que interessam ao presidente.

Já o procurador-geral da República, Augusto Aras, pode ter sido preterido para integrar o STF, mas obteve de Bolsonaro a promessa de que continuará à frente do Ministério Público Federal (MPF) – o presidente não vai acolher nenhum nome da lista tríplice formulada pela Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) para chefiar a instituição.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

  1. Pode ser, mas Aras está “impossível” em não largar a bolsa escrotal do despresidente!
    Se o adolinquente tiver um substituto “à altura” (ou baixeza?), ele pode até ir, já que a PGR tem muito mais importância política (infelizmente) do que a AGU ou mesmo o MJ (lembram de Eduardo Cardozo?).
    Mendonça e sua submissão e deslumbramento acima da média da “seleção Bozo” é o ó do borogodó!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome