Áudio mostra tom de ameaça da Lava Jato contra testemunha

 
Jornal GGN – Os procuradores da Operação Lava Jato afirmaram que não coagiram a ex-cozinheira do sítio de Atibaia, acompanhada de seu filho de 8 anos. O juiz Sérgio Moro também ignorou a acusação da testemunha. Agora, um novo áudio revela que procuradores tiveram uma abordagem com ameaça a outra testemunha do sítio de Atibaia.
 
Os procuradores e/ou delegados da Polícia Federal não são identificados no áudio, apenas a testemunha, indicada pelo nome de Edvaldo. O pedreiro já havia relatado que se sentiu constrangido pelas perguntas dos procuradores e que o ameaçaram de ter problemas caso mentisse. A Lava Jato nega irregularidades.
 
Mas o diálogo indica que os investigadores tentaram tirar informações de Edvaldo Vieira, em visita surpresa à casa da testemunha e supostamente sem mandado judicial, sobre a relação da testemunha com o sítio de Atibaia, se já havia trabalhado no local.
 
O depoente afirma aos investigadores que não trabalha e não trabalhou no sítio e que tampouco conhece a família Bittar ou João Suassuna, dona da propriedade. É quando um segundo investigador presente afirma: “Sr. Edivaldo, quero deixar o Sr. bem tranquilo. Mas, por exemplo, se a gente chamar o senhor oficialmente para depor daqui a alguns dias e você chegar lá pra mim e falar uma coisa dessas…”.
 
A declaração mostra que o procurador não somente adotou o tom de ameaça, como também admite que a tomada de depoimento, naquele momento, não era oficial. “Dessas, sobre o que?”, perguntou Edivaldo. “Eu apresento uma série de documentações, ai fica ruim para o senhor, entendeu?”, completou o investigador da Lava Jato.
 
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

14 comentários

  1. procuradores de maldades, de confusão, de terror

    Quais os reais interesses deste tipo de gente com atividade e mentalidade de meganha. Ao invés de usar a inteligência para montar sua peça, ficam resvalando cotidianamente em atitudes de cloaca, causando terror e inquietude a pessoas simples. A c ada dia jogam o país para baixo, a sujeira de suas atitudes deveria envergonhar a si e a seus familiares. 

  2. irregularidades de montão…

    porque abordagem e recomendações desse tipo às possíveis testemunhas somente são permitidas para casos de flagrante delito quando a recusa em colaborar com o Estado justifica este tipo de tratamento

    isso é aí é 100% abuso de autoridade e tortura psicológica

    • mas vem do que a gente já cansou de colocar aqui…

      já na investigação eles consideram o Lula condenado

      e por isso que se revoltam e ficam violentos quando as coisas não batem com a sentença já pronta

  3. Houvesse um mínimo de

    Houvesse um mínimo de seriedade, ética, verdade e limpeza e essa gente estaria se-desprocurando-no-fundo-de-alguma-cela, né, dona dodge polara? Né, dona carmencita que não cria coragem e vergonha para pautar a prisão em 2a. instância e, muito menos, julgar as suspeições contra o desMoronado no moquifo-cnjotazinho. Haja asco!

  4. Nessa moda de fake news, a gravação deixa dúvidas

    mas se for verdadeira, é um horror.

    Parabéns a quem conseguiu gravar (se for verdadeiro). Fake news há por todos os lados. Não digo que seja (aos aparessados),mas toda a cautela é pouco.

  5. Ah! não achei coação.

    Não achei, e ponto. Quem tiver suas preconcepções, que ache. E, novamente, pros apressados, sabem como é a tortura numa Alemanha pro grupo Baad Meinhof? Isolam numa sala absolutamente silenciosa, a pessoa fica à beira da loucura. Mas não tamos numa Noruega, Dinamarca, nós mesmos no cotidiano praticamos automaticamente, sem sentir, que estamos sendo autoritários (isso é incorporado por toda a gente, enfim, na nossa “cultura” é detestável abuso, autoritarismo, tais coações, induções). Um dia evoluiremos, dlaqui a muuuito tempo.

    • O aúdio é bem extenso e na

      O aúdio é bem extenso e na versão que eu ouvi teve algumas “recomendações”….

       

      Veja bem, você é um trabalhador do povo e bate na sua porta sem motivo algum “otoridades” dizendo que é melhor voce fazer isso ou aquilo, isso é o que?

  6. Tamos precisando de um Recep

    Tamos precisando de um Recep Tayyip Erdoğan urgente aqui “NESSA PORRA” para dar um jeito nesses bandidos que se autointitulam de justiça.

  7. O áudio foi gravado pelo filho do pedreiro
    Já já tinha visto essa informação algum tempo atrás. Reencontrei agora, foi divulgada no Conjur. O áudio foi gravado pelo filho do pedreiro. Deve ter ficado preocupado com o grau de coação a seu pai. A pessoa é identificada como Edivaldo Pereira Vieira, um “faz tudo”. Um dos procuradores informou que ninguém queria processar Edivaldo, mas ele constava da lista de ACUSADOS incluídos no mandado de busca e apreensão da 24ª operação da Lava Jato, assinado por Sergio Moro. Os procuradores deixaram os nomes e telefones em um papel. https://www.conjur.com.br/2016-abr-28/gravacao-mostra-membros-mpf-tentando-induzir-depoimento

  8. O império da burrice e da violência

    O difícil é que Sérgio Moro e as pessoas que integram o MPF não sentem o menor constrangimento em cometer crimes.  Não adianta denunciar coisas como essas gravações. Aliás quem já teve algum contato com a polícia, qualquer polícia, sabe que esses agentes foram até comedidos. A truculência policial já virou piada no “Porta dos Fundos” e até denúncia – fajuta mas ainda assim retratada” – nos “Tropa de Elite”*. Isso é institucional.

    Não tenho certeza mas tenho a impressão de que Moro, MPF, PF e demais justiçadores realmente acreditam estarem a serviço de uma missão maior, qual seja, extinguir qualquer coisa que minimamente os donos das grandes empresas de comunicação ou seus mentores estadunidenses chamam de “comunista”, “esquerdista” e por aí vai. Por mais louco que pareça talvez eles creiam, por exemplo, que a turma do PSDB, do DEM, os congressitas da bancada “BBB”, etc…. “ok, não são santos, vai ver cometeram mesmo alguma corrupção” mas como não são “esquerdistas”, tudo bem.

    Ganha um prêmio aquele que conseguir alguma providência para desarmar essa extrema burrice e truculência, ignorância profunda que estamos vendo crescer, medo, raiva, o Leviatã que começa em Sheherazade, Datena, passa por Moro e demais acusadores e desemboca no Bolsonaro. Ou burros ou loucos. Ou, quer saber?, os dois…

     

    * – Não sei se eventos midiáticos como “Tropa de Eleite” ou até aquele procurador que ameaçou atropelar petistas na Av. Faria Lima, em São Paulo, mais denunciam e implicam em punição ou mais reafirmam suas violentas truculências. Algo como “é isso aí, somos mesmo ‘fodões’ e quem vai nos parar?”

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome