Barroso já estava de saco cheio das atitudes de Gilmar, afirmam integrantes do Supremo

Jornal GGN – O Painel da Folha desta sexta (27) ouviu de integrantes do Supremo Tribunal Federal que o ministro Luís Roberto Barroso já estava “exaurido” das atitudes de Gilmar Mendes, mas não esperavam respostas tão “contundentes” durante o bate-boca que ocorreu na Corte, na quinta (26).

“Integrantes do Supremo disseram que sabiam que o ministro Luís Roberto Barroso estava exaurido das farpas lançadas por Gilmar Mendes, mas ninguém esperava uma reação tão contundente como a que ele externou nesta quinta (26), em duro embate com o colega no plenário da corte.”

Ainda segundo a coluna, “Barroso, que recebeu a solidariedade dos colegas, é conhecido por meditar quase diariamente. Diz a amigos que adotou o hábito para manter a serenidade.”
 
 
Durante um julgamento envolvendo a possibilidade de extinção de um tribunal de contas, Gilmar provocou Barroso sobre a soltura de José Dirceu a partir de um indulto assinado pela presidência da República. Barroso rebateu dizendo que Gilmar não costuma “trabalhar com a verdade” e ainda insinuou que é a segunda turma no Supremo costuma mandar soltar presos.
 
Gilmar revidou dizendo que Barroso foi advogado de criminoso internacional, em alusão ao caso Cesare Battisti. Barroso não deixou por menos: após afirmar que Gilmar tem leniência com crimes de colarinho branco, disparou que o colega de Corte muda a jurisprudência de acordo com o réu e julga não sob as normas do Estado de Direito, mas do “estado de compadrio”.

Veja a discussão abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=6Tq30hlL25E]

[video:https://www.youtube.com/watch?v=SSp9RTmV75s

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

23 comentários

  1. Barroso já estava de saco cheio das atitudes de Gilmar

    Na briga entre os dois, fico com a mosca que adentrou no plenário. Barroso é o defensor da lavajato e de suas criminosas delações premiadas, grampos e outros métodos espúrios. Gilmar é defensor de seus interesses e dos de quem o colocou no STF. Ambos devem aos brasileiros.

  2. Dois golpistas se

    Dois golpistas se engalfinhando …

    Nada mais.

    Ai nenhum é melhor que o outro. Tudo farinha do mesmo saco. O saco do Golpe, do estado de exeção. Do julgar para os holofotes. 

    Foi bom ver um dar no outro.

    Quem recebeu mereceu. Mas quem deu não é tão melhor assim

  3. Vem que eu te arranho todo

    O ministro Gilmar Mendes acusou o golpe. Levou alguns minutos para voltar à carga, lembrando aquele personagem que ficava “ah, é , é…” procurando alguma coisa com lentidão para responder. Mas, logo , logo, ele vai revidar via imprensa. Barroso será alvo preferencial de sua ira virulenta a partir de agora. Te cuida, Luis Roberto. p.s.: Bom mesmo foi observar os outros bem quietinhos, tentando parecer invisíveis, mas por dentro vibrando (excetuando o Toffoli, por supuesto).

  4. Por falar em Cesare Battisti…

    O Michel Temer pretende extraditar o Cesare Battisti, ao arrepio do art. 88 do Estatuto do Estrangeiro, (Lei nº 6.815/1980), o qual dispõe que, ‘negada a extradição, não se admitirá novo pedido baseado no mesmo fato’.

    Caso não haja fato novo em relação ao Cesre Battisti, ele não poderá ser extraditado. A decisão do Lula negando a extradição do Cesare Battisti fez coisa julgada material. O Michel Temer só pode rever a decisão do Lula pela força bruta, mas não pelo direito.

  5. Meditabundo

    == “Barroso, que recebeu a solidariedade dos colegas, é conhecido por meditar quase diariamente. Diz a amigos que adotou o hábito para manter a serenidade.” ==

    E eis que somos informados que Barroso medita diariamente; talvez lá, no cubículo solitário, quando sintetiza a iluminada obra barrosa.

  6. como vivandeiras alvoroçadas

    como vivandeiras alvoroçadas, vêm aos bivaquesbolir com os granadeiros e provocar extravagâncias…

    Castelo Branco

    que tempos estes quando ministros dão exemplo mais triste do que a ralé.

    tempos em que a arraia miuda, o pensamento desairoso, a falta de postura, chegou à corte mais alta do país.

    ninho de covardes no qual a presidente da casa gagueja ao proferir sentença que sabia indecorosa, uma triste traição da pouca consciencia que lhe sobrou.

    até quando essa loucura zombará de nós.

    eu os condeno a serem sepultados vivos em minha mente, do qual jamais voltarão a ver a luz por conta da infamia que lançam a nação. malditos sejam para sempre, é o maior castigo que lhes desejo: o esquecimento total e eterno.

  7. Só num supremo de um país que

    Só num supremo de um país que apodrece a olho nu dois juízes bateriam boca expondo na TV um réu já julgado e que já cumpriu pena, contribuindo para estigmatizá-lo como fazem seus inimigos políticos.

    Gilmar tem alguma razão nessa briga de bar quando pergunta que juiz fica alegre em mandar alguém para a cadeia.

    Um, inebriado pelos aplausos fáceis dos punitivistas. O outro, um fiel e escancarado representante do Brasil arcaico, um old school. Brasil urbano e financista x Brasil agrário e profundo. O povão só tem a ganhar quando rola um barraco na Casa-Grande.

    Enfim, uma discussão pautada pela Lava Jato. Ganhava a refrega quem conseguisse provar argumentativamente que prendia mais “corruptos”. E o exemplo maior era o Dirceu, é claro. 

     

  8. Sei, tudo conversa fiada.
    Se

    Sei, tudo conversa fiada.

    Se estivesse mesmo de saco cheio teria questionado porque o Min continua relator de ações de um amigo seu, tendo falado com ele mais de 40 vezes em dois meses.

  9. #

    As acusações de Barroso contra Gilmar são gravíssimas. Muito diferente do que aconteceu no caso do Joaquim Brabosa. Barbosa apenas o destratou.

    Barroso o acusou de ser leniente com a criminalidade do colarinho branco. Acusou também de mudar a jurisprudência de acordo com o réu.

    Infelizmente vai ficar por isso mesmo.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome