Câmara aposenta Dirceu com metade do valor ao qual teria direito

Foto: Agência Brasil
 
 
Jornal GGN – A Câmara dos Deputados autorizou, no último dia 21, a aposentadoria do ex-ministro José Dirceu como deputado federal cassado. O valor mensal que ele passa a receber é de R$ 9,6 mil, dez trinta e cinco avos do salário de um parlamentar, que gira em torno de R$ 33,7 mil. Segundo reportagem do Estadão, Dirceu teria direito a receber quase o dobro do que foi liberado.
 
Isso porque a Câmara considerou os 11 anos do período da ditadura em que Dirceu ficou exilado para calcular os 35 anos de contribuição, mas não usou o período para definir o valor do benefício. “Se o período da anistia tivesse sido incluído na conta, ele poderia receber até R$ 17 mil mensais”, apontou o jornal.
 
Dirceu perdeu o mandato em 2005 por causa do mensalão. Hoje, cumpre prisão domiciliar no âmbito da Lava Jato.
 
Outros deputados
 
Ainda de acordo com a reportagem, Dirceu agora integra um grupo de 9 ex-deputados federais cassados nas últimas décadas que recebem de R$ 8.775,38 a 23.344,70 por mês de aposentadoria da Câmara. 
 
Também envolvido no mensalão, o ex-deputado Roberto Jefferson ganha R$ 23.344,70, a maior aposentadoria entre os deputados cassados. 
 
Pedro Corrêa, hoje preso na Lava Jato, tem aposentadoria de R$ 22.380,05.
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora