Carlinhos Cachoeira é novamente preso, por decisão do TRF2

 
Jornal GGN – A Polícia Federal prendeu Carlinhos Cachoeira, novamente, na manhã desta quinta-feira (28), no Rio de Janeiro. A decisão foi da segunda instância, do Tribunal Regional Federal da 2a Região, que decidiu por manter detidos Cachoeira, o empresário Fernando Cavendish e mais três acusados na Operação Saqueador.
 
De acordo com a Procuradoria Regional da República, Monica de Ré, a permanência em liberdade dos acusados apresenta risco de voltarem a praticar crimes. 
 
Do Estado de S. Paulo
 
Por Mariana Sallowicz e Marcia Furlan
 
Carlinhos Cachoeira é preso pela PF no Rio
 

O contraventor Carlos Augusto de Almeida Ramos, o Carlinhos Cachoeira, foi preso novamente pela Polícia Federal na manhã desta quinta-feira, 28, no Rio de Janeiro, após a decisão do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) desta quarta, 27, que julgou habeas corpus e restabeleceu a prisão do contraventor, do empresário Fernando Cavendish, dono da Delta, além de mais três acusados. Cachoeira foi levado para presídio de Água Santa, na zona norte.

Cachoeira e Cavendish tinham sido presos na Operação Saqueador, que investiga supostos desvios de recursos de obras públicas, mas tinham deixado o presídio Bangu 8, no Rio, no último dia 11, após conseguirem o direito de cumprir prisão domiciliar. Eles deveriam sair com tornozeleira eletrônica, mas como não havia equipamento disponível, ficaram sob vigilância de agentes federais.

O julgamento do mérito do habeas corpus (HC) foi feito pela 1ª Turma Especializada do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) que restabeleceu a prisão preventiva dos acusados. Ele ainda podem recorrer da decisão. Ontem mesmo o juiz Marcelo da Costa Bretas, titular da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, expediu novos mandados para a prisão preventiva.

A procuradora regional da República, Monica de Ré, defendeu no julgamento que a permanência dos acusados em liberdade representa risco de voltarem a praticar os crimes. A procuradora reivindicou ainda que os recursos “saqueados dos cofres públicos” deveriam ser devolvidos para “suprir o déficit do Estado do Rio de Janeiro”.

A Saqueador foi deflagrada pelo Polícia Federal e o Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro no dia 30 de junho. A operação investiga supostos desvios de R$ 370 milhões em obras públicas atribuídas à Construtora Delta, que era controlada por Cavendish. Além do empresário, foram denunciadas mais 22 pessoas que estariam envolvidas no esquema de lavagem envolvendo verbas públicas federais.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

7 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Júnior Sertanejo

- 2016-07-28 21:56:14

Perdão.Em adendo a meu

Perdão.Em adendo a meu comentário anterior,o Editor do Blog,em dia de rara inspiração,fez publicar o antológico "Esqueçam o Policarpo,o Negócio é com Roberto Civita."Esse foi desta para uma melhor.E continuamos com a toada mais triste que ouvi na minha vida.O melhor controle para mídia é o controle remoto.Confesso aos pés da Santa Cruz,quando ouço ou me lembro disso,entro imediatamente em estado de profunda melancolia.

Júnior Sertanejo

- 2016-07-28 21:47:31

Vida ingrata.O ex Senador

Vida ingrata.O ex Senador Demóstenes Torres foi cassado e cumpre um auto exílio em terras Goianas.Carlinhos Cachoeira está a ver o sol nascer quadrado.E o Caneta por onde andas?Eu respondo: O melhor controle para a mídia é o controle remoto.Na mosca.

lenita

- 2016-07-28 20:54:08

Isto é só para tentar...

Passar a idéia de que  vão em outra direção, como se não sabíamos da maneira de agir desses pseudo juízes, procuradores, desembargadores, etc.

Porém , todavia, contudo, não se menciona que Cachoeira era (ou é) amigo do Perillo (só o Lula tem amigo). E que o Cavendish fez diversas obras no estado de ..... SP , claro, além de ser amigo tb do Sérgio Cabral, que como o PMDB/PSDB passaram a ser irmãos desde criancinha. Por isto está protegido por todos . Principalmente pela nossa queridíssima mídia.

jcordeiro

- 2016-07-28 19:59:21

Tadinho do Magistrado

Nassif: esse Juiz brinca com fogo. Prender Cachoeira e seu bando é provocar a ira de um certo magistrado Superior, mestre em HC Canguru. O homem normal já assusta, imagine zangado. Sem esquecer que, segundo Delcídio, o grupo dos 6 é muito unido. Bateu recurso dos amigos do Demostenes [aquele do DEM] na Casa e as chances de provimento alcança 99,999%. Principalmente se o Cafofo onde estão os meliantes não dispor de frigobar e TV nas celas e piscina para o banho de sol diário. Dizem que o Plin-Plin já foi acionado, via uns delegados federais, para vasculhar a vida do desinfeliz. Se nada descobrirem, inventarão, pois nunca serão alcançados por qualquer medida punitiva. Por isso minha preocupação com esse desavisado magistrado. Tá ferrado. Caiu no bico do corvo. E assim que o impedimento for confirmado, será banido para a Ilha do Diabo, a bem do serviço público. Pois esse Judiciário é eficiente, transparente e implacável com quem o provoca.

PS.: mas Cachoeira pode safar-se. Numa delaçãozinha, premiada ou não, é só dizer que Lula recebia parte do dinheiro. Prova? Tá querendo muito.

alexis

- 2016-07-28 19:53:55

Vamos ver a mulher....

Vamos ver quanto demora a mulher de Cachoeira em entrar na sala do Juiz e ameaçar, como fez na ano passado.

http://noblat.oglobo.globo.com/noticias/noticia/2012/07/mulher-de-cachoeira-ameaca-juiz-com-dossie-pagara-fianca-457689.html

martos

- 2016-07-28 19:28:38

Vergonha essa justiça,

Vergonha essa justiça, condena os pobres, negros e ganha roubou dos cofres públicos R$ 370 milhões pode sair livre com uma tornozaleira e curtir a noite no Rio de Janeiro. O CRIME COMPENSA QUANDO TEM AMIGOS NO JUDICIARIO PARA UM HABEAS CORPUS.

Alessandroaf

- 2016-07-28 18:45:05

Sai já já

Interessante é o Dirceu na prisão perpétua e o Capoeira livre...

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador