Cerveró diz que juiz da Lava Jato aceitou denúncia com base em revista

“(Essa denúncia sem provas) já me custou cinco meses de cadeia. Qual foi o critério que o senhor usou para me manter preso preventivamente?”, perguntou o ex-diretor da Petrobras. Sérgio Moro respondeu: “Não vou ficar aqui discutindo minhas decisões judiciais. O interrogado aqui é o senhor, e eu sou o juizo, certo?”

Jornal GGN – O ex-diretor de Internacional da Petrobras Nestor Cerveró questionou o juiz federal Sérgio Moro, que conduz os processos da Operação Lava Jato em Curitiba, sobre os motivos para mantê-lo preso preventivamente. Segundo Cerveró, Moro acatou denúncias frágeis feitas pelo Ministério Público “com base em uma revista”, e isso já lhe custou “cinco meses de cadeia”. 

“Qual foi o critério que o senhor usou para me manter preso”, perguntou. Moro respondeu: “Não vou ficar aqui discutindo minhas decisões judiciais. O interrogado aqui é o senhor, e eu sou o juizo, certo?” O depoimento foi gravado essa semana e circula na internet a partir desta quinta-feira (7).

Cerveró é acusado de ter comandado um setor da Petrobras que teria influência direta do PMDB na cobrança de propinas a empresário que obtinham contratos com a estatal. Ele é acusado de lavagem de dinheiro na compra de um duplex em Ipanema, em nome de empresa offshore aberta por terceiros. 

Por mais de uma hora, Cerveró tentou explicar a Moro que não praticou nenhum crime na tentativa de ocultar o suposto patrimônio obtido com ilicitudes. Em diversos momentos, ele ironizou sentença proferida pelo juiz no sentido de bloquear cerca de 106 milhões de reais que seriam fruto de propinas obtidas com a compra de navios sonda e da Refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos.

“O senhor não me leve a mal, mas há duas coisas que me chamaram atenção. A primeira é que a investigação foi feita a partir de denúncia de revista. Achei que a Polícia Federal trabalhasse com coisas mais sólidas, e o senhor acolheu a denúncia”, disparou Cerveró. “A segunda, que eu não concordo e realmente tenho que manifestar a minha indignação, é que eu fui preso preventivamente sem ter nenhuma prova contrária (a mim), sem nenhuma acusação comprovada. Eu não estava fugindo país”, acrescentou.

“Eu fui acusado pelo (empresário) Julio Camargo de receber não sei quantos milhões (em propina). O senhor foi ver (o patrimônio) e eu não tinha dinheiro nenhum, tinha 30 mil reais, 20 mil reais”, disse Cerveró, que chegou a solicitar a Moro que o dinheiro fosse desbloqueado. “Eu estou sem receita. Meu salário na Petrobras dava mais de R$ 110 mil por mês. E eu não era o maior salário, a Graça (Foster, ex-presidente da estatal) chegava a R$ 150 mil, fora bônus, gratificações. Isso tudo, em março de 2014, eu perdi. Meu salário hoje é a aposentadoria. Hoje eu tenho uma renda que deve dar uns R$ 12 mil, R$ 15 mil”, reclamou.

Falta de critérios

Cerveró sugeriu falta de clareza nos critérios utilizados por Moro para decretar prisão preventiva, e chegou a pedir que sua situação fosse revisada, alegando falta de motivos para mantê-lo na carceragem da Polícia Federal do Paraná.

“Longe de querer ofendê-lo, mas qual o sentido de eu estar há cinco meses preso? Por que não posso responder em liberdade?”, questionou. “Eu vou avaliar a questão das provas e a prisão preventiva quando da sentença, certo?”, disse Moro, depois da insistência do investigado sobre o assunto. “O senhor recebeu a decisão [que explica os motivos da prisão preventiva], senhor Nestor. Mas não vou ficar aqui discutindo minhas decisões judiciais. O interrogado aqui é o senhor e eu sou o juizo, certo?”

A sentença de Cerveró deve ocorrer a partir de junho, segundo informações do Estadão.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

40 comentários

  1. Moro não poderia ser juiz no nosso 1o Império…

    Engraçado que lendo um belo livro sobre a História do Brasil, deparo-me com uma das cláusulas da 1a Constituição brasileira, de 1824, promulgada por um Imperador… Ou seja, estamos falando de quase 200 anos atrás e de algo que até um Imperador (na verdade um absolutista), Pedro I, entendia como um direito do cidadão. Mas sabemos que muito pior que Moro é quem lhe dá cobertura… Essa indecente Rede Globo e todos os seus satélites midiáticos que não sobrevivem sem ela.

    “Que em caso algum fosse alguém “lançado em degredo ou masmorra estreita, escura ou infecta” ficando abolido para sempre “o uso de correntes, algemas, grilhões e outros ferros inventados para martirizar homens ainda não julgados” (…História do Brasil: uma interpretação / CG Motta e Adriana Lopez – uma das cláusulas da 1a Constituinte brasileira, proposta em 1823 e aprovada por D. Pedro I…).

  2. Por que estou preso há 5

    Por que estou preso há 5 meses sem que haja provas contra as acusações contra  mim?

    PERGUNTA NÃO RESPONDIDA.

    As perguntas pertinentes do Stanley Burburinho ao Dr. Dellagnol também não.

    Deveriam ser respondidas e satisfatoriamente, pois, deixadas assim, sem respostas. dão direito ao leigo cidadão pensar que estamos vivendo uma ditadura judicial.

    Com todo o respeito à Justiça desse país.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

  3. Quando a policia e o

    Quando a policia e o judiciario se movem por interesses politicos quem sofre é a justiça, prender Chico e soltar Francisco, investigar o partido A porém poupar o partido B, limitar o escopo das investigações a apenas ao que possa atingir o governo federal e seu entorno são atitudes que põe em descrédito as decisões do ganhador do prêmio “Faz diferença” dos irmãos Metra… ops Marinho, a não ser que “fazer diferença” se refira a tratar diferentemente certos acusados.

    • Varios

      Sim vários. E nos EUA nos casos Rosemberg , Sacco & Vanzeti e do rapto do filho de Lindberg (notório colaborador nazi).

      Havia também nos tribunais especias na França de Vichy. E no Brasil no caso dos Irmãos Naves, e em Moscou também quando expurgavam os indesejáveis de plantão. Na Espanha franquista então…parece ser o espelho de alguns tupiniquins.

      Justiça não pertence a um grupo, pertence ao povo. Por isso os Founding Fathers nos EUA quando escreveram a constituição começaram por  “We, the people…” .

       

  4. Quasimodo é inocente

    “Eu fui acusado pelo (empresário) Julio Camargo de receber não sei quantos milhões (em propina). O senhor foi ver (o patrimônio) e eu não tinha dinheiro nenhum, tinha 30 mil reais, 20 mil reais”, disse Cerveró…blábláblá

    nossa, como é inocente !! pobre homem

     

  5. Tudo isso creio eu, deve ser

    Tudo isso creio eu, deve ser de responsabilidade do supremo. Esse juiz não responde a alguém, a alguma corregedoria?

    Ou será que responde à globo, veja, psdb? Não à toa o juiz  Zavascki vai tirando as pessoas da cadeia desse senhor juiz que não tem que responder a questionamento nenhum, porque afinal é juiz. Será que esse Brasil ainda tem jeito?

  6. Tudo isso creio eu, deve ser

    Tudo isso creio eu, deve ser de responsabilidade do supremo. Esse juiz não responde a alguém, a alguma corregedoria?

    Ou será que responde à globo, veja, psdb? Não à toa o juiz  Zavascki vai tirando as pessoas da cadeia desse senhor juiz que não tem que responder a questionamento nenhum, porque afinal é juiz. Será que esse Brasil ainda tem jeito?

  7. Morinho

    Finalmente ficou claro aquilo que era conclusão apenas dos críticos ao modus operand do Sr Moro: ele é uma fraude completa, um projeto de juiz que foi literalmente engolido na oportunidade dada ao acusado para questionar. Ficou sem repsostas e mesmo tendo dado autorização, para que o acusado expusesse seus questionamentos, acabou apelando para o QUEM MANDA AQUI SOU EU.

    Uma vergonha inimaginável para o paladino globeleza. Pipocou, não tinha argumentos e saiu pela tangente.

    Esse video se mostra antológico em relação a essa operação recheada de vícios e infrações ao direito.

    Definitivamente, com todas as letras: o sr moro se apequenou ao tamanho real de sua figura, que se mostrou mais que patética ao ser DESTROÇADO (isso não é exagero em hipótese nenhuma), e nem sua arrogância minimizou os estragos definitivos a sua imagem.

  8. Se este juiz passasse por um

    Se este juiz passasse por um psicólogo, igual ao que joaquim barbosa passou tentando entrar no corpo diplomático, com certeza, seria reprovado. Tem alguma coisa ruim nas feições deste cara. Este homem é malvado, vingativo, por este motivo já começaram a enquadrá-lo no supremo.

     

  9. No sistema processual penal
    No sistema processual penal brasileiro, a palavra do réu tem pouco valor. A condenação não pode se apoiar exclusivamente na confissão dele. O réu não pode ser absolvido por ter negado ser autor do crime que contra ele tenha sido provado. Ele não presta compromisso ao depor, portando, não está sujeito a praticar o crime de perjúrio. Se delata um parceiro o réu  pode ser beneficiado, mas a condenação não poderá ser decretada somente com base na delação. Portanto, a baixa credibilidade atribuída a palavra do réu é a regra.
    Em contraste a credibilidade do Juiz encarregado de julgar o réu deve ser elevada. Ele é um servidor concursado, foi obrigado a demonstrar conhecimentos e idoneidade moral antes de tomar posse do cargo. Não pode ter sido condenado por crime e deve cumprir obrigações prescritas em Lei. O Juiz não pode ser amigo ou inimigo do réu, tampouco está autorizado a receber dinheiro ou presentes para julgar de uma maneira ou de outra. A ele é garantido o direito de julgar consoante seu livre convencimento racional, mas a decisão deve sempre levar em conta as provas lícitas produzidas no processo.
    No “campo jurídico” não há igualdade entre Juiz e réu. A posição de ambos no “campo jornalístico” é irrelevante para o “campo jurídico”, por isto se exige do Juiz que mantenha o decoro e não se exponha voluntariamente à execração pública. Quando se deixa seduzir pelo “campo jornalístico” o Juiz se iguala ao réu e começa a perder sua credibilidade. É exatamente o que está ocorrendo com Sérgio Moro.

  10. Prisão injusta

    N’A Privataria Tucana Amaury Ribeiro Jr. produziu uma bela investigação só com pesquisas em documentos públicos. Imagine se ele dispusse de quebras de sigilo fiscal, telefônico, bancário e um aparato policial para interrogatórios!

    Infelizmente os poderes constituídos não querem investigar os tucanos.

    A prisão do Cerveró baseada em uma “reporcagem” de revista ( a mesma que publicou uma capa na véspera da eleição-“eles sabiam”) que já se mostra totalmente falsa é lamentável.

    Se o juiz Moro tiver um mínimo de dignidade terá que soltar o Nestor Cerveró imediatamente.

  11. Se recebeu dinheiro de

    Se recebeu dinheiro de propina, onde foi parar? cabe a acusação as provas. Dinheiro deixa rastro. se em cinco meses não acharam o dinheiro, por que o cerveró ainda está preso

    Começa a cheirar mal essa história

  12. Ê andar.. pacataratandá… que Deus tudo vê…

    Horripilante!…..”Ah…como é difícl torna-se herói. Só quem tentou sabe como dói, vencer satã só com orações”…..

  13. Será que todos do judiciário…

    Olha  pra onde o profissionalismo do juiz Moro esta indo… Será que todos do judiciário usa as revistas para condenar?

    Se for assim , isso é péssimo

  14. o risco era fugir………….

    o risco era fugir, mas Cerveró foi preso ao entrar no Brasil……….

    nossa justiça é digna de risos………..é muita pisada na bola……

    este juizinho deve estar sendo motivo de risos de seus pares.

  15. Cadê as provas? O gato comeu! Cadê o gato? …

    A desculpa agora é que: “existem mais provas e não apenas só essas”. 

    Aí pergunta-se: onde estão tais provas?

    Depois de o sujeito mofar 6 meses na prisão elas aparecem em forma de confissão.

    Eita justiça tupiniquim…

    É por isso que eles importam teorias… para aplicá-las de forma equivocada, mas consciente.

     

     

  16. Triste…

    Quem não se calou durante a ditadura certamente ouviu a frase: “Você tem toda razão mas vai preso assim mesmo.”

     

    Pronto, os convescotes dominguiros dos coxinhas podem cessar. Foram atendidos e nem foi necessário que os militares voltassem ao poder para que o autoritrismo e as arbitrariedades fosse restabelecidas pelos conservadores no nosso país.

     

    Se durante os primeiros 12 anos de PT no governo federal se tinha a impressão de que “agora vai”, de que estávamos caminhando no sentido de termos um país realmente próspero, com desigualdades e exclusões reduzidas, todos produzindo, todos se beneficiando, episódios como os desse juiz fazem crer que o sonho de um Brasil próspero, justo e honesto pode levar mais um pouco para se realizar. Pior para todos nós, sem exceção, de coxinhas a esclarecidos, de “direitosos” e “esquerdosos”…

  17. Desde o começo dessa feira

    Desde o começo dessa feira lavajato, só tenho observado falação de lado a lado, mas somente de um lado da feira se distribui prêmios e elogios, do outro o tomate tá podre e só serve para xepa. Tá tudo confuso e toda essa trapalhada jurismidiatica vai acabar beneficiando os que ainda não foram denunciados ou escondidos, e, quando forem revelados, isto se forem, as provas não valerão. “…não tenho que discutir com o senhor minhas decisões judiciais…”  disse Moro, o premiado juiz, e com essa resposta a Cerveró acabou dando razão às constextações de suas decisões seletivas no julgamento de um dos lado da feira; ficou provado o jurismidiatismo nas decisões judiciais do caso. E o povo, esquerda ou direita, alienados ou egoistas, continua mal informado. É uma geleia geral na nossa República: a segurança jurídica acabou e tá igualzinho aos tempos de excessão política. É um teatro do edifício Balança-mais-não-cai. Em quanto não morrermos de rir, agente vai levando um pé no trazeiro. Aqui, o povo diz: desculpe a vergonha que passei senhora Justiça alienada pela monopolista imprensa golpista; a República brasileira agradece.

  18. Desde o começo dessa feira

    Desde o começo dessa feira lavajato, só tenho observado falação de lado a lado, mas somente de um lado da feira se distribui prêmios e elogios, do outro o tomate tá podre e só serve para xepa. Tá tudo confuso e toda essa trapalhada jurismidiatica vai acabar beneficiando os que ainda não foram denunciados ou escondidos, e, quando forem revelados, isto se forem, as provas não valerão. “…não tenho que discutir com o senhor minhas decisões judiciais…”  disse Moro, o premiado juiz, e com essa resposta a Cerveró acabou dando razão às constextações de suas decisões seletivas no julgamento de um dos lado da feira; ficou provado o jurismidiatismo nas decisões judiciais do caso. E o povo, esquerda ou direita, alienados ou egoistas, continua mal informado. É uma geleia geral na nossa República: a segurança jurídica acabou e tá igualzinho aos tempos de excessão política. É um teatro do edifício Balança-mais-não-cai. Em quanto não morrermos de rir, agente vai levando um pé no trazeiro. Aqui, o povo diz: desculpe a vergonha que passei senhora Justiça alienada pela monopolista imprensa golpista; a República brasileira agradece.

  19. Tá pior que juiz de futebol vendido …

    É isso que dá ser um juiz do PIG e não um juiz de verdade. Vazamentos seletivos, investigações obstruídas não por falta de importância, mas pela determinada pela parcialidade. Quer aparecer na imprensa ? Vira ator … Quer destruir o PT ? vira tucano … Pelo menos se assuma como tal. Depois do dr. Flávio Roberto Souza, famoso pelo caso Eike, aparecer no Fantástico e se declarar imparcial, desviar um monte de dinheiro, não falta mais nada para essa justicinha …

  20. Se realmente Cerveró, entre

    Se realmente Cerveró, entre outros presos, nada tem a declarar, a não ser tentar mostrar sua indignação, resta a nós sentir pena, muita pena desse homem, que nas mãos da justiça paranaense já virou um coitado. Uma situação muito humilhante para ele, sobretudo que está sabendo que quem mais se declarou ladrão, e que não passa de um bandido de carteirinha, deve estar em casa, vendo esses videos, como eu, se rindo do mundo, sabendo que logo mais voltará a ser totalmente livre, com dinheiro no bolso, talvez com fama de herói.

  21. – – – –

    “O senhor não tem mesmo conta no exterior ? “

    “O senhor não acha estranho morar no apartamento sem pagar aluguel ? “

    Por favor , alguém vá lá e diga ao juiz a quem cabe o onus da prova !

    Quando o Brasil vai sair da Idade Média ?

  22. A Lava com o Jato, foi montada para promover o golpe, mas…

    Está ficando claro, que a Lava com o Jato foi montada para ser uma sucessão de factóides que um escondia o outro, nunca houve interesse de investigar e levantar provas de qualquer uma das fases anteriores (como seria feito numa investigação normal) simplesmente se passava para uma nova fase e se deixava de lado a anterior. Resultado, se haviam provas elas não foram descobertas.

    Este interesse que passar de um factóide a outro até o ponto que resultasse numa crise institucional e prendia-se todos sem prova nenhuma. A crise não veio, em compensação está vindo o refluxo de toda a operação.

    O que sobra da Lava com o Jato é o estrelismo do Ministério Público e do juiz Moro, o que vai faltar é provas de delitos verdadeiros que possam ter ocorrido.

    • Essa operação Lava com o Jato

      Essa operação Lava com o Jato possívelmente será anulada no STF diante dos inúmeros erros cometidos tanto nas investigações como no julgamento sem provas, tendo como base apenas os disse me disse das delações premiadas.  

  23. “Vai dar em nada..
    O

    “Vai dar em nada..

    O espetáculo da lava jato para emporcalhar o pt junto a opiniao pública, as prisoes “só de petistas”, até a prisao ilegal da cunhada do vaccari, etc. etc. já cumpriram o papel delegado aos seus prepostos.

    Agora é invalidar tudo, inclusive deixar prá lá todas as incriminaçoes relativas ao psdb, pmdb, pp etc, porque o objetivo já foi alcançado – quebrar o pt e a economia do país.

    A justiça brasileira perdeu a vergonha e a decencia. A pf, mp, mpf, stf, pgr, cnj, tribunais estaduais, etc sao todos farinha do mesmo saco, partidários, vendidos aos interesses yankees, banqueiros, setor empresarial..

    O ministério da justiça está vago faz tempo.

    Um país com tantos inimigos – nacionais e estrangeiros – nao tem como dar certo, e o seu povo, despolitizado que é, vai ver a sua vida virar de cabeça para baixo nao demora muito. O povo está num transe que a imprensa brasileira assim impôs. O controle remoto nao tinha como dar certo.

    Ficamos assim – sem direitos trabalhistas, sem justiça, sem dignidade e com a polícia à espera nas ruas para reprimir qualquer manifestaçao dessa desgraça toda. Quem se habilita a ir para a rua apanhar da pm, ser algemado e encarcerado, e depois, ser execrado nas tv e jornais e ficar humilhado mofando na cela??

    Ainda podemos ir para as ruas. Ainda dá tempo para lutar, porque depois de consumada todas essas medidas o povo será encurralado. Mas para lutar há que se ter, além de “Bandeira” e organizaçao, um estado de consciencia dos erros a serem combatidos. A consciencia está adormecida e sem reaçao lúcida.

    Era isso que o povo queria quando foi à rua dia 15 de março?? Conseguiram demosntrar só a sua total ignorancia e analfabetismo político. Essa é que é a muniçao de quem quer o Brasil de joelhos e miserável.

    A pior desgraça para uma sociedade é a sua igorancia. Manipulam a ignorancia e despolitizaçao do povo para que o próprio povo se destrua, pois um povo com essa característica torna-se o algoz de si mesmo.

    O BRASIL É UM PAÍS RICO QUE VAI MORRER POBRE E MISERÁVEL.

    Um povo adormecido e passivo nao se salvará da desgraça que vem pela frente e ainda condenará os seus descendentes a uma vida de servidao e pobreza extrema.

    Estao tomando o Brasil de assalto e o seu povo nao luta nem se envolve na discussao. Vao perder tudo – os direitos que conquistaram, o patrimonio público que ainda resta e aquilo que seria consquistado. E os eua morrem de rir de nós. Estao colocando país de joelhos para eles se fartarem de tudo. E os quem estao entregando receberao a sua contrapartida, mas ao povo só retará os olhos para chorar a sua desgraça.

    É desoladora a situaçao. Estao destruindo o país diante de um povo que dorme, que está em transe e nem se dá conta da tramoia toda.”

    • Obrigado Luísa

      Parabéns Luísa pela sua mensagem realista sobre a conjuntura atual que resultou de um caso pensado, pesado e medido. Infelizmente o PT no governo não cuidou da consciência política da população e não enfrentou a fabricação de crises propalada pelo PIG. Tivemos grandes avanços sociais que se materializaram na prática com melhores condições de vida de grande parte da população, mas não lembrada e não reconhecida pela mídia e consequentemente pela maior parte da classe média. Nos governos anteriores ao PT,  tinhamos frequentes chamadas em casa ou nas ruas pedindo prato de comida e alimentação, o que hoje não temos nos tempos atuais.

  24. Meu comentário prévio

    Prezado Nassif,

     

    Fiz uma observação sobre a impropriedade de apor-se comentários sobre deficiências físicas de pessoas e ao que me parece ele ficou na “cerca”. Você poderia, por gentileza confirmar se ele chegou ao blog sobre o assunto em pauta?

    Grato,

    CZ

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome