CNJ quer barrar extra de até R$ 7,2 mil a juízes de Mato Grosso do Sul


Foto: Divulgação
 
Jornal GGN – O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) quer impedir o pagamento de até R$ 7,2 mil em auxílio-transporte aos juízes do Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul. O benefício foi aprovado nesta quarta-feira (19) pela Assembleia Legislativa do estado, mas o CNJ quer barrar a medida.
 
Para isso, o presidente do CNJ, ministro Dias Toffoli, determinou um pedido de providências e remeteu o caso ao corregedor-nacional de Justiça, Humberto Martins. 
 
O pedido partiu dos conselheiros do CNJ, Henrique Ávila e Maria Tereza Uille Gomes, que solicitaram “providência imediata” do CNJ, com o objetivo de “resguardar a moralidade” e barrar a criação e pagamento do benefício dado aos magistrados do Tribunald e Justiça do Mato Grosso do Sul.
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador