CNMP aconselha procurador da Lava Jato a evitar posts políticos

 
Jornal GGN – O procurador da Lava Jato, Carlos Fernando dos Santos Lima, também esteve na pauta do Conselho Nacional do Ministério Público. O Conselho arquivou a representação do ex-presidente Lula contra ele e lhe deu somente um puxão de orelhas: recomendou que o procurador não use redes sociais para expressar posições políticas.

 
O CNMP foi acionado em julho do ano passado pela defesa do ex-presidente Lula para que se fizesse uma verificação de possível desvio funcional do citado procurador. Carlos Fernando é um tuiteiro e facebuqueiro extremamente ativo. A representação feita pela defesa de Lula baseou-se em textos com críticas a Lula publicados no Facebook pelo procurador da Lava Jato. E isso com processos correndo na Justiça representada, também, por ele.
 
O ativismo político de promotores e juízes é um assunto recorrente.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora