PT propõe consultar sociedade sobre o destino das riquezas do pré-sal, diz Haddad

Foto: Ricardo Stuckert

Jornal GGN – O golpe do impeachment em Dilma Rousseff (PT) alçou ao poder um grupo político que tem como principal objetivo o desmonte de políticas e empresas públicas e a entrega das riquezas nacionais, como o pré-sal. Para tornar setores e projetos estratégicos menos dependentes do resultado das urnas, o PT propõe nesta eleição que a sociedade seja consultada sobre os temas mais relevantes para o desenvolvimento do País. E, de acordo com o candidato a vice-presidente do PT, Fernando Haddad, a população tem que ser consultada sobre “como vamos comprar o passaporte para o futuro com o recurso do pré-sal.”  
 
“Pré-sal é coisa séria, não dá para cada governo fazer de um jeito. (…) Já que há divergências políticas sobre esse tema – e é uma riqueza que pode chegar a 100 bilhões de barris, portanto, uma riqueza trilionária – temos que consultar a população para definir como a exploração será feita e qual a destinação dos dos royalties”, disse Haddad em entrevista a sites e blogs independentes, na manhã desta terça (7).

 
Na visão do coordenador do programa de governo de Lula, se a questão do pré-sal passar por uma consulta popular, “fica mais difícil para um novo governo rever isso. Você tranquiliza as pessoas e as empresas também, que verão qual é a regra do jogo e vão se adaptar. Agora, se a empresa estrangeira percebe a classe política vulnerável a suas pressões, o jogo de forças vira outro”, disse Haddad, lembrando que, por sua importância na economia e desenvolvimento, “o petróleo desestabiliza muitos regimes no mundo inteiro.” 
 
“Não podemos ser fonte de matéria-prima para economias desenvolvidas”, avaliou.
 
Haddad diz que a iniciativa de consultar a população sobre temas de impacto nacional parte do pressuposto de que “precisamos reativar a democracia para que as pessoas sintam que estão no poder, que o poder volte para as mãos delas.”
 
Segundo Haddad, o programa de governo do PT, na eleição de 2018, também está comprometido com uma assembleia exclusiva para redigir uma nova Constitutição, mas há retrocessos criados no governo Temer que não podem esperar por uma constituinte.
 
Ele citou como exemplo a PEC do Teto dos Gastos, que congelou os investimentos públicos pelos próximos 20 anos. “Congelar os gastos por 20 anos é fazer o Estado decrescer, não é buscar eficiência. (…) Tem coisa que não dá para esperar nova constituinte. Temos que rever agora.” Na visão do petista, será necessário aprovar uma outra emenda à Constituição para derrubar o feito de Temer.
 
O ex-prefeito também comentou que, uma vez concluído o programa de governo do PT, a campanha de Lula agora se debruçará sobre a produção dos decretos e projetos de lei que serão apresentados ao Congresso a partir de 2019.
 
DEBATES E SABATINAS
 
Haddad também insistiu que o PT vai apresentar todos os recursos possíveis para garantir que Lula tenha a chance de participar de debates e sabatinas para divulgar o plano de governo. Candidato a vice, Haddad não informou se há estratégia jurídica em curso para garantir que sua participação como substituto de Lula, já que a justiça vem rejeitando, reiteradamente, que o ex-presidente participe de qualquer agenda relacionada à campanha eleitoral.
 
Haddad abriu a coletiva de imprensa com a mídia alternativa afirmando que o “plano Lula de governo deixa claro que vai enfrentar” dois problemas “graves para a democracia brasileira: a falta de acesso ao crédito e falta de acesso à informação. Não existe democracia econômica sem crédito barato e não existe democracia participativa sem informação fidedígna.” 
 
Participaram da entrevista os portais Jornal GGN, Diário do Centro do Mundo, Brasil de Fato, Rede Brasil Atual, Revista Fórum, Brasil 247 e Jornalistas Livres.
 
Assista abaixo:

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

6 comentários

  1. Maldito republicanismo… Que

    Maldito republicanismo… Que consultar sociedade o quê!?

    O PT, se eleito (por um milagre) tem o DEVER de reaver o pré-sal e todas as empresas nacionais vendidas a preço de banana nesse golpe. Consultar esse povo, repleto de paneleiros e pobres de direita, é dar margem ao erro.

    Será que ninguém nesse partido leu Maquiavel!?

    • Pois é, e depois não entendem

      Pois é, e depois não entendem porque muitos que votavam no Lula “paz e amor” preferem agora votar no Ciro “mando bala”.

  2. A esquerda brasileira está se

    A esquerda brasileira está se renovando com uma ótima safra de jovens lideranças como o Fernando Haddad, Manuela D’ávila, Gleisi Hoffmann, Marília Arraes e Guilherme Boulos. Os partidos progressistas brasileiros estão passando por algo muito semelhante com o que acontece com seus congêneres na Europa e Estados Unidos com Mélechon, Corby e Sanders, só que há uma diferença, no Brasil os novos líderes são jovens.

     

  3. ELEIÇÂO SEM LULA È FRAUDE

    ELEIÇÂO SEM LULA È FRAUDE !!!  ..estamos reféns dum golpe  ..o POVO PARVO esta sendo conduzido por um JUDICIÀRIO CRIMINOSO

    Esta eleição não é convencional

    Haddad não é substituto, é representante  ..NÃO tem que propor nada  ..ele NÂO é candidato, é representante

    Prisão e idéias, realizações do governo de LULA   ..estes são o foco  ..não as idéias de Haddad ou do PT

     

     

  4. Lula é vítima do PSDB

    Lula foi e está sendo vítima como foi a Dilma, de um complô do PSDB leia-se aqui dos seus mais importantes cardeiais. Sua prisão é injusta, sua condenação é uma farsa  que não segue o devido processo legal, com provas forjadas e plantadas cujo objetivo é inviabilizar sua candidatura à presidência. Tanto é verdade, que todos os acusados do PSDB na Lava Jato que são muito mais graves e com provas materiais abundantes continuam soltos sem que a justiça tome qualquer medida mais drástica para pelo menos levá-los a julgamento. Em suma, Lula esta sequestrado e trancafiado em Curitiba pelo PSDB,portanto, tirá-lo da prisão é um ato de justiça seja lá qual for o meio.

  5. 88 ANOS DE ESQUERDO-FASCISMO. INDÚSTRIA DA POBREZA

    Realmente Gilberto Marcondes, você foi a síntese do Pensamento Esquerdopata. Para que ouvir a opinião do Povo? Povo serve para que mesmo? Devemos continuar com o Regime Ditatorial que ajudamos a implantar desde 1930. Voto Obrigatório na farsa de Representantes do Povo. Meía dúzia de criminosos dividindo o Poder numa suposta Democracia. Democracia Esquerdopata Fascista e sua Legislação Fascista que já dura quase 1 século. Morde-Assopra entre Quartéis Militares e Elite pseudo-Progressista. Ouvir a Nação Brasileira apenas sobre o Pré-Sal? E sobre a Indústria de Medicamentos? Outro Pré-Sal? E sobre a Indústria Automobilística? Outro Pré-Sal? E sobre a Produção de Energia Elétrica? Outro Pré-Sal? E sobre a Indútrsia Aeronáutica? Outro Pré-Sal? E sobre a Indústria Naval? Outro Pré-Sal? E sobre a Indústria da Mineração? Outro Pré-Sal? E sobre outras milhares….Plebiscitos, Referendos? Mas já tivemos isto sobre Desarmamento. E não foi respeitado exatamente pelo partido que estava no Poder. E era o mesmo de Haddad. A Opinião Soberano do Povo Brasileiro só é lembrada quando para tirar o rabo da reta? Quando a água já bate na bunda? ” Do Povo, pelo Povo, para o Povo”. Isto foi roubado desta Nação em 1930 por Elite Esquerdista Fascista. E estão tentando prolongar o crime por mais alguns anos. O Brasil é de muito fácil explicação. FARSANTES.   

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome