Condenados deverão doar livros para a biblioteca na Papuda

Sugerido por Fiódor Andrade

Continua o linchamento dos “mensaleiros” 

Do R7
 
 
Os condenados falarão com visitas por interfone e têm banho de sol reduzido
 
Os condenados no processo do mensalão, presos desde o dia 15 de novembro no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, foram obrigados a doar seus livros para a biblioteca da Penitenciária e passaram a ter a leitura limitada a duas horas diárias — das 9h às 11h. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. 
 
A mudança na rotina da penitenciária ocorreu após o Ministério Público do Distrito Federal pedir à Justiça que todos os presos na penitenciária tenham os mesmos direitos.  
 
As regalias, como receber visitantes e advogados em uma sala mais confortável da administração da Papuda, foram cortadas.

 
Agora, os mensaleiros têm de conversar com suas visitas em ambiente dividido por um vidro duplo, sem ventilação e por meio de um interfone. Não há mais contato físico. As caravanas de congressistas também foram proibidas. 
 
Oposição quer detalhes de firma de Dirceu no Panamá
 
Entre as queixas dos presos comuns estavam o constrangimento de usar o banheiro com portas abertas e o limite de duas horas de banho de sol por dia, enquanto outros internos ficavam até 12 horas fora das celas. A rotina mais rigorosa já provocou reclamações.
 
Na semana passada, Delúbio Soares, que divide cela com Dirceu, queixou-se de ter sido levado à biblioteca por apenas meia hora. Marcos Valério, operador do mensalão, protestou por ter o barbeador elétrico confiscado e trocado pelo kit de higiene da cadeia. 
 
O Depen (Departamento Penitenciário Nacional) chegou a marcar sessão para raspar o cabelo dos presos, inicialmente trancados em ala federal, mas eles foram “salvos” da máquina 2, padrão na unidade, porque logo foram transferidos aos setores da Papuda sob gestão do Governo do DF. 
 
Dirceu e Valério, que têm cabelo implantado, conseguirão preservar o visual enquanto ficarem ali. O subsecretário do Sistema Prisional do DF, Cláudio Magalhães, avisa que na Papuda não é obrigatório raspar o cabelo. A Secretaria de Defesa Social de Minas avisa que, transferido para o Estado, Valério não escapa do pente na altura 1, obrigatório para os homens. Em São Paulo, a regra também é passar a máquina.  

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

39 comentários

  1. ” … Entre as queixas dos

    ” … Entre as queixas dos presos comuns estavam o constrangimento de usar o banheiro com portas abertas e o limite de duas horas de banho de sol por dia, enquanto outros internos ficavam até 12 horas fora das celas. A rotina mais rigorosa já provocou reclamações. … “

    Penso que a chegada dos “mensaleiros” tornou, ao contrário do que diz a imprensa conservadora, as regras mais rígidas para todos os presos. A reclamação seria não porque os recém chegados teriam mais regalias, mas que as regalias de todos teriam sido cortadas devido a chegada dos “mensaleiros”.

    No trecho acima há um contorcionismo de palavras que não se consegue entender nada. Quem está reclando do quê. Ou o jornalista não entendeu nada do que está acontecendo, ou está tentando esconder a verdade.

    • Não, não estão testando a

      Não, não estão testando a tolerância do brasileiro à injustiça. Eles contam com a intolerância do senso comum a qualquer tipo de crime, mesmo o de roubo de galinha e que não tenha provas. Não podemos fingir que a turba não é chegado à linchamentos.

      Estão é testando os limites do PT. Humilham lideranças históricas do partido, como uma vendetta, e para afirmar que ainda detém uma boa parte do Estado, a despeito do partido que está ocupando a presidência.

      Não sei se também tem algo de intecional, como forçar a reação e com isso carimbar o PT como defensor de corruptos. E claro aumentar a tensão com o STF, provocando instabilidade institucional.

      Mas sei de uma coisa que eles estão conseguindo. Unir o PT e sua militância. Que andavam muito acomodados. E pode ser que a ‘revanche” não seja atabalhoada e incendiária, mas sim estrategicamente contundente. Dirceu e Genoino são muito mais inteligentes que a cambada toda. Incluindo o pig, o JB, o FHC, toda a tucanagem. Isso sem contar o Lula

       

       

       

  2. Nova rebelião a vista.

    Caro Nassif e demais

    Então “A rotina mais rigorosa já provocou reclamações.”?! de quem, dos já presos?

    Limitaram a leitura para duas horas?! Não se pode ler, quem já tem esse hábito?

    Petistas presos, incomodam, em qualquer lugar. Seguramente, quando começar o realcionamento entre os presos e os petistas, ou ainda entre o grupo de apoio e as famílias dos presos, ai sim começará uma rebelião.

    Temos que lembrar, que muitos dos preso, já deveriam estar soltos, mas a “lentidão” da Justiça, não o permite.

    Vem por ai um novo tipo de rebelião. 

    Saudações

    • Acho que os presos tem muito

      Acho que os presos tem muito mais a cobrar da justiça do que dos presos políticos. Organizar os presos na luta pelo andamento dos processos que mantém muitos deles presos mesmo após as penas serem cumpridas e que negam a eles seus direitos legais seria uma boa forma dar uma resposta ao JB (o PIOR e mais incompetente presidente que o STF já teve) pelas ilegalidades que o tirano psicopata togado comete.

      • Caro Ruy
        O Brasi foi

        Caro Ruy

        O Brasi foi construido de forma tão injusta, que não há setor que não sofra com isso, mas que nem sempre fica de forma clara, para quem sofre dessas injustiças. 

        Nada mais justo do que os que estão ali preso, reivindicarem seus direitos.

        JB armou um novo canhão contra ele mesmo e seus patrões.

        Concordo com você.

        Saudações

         

         

         

  3. É grave a situação. A

    É grave a situação. A arbitrariedade vai ganhando espaço. A sociedade precisa reagir principalmente os intelectuais, artistas e lideranças políticas de todas as tendências. Lembrando que muitos que aplaudiram os campos de concentração na Alemanha nazista, morreram dentro deles mais tarde.

    • A omissão é o que há de mais repugnante

      Muitos que se dizem de esquerda e até muitos dentro do PT estão de boca fechada. Essa omissão é quase tão repugnante quanto as arbitrariedades cometidas pelos justiceiros. Estão se sentindo “blindados” ?

      • Elenice, não tenha dúvidas

        Elenice, não tenha dúvidas que as provocações ilegais e arbitrárias feitas pelo JB são cascas de banana colocadas na esperança do governo reagir de uma forma que permita um golpe paraguaio.

        Se eles conseguiram prender inocentes sem provas, estão achando que conseguem destituir uma presidente com um motivo falso qualquer. Isso é ilusão golpista deles, não acho que tenham força para tanto. Mas um erro do governo irá servir no mínimo como desculpa para desestabilizaro o governo, servir de discurso para o oposição (que não tem um até agora) e para justificar as arbitrariedades cometidas.

        Eles tem uma janela de ação que está se fechando, as arbitrariedades vão se tornar insustentáveis, o regime semi-aberto, hoje ignorado ilegalmente terá que ser cumprido, Pizzolato irá mostrar as provas ocultadas a partir da Itália e o processo no tribunal da OEA será aberto, escancarando ainda mais a perseguição política e o caráter de julgamento político dessa palhaçada. JB vai sair da presidência do STF e muito provavelmente sairá candidato a um cargo parlamentar (pessoalmente acho que não ganha de jeito nenhum, só se sair para deputado federal e talvez nem assim, nem com toda a grana da Globo), enfim, JB, mídia e oposição sabem que as provocações não poderão se manter por muito tempo e que a hora de se explicarem chegará. Por isso mesmo estão jogando todas as fichas nas provocações, esperando um movimento em falso do governo ou do PT.

        • Certeza?

          Gostaria de ter a sua certeza, mas não a tenho. No início dessa tragicomédia que foi o “julgamento”, achava que o que estava acontecendo era tão surreal que iria ter uma reviravolta. Agora, depois que tudo e mais alguma coisa aconteceu em termos de injustiça, insulto, achincalhe, passei a duvidar de qualquer possibilidade de reversão. Nem acho que a chamada governabilidade valha tanta humilhação. 

  4. Quê livros terão que doar à biblioteca, afinal ?

    A manchete não está explicada. Supõe que não poderão ler seus próprios livros nas celas. Que lhes restringiram a leitura à leitura na biblioteca, somente no horário prescrito. Ler deve ser considerado uma regalia. Quantos desses presidiários também têm hábito de leitura ? Há muitos intectuais presos ? E aqueles que aparecem sempre nas reportagens com bíblias nas mãos, como que querendo demonstrar sua recuperação, como o maníaco do parque, não ficam lendo, ou fingindo que estão lendo ?

  5. A vingança dos fracassados

    Reportagem porca, que tem o único objetivo de execrar publicamente os condenados na AP 470. Isto é um linchamento cotidiano, uma tortura sem fim, as famílias destas pessoas é que estão a sofrer do lado de fora, pois são obrigadas a ler todos os dias um sem número de reportagens porcas como esta feita pelo portal R7. 

     

    Estão tratando estas pessoas como se fossem judeus num campo de concentração nazista, em plena II Guerra Mundial. É abominável o que está acontecendo. E este termo porco e calhorda de “”mensaleiro””? Este termo porco e calhorda tem o mesmo peso que tinham as marcações com a Estrela de Davi, que eram consturadas nas roupas dos judeus. Tem o mesmo peso simbólico. Tem o mesmo peso dos porcos termos utilizados aqui no Brasil durante a ditadura militar, quando os oponentes eram linchados pela quadrilha oligopólica máfio-midiática, na época, com os porcos termos de “”terroristas””.

     

    Impedir reclusos de ler livros? Qual é a racionalidade disto? Está certo que na visão dos conservadores a leitura de livros é algo extremamente perigoso e subversivo, mas não é aceitável que hoje, em 2013, já com 25 anos de vigência da nova Constituição, se admita procedimento tão imbecil, tão idiota, tão burro, tão contraproducente e tão estúpido quanto o procedimento de impedir que reclusos possam ter livros!

     

    Enfim, esta é uma matéria porca feita por algum porco para satisfazer os desejos de vingança de outros porcos, que andam soltos por aí, destilando seu ódio e sua raiva contra o Partido dos Trabalhadores.

    • Repito aqui o que disse quanto à afirmação do ministro Barroso

      Se perguntados, todos supremos diram que abominam Hitler, considerado um boçal pelos próprios nazistas que o insuflaram. Mas, na prática, estão é bem imbuídos de concepções íntimas nazistas. Essa superioridade de que se sentem portadores, bem expressa no condenar sem provas, é um exemplo típico da reivindicada superioridade nazista. É como bem decreve Dostoiewski, que, se os juízes leram, não entenderam. Fala disso na obra Crime e Castigo. O protagonista é justamente um estudante de Direito, querendo provar sua tese de que seres de inteligência superior, como ele se achava, bem poderiam cometer crimes, como assassinatos, sem ter que estarem submetidos às leis temporais: que estavam acima das leis. Traído pela sua subjetividade, não conseguiu demonstrar sua tese. Foi preso e condenado a cumprir as leis: esse foi seu castigo. Nunca se arrependeu de ter cometido os assassinatos. Seu castigo foi por não ter subjetividade coerente com sua cabeça soberba, foi ter constatado uma limitação sua. É a soberba de que são portadores que os atrai para o comportamento nazista. Creem-se superiores, porque acreditam, piamente, terem feito estudos profundos. Só que os estudos profundos aos quais se referem, só têm profundidade comparados à tecnicidade rasa dos estudos de Direito. Para eles, qualquer objeto que remeta a estudos Filosóficos são de uma profundidade tal a ser atingida apenas por seres superiores. Na realidade, todos humanistas, pensadores, artistas e escritores, e até pessoas sem estudo algum, atingem essa profundidade da qual eles se sentem portadores iluminados; base de sua auto identificação como seres superiores. É dessa fragilidade e despreparo para a vida que o nazismo se aproveita. As escolas de Direito não poderiam ter se autonomizado da Filosofia. Têm formado profissionais que buscam justamente escapar às leis e tirar o maior proveito pessoal possível, sem compromisso algum com a sociedade. 

       

  6. RIDICULO

    Isto Já se tornou ridiculo, porque nao condena-los a morte  logo, ja que nao seguem as leis bem podem fazer isso.Sera que serei a proxima , so porque estou vendo o obvio, perseguissao pura.

  7. Cada época tem o seu pretexto, mas os canalhas são os mesmos.

    Vejo hoje, por aí, senhores já bem idosos não podendo revelar aos vizinhos um parte da sua juventude. Sim, são criminosos, mas todos funcionários públicos. Não, não receberam propinas ou superfaturaram obras. Acabam por viver nas sombras e suas memórias são suas condenações.

    Que histórias contam aos netos? De como torturavam seus prisioneiros?

    Eu era menino, e lembro bem, a maneira como a imprensa tratava os presos políticos de então, os “subverívos”. Era exatamente essa como tratam os “mensaleiros”. Desgraçadamente, até alguns presos são os mesmos.

    Anos depois, jornais começaram a fazer o “mea culpa” por sua participação no período, nenhum jornalista, dos que então humilhavam os prisioneiros, publicou um livro de memórias ou baseado nos textos que escreveu.

    Já se vai 40 anos, mas para eles foi ontem. O passado não se lhes apaga.

    Em pouco tempo, o que será dos que cometem, hoje, os mesmos desatinos, a mesma arrogância, a mesma prepotência e desfrutam, por momentos, do mesmo prazer pela humilhação dos prisioneiros do “mensalão”? Podres poderes.

    Na época, combatiam a “corrupção” e pregavam a segurança nacional; hoje, combatem a “corrupção” e prevam contra os “privilégios”. Pregam a “igualdade carcerária”. Depravada noção de “justiça social” onde o nível mais baixo de tratamento se torna o padrão. 

    Cada época tem o seu pretexto, mas os canalhas são os mesmos.

    Querem que os queiramos como justos, tomam-nos por tolos. Em futuro próximo, quererão a eles e a nós como desmemoriados.  Tornam-se inesquecíveis.

  8. É crininoso todo agente público que confiscar ou achacar Presos.
    Tolher direitos legítimos de Presidiarios é crime hediondo parece que querem provocar ações criminosas passíveis de denúncia a Anistia Internacional para causar vexame ao Governo Federal.
    Querem matar dois coelhos de uma vez só.
    Esses agentes públicos tem que ser processados pelo Ministério Público , denunciados pela OAB,pois, não só cometem CRIMES GRAVES como razem questão de divulgar suas perversidades.
    Essas mentes , pelo jeito, são costumeiramente maus, parece que isso que faem é rotina e não veêm nada de mau.. A Porcamídia comprou a idéia que é privilégio um preso não ser torturado.

  9. Que coisa mais nojenta…

    Que coisa mais nojenta… “obrigados a doar”; o que significa obrigar uma pessoa a doar alguma coisa? Os presos tiveram seus livros confiscados, pelo Estado, é isso! Não podem ler… A meta é enlouquecer os caras e provocar reações na sociedade… Tem gente exigindo “direitos” iguais para presos comuns e presos políticos. É bom que se lembrem eu pesquisem acerca dos ” direitos” dos presos políticos, há bem pouco tempo atrás. Aproveito para lembrar qiue os presos cumprem ( deveriam cumprir) pena em regime semiaberto. Tô ficando cansada disso e estarrecida com o STF. 

    • Tortura

      Confiscar livros, não permitir que alguém tenha o direito de pelo menos ocupar a mente com uma leitura é algo vil demais. Talvez seja pior do que tortura física. E aí? Engole-se mais essa? Será que vale a pena?

    • O Estado confiscando livros,

      O Estado confiscando livros, impedindo os presos políticos de ler… Devemos agradecer ao JB essa reedição das prisões políticas da ditadura. Daqui a pouco ele manda uma ordem para torturar os presos e depois fingir que eles se enforcaram na cela.

      JB, o sucessor do General Figueiredo…

  10. Perai…

    Perai… REGALIAS???!!!

    Dirceu e Delúbio estão condenados a regime aberto e estão sendo forçados e ficar em regime fechado, QUE REGALIA É ESSA???!!!

    A regalia de ter os direitos negados? De sofrer uma prisão ILEGAL?

    Eles deveriam estar no regime semi-aberto, se estão em regime fechado é uma negação arbitrária de seus direitos.

    O FATO é que a extrema direita através de seu braço jurídico, o JB, está fazendo todo tipo de ilegalidade e com a cobertura da imprensa e por ordem da mesma quadrilha de mafiosos que comenda tanto a mídia quanto o judiciário.

    Essas provocações seguidas só podem ser para tentar fazer o sistema prisional funcionar como casca de banana. Esperam que o executivo haja para conter as ilegalidades, para acusar Dilma e seu governo de atuar de forma partidária. A contradição deles estarem agindo da forma como querem acusar o goveno eles revertem usando a midia.

    Acho que Dilma está certa em tomar cuidado para não cair na armadilha. Sem deixar de prestar solidariedade com as vítimas dessa perseguição política, o PT também está se movimentando dentro da margem institucional que sobrou diante do arbítrio.

    É certo que essa persegução política e essas proisões ilegais não vão perdurar. O ditador JB está contando com a morosidade das instituições para armar a arapuca e só poderá manter a armadilha armada por um certo tempo. Se o PT, o governo e os presos políticos mantiverem a cabeça fria e agirem com o devido cuidado diante dessa tentativa de golpe, a maré irá virar antes deles conseguirem aplicar o golpe paraguaio.

    Eu não acho que haja espaço para um golpe, trata-se de desespero de causa da direita. JB age como se fosse o dono da república, esquecendo-se que após um dia segue-se outro e sem conciência de que será abandonado pela imprensa quando não for mais útil. Quando a maré virar, a mídia irá tentar jogar toda a culpá nas costas do JB, para quem eu não vejo possibilidade de um desfecho que não seja patético e melancólico, na melhor das hipóteses esquecido em seu apartamento de Miami (doado não se sabe por quem) e na pior execrado em praça pública. De certo apenas que seu nome ficará como simbolo de uma das atitudes mais infames do STF, que quando revisada (e vai ser revisada), vai destruir as biografias de todos os participantes dessa palhaçada onde a toga substituiu o nariz de borracha.

  11. Gráfica do Senado.

    Não sei se ainda existe, mas a gráfica do Senado ficou famosa no final dos anos 70. Havia mais médicos na tal gráfica do que na maioria dos postos de saúde de grandes cidades brasileiras. Os salários eram escandalosos e não havia concurso público. Chefe de garagem ganhava mais do que um gerente de banco. Foi nessa gráfica que trabalhou Joaquim Barbosa, segundo a Revista do Esgoto, numa capa bajulatória para pagar os serviços prestados por JB ao fascismo tupiniquim. Mas ninguém comentou como em plena ditadutra Joaquim chegou lá, no emprego mais cobiçado do Brasil. Alguém da época pode comentar?

  12. doação, doa, ação.

    Faltou dizer. “Obrigados a doar”? Isso é Novilíngua. Doar significa entregar espontaneamente. Se tiveram os livros confiscados pelo estado, não houve doação. Sempre achei que os presos deveriam ser obrigados a trabalhar e a estudar, ninguém podia sair da cadeia sem profissão, mesmo que a pena tivesse de ser esticada. Mas proibiram Dirceu de trabalhar, agora proibem os outros de ler e todos os petistas de receber visitas. Barbosa nasceu depois da morte de Hitler. Se houver encanarção, acho que o segundo encarnou no primeiro.  Só falta a suástica. A capa preta é para lembrar o gibi do Batman.

  13. Texto enroladérrimo. Não

    Texto enroladérrimo. Não esclarece quem está incomodado, quem perdeu regalias,ou não, se os outros presos também precisam ficar isolados dos advogados, e por aí vai. A dos cabelos, então, é do capeta. Não sei se a mat;eria do estado já é assim ruim, ou se esse tal de R7 agrega ainda mais incompetência. De todo modo, quando se fala de outros presos, é bom lembrar que os da AP470, em semiaberto, estão em pavilhão diferenciado, pelo próprio regime. Quem se considera prejudicados são os presos desse pavilhão, ou de outros ? E por aí vai.

    E não adianta invocar o ministério público contra o ministro Joaquim Barbosa. De acordo com a notícia (?) o pedido para que todos os presos tenham os mesmos direitos veio de lá, e não do supremo. No caso, mesmos direitos significou supressões em algumas condições ?

    Em resumo, um balaio de gatos.

  14. Tá difícil pros justiceiros.

    Tá difícil pros justiceiros. Eles não conseguem quebrar Dirceu.( DIRCEU AQUI FORA SOMOS MILHARES, TALVEZ MILHÕES QUE ESTAMOS PRESOS COM VOCÊS.)

    Acredito  que a farsa não dura mais um ano. A radicalização dos atos pode ser sinal de alguém sentir a corda chegando no pescoço.

    • Foi? E não volta?

      Duvido que o Calvin vá nos prestar esse favor. Vai continuar aqui com suas provocações ignorantes e obtusas.

      Mas um cara que tem orgasmos só de imaginar petistas de cabeça raspada tal qual os presos dos campos de concentração é digno de pena. Um tarado que na obrigação de ser governado pelo partido que odeia se contenta com essas pervercediades doentias

    • Você não leu o texto e nem os

      Você não leu o texto e nem os comentários abaixo!

      Iguais perante a lei? Os caras estão condenados ao semi-aberto, ô infeliz! Pfui!!!!

  15. Por falar em livros e

    Por falar em livros e bibliotecas, já inventaram um pretexto para barrar a nova oportunidade de emprego de Dirceu:

     

    Do painel do leitor da Folha:

    23/12/2013 – 03p1
    Só bibliotecário pode exercer a profissão, diz presidente de conselho
    REGINA CÉLI DE SOUSA
    Presidente do Conselho Federal de Biblioteconomia, Brasília (DF)

    Em relação a emprego oferecido a mensaleiro, informamos que o exercício da profissão de bibliotecário é privativo do bacharel em biblioteconomia, conforme a legislação vigente determina. Cabe ao conselhos estaduais e federal de biblioteconomia legislar, registrar e fiscalizar a profissão.
    As infrações à legislação são passíveis de autuação, procedimentos administrativos e criminais, quando necessários, com aplicação das devidas penas.
    Como se trata de profissão regulamentada, aos leigos que venham a atuar na área serão aplicadas penalidades, devido ao exercício ilegal da profissão.
     

  16. A renovada Justiça brasileira

    A justiça brasileira é muito criativa. Estabeleceu agora a figura da “doação compulsória”. Determinou igualmente que a leitura no país, é regalia. 

    É curioso que em outros países, o estudo pode diminuir as penas…

  17. Será que existirá um limite

    Será que existirá um limite para esse processo de humilhação? Será que não já bastaram esses anos todos de perseguição?

    Pois vos digo: para este escriba isso é UM ESTÍMULO A MAIS para votar e pedir votos para o PT. Me transformar no que nunca fui: um militante. Nem que seja só na próxima eleição. 

  18. Festas de fim de ano.

    Época que costumeiramente se deseja felicidade e paz aos que nos são caros. Eu desejo aos torturadores de Dirceu e Genoino toda infelicidade que causaram em dobro neste Natal e um péssimo 2014 . Esta infâmia não pode passar despercebida.

  19. Vamos presenteá-los com uns exemplares da Privataria Tucana

    Há vários livros que eles poderão doar à biblioteca, vários exemplares de Privatarias Tucanas para todos, O Príncipe da Privataria, exemplares da Revista O Retrato do Brasil, edição especial O Mensalão. Há muita literatura para todos os presidiários. Bom também seria alguns nºs da Carta Capital. Todos os presos têm direito de se informar e ler boa literatura.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome