Consultoria é convocada para esclarecer contratação de Moro

Tribunal de Contas da União apura eventual irregularidade na atuação do ex-juiz na empresa, responsável pela recuperação judicial da Odebrecht

Sergio Moro (Foto: Wilson Dias/Agência Brasil).

Jornal GGN – O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou à consultoria Alvarez & Marsal a apresentação de detalhes a respeito da contratação do ex-juiz e ex-ministro Sergio Moro.

A corte investiga a existência de alguma irregularidade na atuação de Moro na companhia, que é responsável pela recuperação judicial da Odebrecht, segundo a jornalista Bela Megale, do jornal O Globo.

O pedido teve como estopim uma representação do subprocurador-geral do TCU Lucas Furtado, que apontou que Moro assinou acordos de leniência estabelecidos entre a Odebrecht e o Ministério Público Federal “e que, em sua atuação, ele pode ter contribuído para a situação de insolvência da empresa”.

De acordo com o despacho, assinado pelo ministro Bruno Dantas, também foi feita uma solicitação ao Supremo Tribunal Federal (STF) acesso às mensagens hackeadas da Lava-Jato atribuídas a Moro e a integrantes da força-tarefa da Lava-Jato. Tanto o ex-juiz como a Alvarez & Marsal dizem que ele não possui atuação vinculada a Odebrecht e outros casos em que Moro julgou.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora