Estadão dá um jeito de falar de Lula até quando a pauta é a prisão do amigo de Temer

Jornal GGN – O Estadão achou um jeito de, no meio da prisão dos amigos de Michel Temer, produzir mais uma matéria citando o ex-presidente Lula e o caso do sítio de Atibaia. O jornal usou como gancho o fato de que o empresário Antonio Celso Grecco, sócio da Rodrimar, foi preso em seu sítio em Monte Alegre do Sul, no interior paulista. E lembrou que o “compadre” de Lula tem uma propriedade do gênero na mesma região.

O diário se esforçou para achar “algo em comum” entre as “casas de veraneio dos amigos dos presidente Temer e do ex-presidente Lula”, e foi isso: “trechos privativos do Rio Camanducaia contando suas propriedades.”
 
Em outra passagem, o Estadão, para fazer uma conexão com o caso do sítio de Atibaia – que é de propriedade da família Suassuna – escreveu que Lula também “visitava a propriedade de Teixeira com certa frequência, principalmente antes de assumir o governo, em 2003 – por isso, o imóvel chegou a ser conhecido no imaginário popular como o ‘sítio do Lula'”.
 
“A propriedade é de Teixeira. Está registrada nos nomes das filhas e em seu nome e no da mulher” e não tem nenhum envolvimento com processos da Lava Jato.
 
Ainda assim, virou objeto de reportagem em meio ao esforço para manter Lula no noticiário policial.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora