FHC diz que foi “mal interpretado” sobre prisão e pede “celeridade” no caso Lula

Foto: Agência Brasil
 
 
Jornal GGN – O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse em entrevista ao jornal O Globo que foi “mal interpretado” em evento do PSDB, quando falou sobre a prisão de Lula e a imprensa divulgou como se ele estivesse se posicionando contra a possibilidade. Agora, o tucano diz que é problema exclusivamente da Justiça se Lula vai ou não ser encarcerado por causa do julgamento do triplex. Além disso, ele pede “celeridade” no encerramento do caso, alegando que o Brasil precisa de uma resposta antes da eleição. 
 
“O TRF [que marcou o julgamento para 24 de janeiro] tem a responsabilidade de esclarecer ao país se o Lula tem culpa ou não. Não sei, não é minha função julgar o Lula do ponto de vista criminal. Se cometeu ou não crime é a Justiça quem tem que dizer. Ela não pode deixar que o país fique em suspenso sem saber o que vai acontecer. Tem que ser célere. Não acho justo que uma decisão definitiva não seja tomada a tempo da eleição. O Brasil merece que essa questão seja esclarecida até lá”, disse.
 
O jornal apontou que FHC mudou de discurso sobre a prisão de Lula. “Fui mal interpretado quando disse isso na convenção. Acharam que eu era contra a prisão do Lula. Quis dizer que é chato ver um ex-presidente na cadeia. Não é meu problema se o Lula cometeu ou não crime e se ele tem ou não que ir para a cadeia. É da Justiça.”

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora