Gabriela Hardt autorizou romper sigilo de jornalistas com investigado

Em operação na semana passada, a Lava Jato queria encontrar comunicações de um dos investigados com “jornalistas e veículos de imprensa”

Jornal GGN – A delação de Antonio Palocci gerou a primeira operação da Policia Federal na última semana. Nos mandados de busca e apreensão realizados na sexta-feira (23), os delegados tinham um objetivo inconstitucional: encontrar comunicações de um dos investigados com “jornalistas e veículos de imprensa”.

A informação de que jornalistas passaram a entrar na mira da Lava Jato é de Monica Bergamo, na manhã desta terça (27). Na representação em que tais objetivos são explicitados, a PF justificava que há indícios de obstrução de investigações entre a Odebrecht e a imprensa.

O GGN prepara uma série de vídeos sobre a interferência dos EUA na Lava Jato e a indústria do compliance. Quer se aliar a nós? Acesse: www.catarse.me/LavaJatoLadoB

Entre os argumentos, os policiais afirmam que Marcelo Odebrecht, ex-presidente da construtora, teria aconselhado Mauricio Ferro, ex-executivo da empreiteira e genro de Emilio Odebrecht, que divulgasse a jornalistas que a Suíça estaria repassando documentos aos investigadores brasileiros.

Ainda de acordo com os investigadores, ao revelar tais investigações do país europeu, ocorreria a violação do sigilo das informações por agente publico, o que supostamente atrapalharia as apurações. Mas não somente nada disso teria ocorrido, como também a tentativa da Lava Jato falhou.

Isso porque a operação na casa de Ferro não acabou sendo realizada porque ele já havia sido preso, dois dias antes, em outra apuração e sua casa já havia sido alvo de buscas e apreensões, na 63a. fase da Lava Jato, também com base na delação de Palocci.

A Constituição brasileira protege o sigilo da fonte com jornalistas. Mas mesmo assim, a juíza Gabriela Hardt, substituta da 13a Vara Federal de Curitiba, havia autorizado a medida.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

11 comentários

  1. INteressante: sempre a tal gabriela arght! Nunca o titular daquela vara: será que ele foi pra lá só pra se dizer ausente, ausente, ausente e ausente? Seria verdade que ele só foi pra lá para evitar que outro juiz – não tão chegado em tramoias e inconstitucionalidades – lá chegasse? Cheira muito mal essa história de titular sempre-ausente, para que a Arght! continue a desMoronar aquela vara. Caso para a interpol que, pelo menos, não estaria tão contaminada quanto os poliças federais e os corregedores (onde, onde?) federalmente omissos.

    • É como achar que o Capitalismo pode dar certo, mesmo agora, com as feras todas soltas.

      Quem é o capitalista que vai conter as próprias feras quando está ganhando poder com a barbárie?

      Pode até promover alguma liberalidade (sem compromisso de mantê-la, é claro), vincar melhor as calças, melhorar a embalagem, por um perfuminho, providenciar campanha publicitária para, ao mesmo tempo, convencer os mais vulneráveis a entrar na briga prometendo que podem, se não vencer, ganha alguma migalha e mentir dizendo que é uma luta justa. Mas daí a interromper o vandalismo… ah, não, é demais para empresários privados.

      Enfim, tanto quanto o que faz a juíza, é uma incoerência só.

  2. Pois é, constituição é só para constar, fazem o que bem entendem e o que der na cabeça para condenar os alvos escolhidos. O que me intriga é a ABI ainda estar calada, será que estão com medo de serem acusados de ser coniventes com a corrupção e com os bandidos. Se não for da milícia ou quadrilha do queiroz e que não melindre os amigos que apoiam as 10 medidas.. que são bandidos de bem….

  3. Aos poucos, todos e todas que se desviaram de suas funções e abusaram de seus poderes para prejudicar conscientemente a Lula e o PT estão indo pro saco, ou seja, estão sifú. O maior deles, o ex- Sérgio Moro, está se tornando uma ex-celebridade indigente, desacreditada, humilhada e dependente das migalhas do atual governo e do que restou do corporativismo que sempre o blindou e protegeu, pelos crimes cometidos. A justiça tarda, mas não falha; galinha de casa não se corre atrás; o que é teu está guardado, etc. Imagino que os vários ditos populares podem servir de recado para esta senhora, que no fundo deve começar a sentir o desespero pelo que ainda será revelado pelo The Intercept e, assim, ter entendido que está se aproximando a sua hora de responder pelos abusos cometidos.
    Aha! Uhu! A justiça é nossa!

  4. Se estao desrespeitando a constituição haverá alguma punição?
    Nada feito contra ações inconstitucionais todos poderão ter sua privacidade invadida e, de posse de informações particulares de cidadãos brasileiros, pessoas inescrupulosas poderão usar de chantagem contra qualquer um que possa lhes trazer algum proveito.

  5. Onde esse pessoal estudou Direito pelo amor de deus!? Tem que fechar a faculdade! Agem de maneira absolutamente ilegal e inconstitucional! E não param de cometer ilegalidades!

  6. Nada disso me interessa:

    ODEIO JUIZES EM PEROLAS. FILHOS DA PUTA, TIREM ISSO DAI, PUTADA. VAI TIRANDO ISSO AI ANTES DE ENGASGAR AO COMER SUAS PEROLAS!

    FILHOS DA PUTA. Tira isso ai dos seus pescocinhos de merda, putada! Ate eu ja coloquei mais perolas em pescocos que os mereciam do que voces imaginam ou merecem: TIREM ESSAS PEROLAS DOS PESCOCOS, FILHOS E FILHAS DA PUTA. (Eh, isso inclui a carminha do seu puto supremo, brasileiros.)

    Tira isso di, filhxs da puta.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome