Gilmar Mendes foi avisado há mais de um ano de que Janot planejou matá-lo, diz colunista

A informação que o ministro do Supremo recebeu foi de que o ex-procurador-geral planejou matá-lo em plena corte. Gilmar não acreditou.

Foto Época

Jornal GGN – Segundo informações passadas para Mônica Bergamo, colunista da Folha, Gilmar Mendes já havia sido avisado há mais de um ano das intenções de Rodrigo Janot. A informação que o ministro do Supremo recebeu foi de que o ex-procurador-geral planejou matá-lo em plena corte.

Gilmar não acreditou.

Já a família do ministro se assustou, já que a informação foi dada por autoridade do governo federal. E pediram providências, mas Gilmar considerou ‘pura bravata’.

Janot não está estreando a fala às vésperas de seu livro. Segundo a colunista, ele havia falado o mesmo texto para procuradores do Ministério Público Federal. Que consideraram que não falava sério.

Com a fala feita em público, sustentada pelo relato em livro, o MPF se assustou, e os procuradores estiveram ativos na troca de mensagens sobre as consequências desastrosas para o próprio MPF. Alguns consideraram a fala fora de hora, o livro fora de hora, horrorizou geral. E mais, consideraram que Janot apequenou a cadeira de PGR.

O consenso é que Janot se isolou depois de deixar o cargo, rompendo com amigos e ex-integrantes de sua equipe.

Mais coisas foram levantadas, que não ajudam Janot. A articulista lembra que, em 2017, Janot assinou nota técnica contra o fato de o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul não permitir que integrantes do Ministério Público entrassem armados na corte. E mais, o TJ-RS exigiu que passem por detectores de metais. Janot ficou indignado.

Em nota, como presidente do CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público Federal), Janot disse que a regra ‘fragilizou’ a proteção de promotores, que seriam ‘merecedores’ de ampla defesa pessoal e que andar armado minimiza os ‘incontáveis riscos a que estão submetidos’.

Leia a coluna na íntegra aqui.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

8 comentários

    • O relato de um pescador, que viu o avião com Teori caindo, foi solenemente ignorado pelos investigadores. Ele disse, com todas as letras, que viu fumaça em um dos motores. A “perícia” da aeronáutica nada detectou.
      Por fim, a culpada foi a desorientação espacial do.piloto. Este, por sinal, era extremamente experiente e fazia este trajeto de forma rotineira, inclusive em condições adversas.

  1. Um amigo indiano me perguntou o que está ocorrendo no Brasil. Disse a ele em inglês o mundo enlouqueceu, meu amigo. No Brasil um ex Procurador Geral da República, que comandou uma vasta burocracia, administrou um imenso orçamento e pediu a prisão de Senadores e do presidente da Camara dos Deputados, confessou que planejou matar um juiz da Suprema Corte dentro do prédio da Suprema Corte. O porte de armaa dele foi revogado e todos os processos criminais que ele conduziu podem ser anulados sob a alegação de que ele agia sob inspiração de ódio homicida.
    Meu colega respondeu dizendo que não sabia o que dizer. Eu disse que também não sei, pois sou advogado desse 1990 e o único caso semelhante que conheço ocorreu na Alemanha Federal nos anos 1970.
    On 10 November 1974, the Baader Meinhof Group killed Günter von Drenkmann, the president of Germany’s Superior Court of Justice. Ao que parece ele está recrutando nóias no MPF desde que Janot planejou matar Gilmar Mendes no STF. Quem será o homem-bomba do MPF? Façam suas apostas.

  2. O lado positivo é que todo aquele moralismo de ocasião vai caindo por terra e revelando a face completa do golpe jurídico-midiático. O lugar no Janot é no lixo da história junto com seus falsos co-heróis.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome