Gilmar Mendes manda libertar Garotinho

Foto O Globo
 
Jornal GGN – O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Gilmar Mendes determinou a libertação do ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho e do presidente do PR, Antônio Carlos Rodrigues. Ambos estão presos por determinação do Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE-RJ). Fabiano Rosas Alonso também foi libertado.
 
A decisão de Gilmar foi em atendimento ao pedido de habeas corpus apresentado pela defesa de Garotinho, que avaliou “não haver requisitos” para a prisão preventiva do ex-governador.

 
Diz a decisão que “como se observa, nesta primeira parte da decisão, o TRE simplesmente relata o modus operandi dos alegados crimes praticados [organização criminosa, corrupção passiva, extorsão e lavagem de dinheiro], sem indicar, concretamente, nenhuma conduta atual do paciente que revele, minimamente, a tentativa de afrontar a garantia da ordem pública ou econômica, a conveniência da instrução criminal ou assegurar a aplicação da lei penal”.
 
Antônio Carlos Rodrigues e Fabiano Rosas Alonso tiveram, por parte de Gilmar, o mesmo entendimento, de que não foi indicada concretamente nenhuma conduta dos dois em afrontar a garantia da ordem pública que pudesse justificar a prisão preventiva.
 
Garotinho e Rosinha foram presos no dia 22 de novembro, acusados da prática dos crimes de corrupção, concussão, participação em organização criminosa e falsidade na prestação das contas eleitorais. Garotinho e o presidente do PR são acusados de receber caixa 2 do grupo JBS. Rosinha foi solta no dia 29 de novembro com medidas cautelares. Já Rodrigues, se apresentou à polícia somente no dia 28 de novembro, após ser considerado foragido.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora