Haddad seria testemunha de Lula por Moro em dia de debate

Diante da possibilidade de Haddad ser intimado em dia de debate da Band e por figurar como o atual vice de Lula, advogados desistem da testemunha
 

Foto: Ricardo Stuckert
 
Jornal GGN – Como parte da estratégia eleitoral, os advogados do ex-presidente Lula irão desistir de ter Fernando Haddad como testemunha da defesa nos processos da Lava Jato, mais especificamente, das obras no sítio de Atibaia (SP).
 
O ex-prefeito era um dos convidados pela defesa a prestar informações no caso. Mas além de ser o coordenador de campanha de Lula e ser listado como advogado, agora Haddad é o vice na chapa petista, e o partido quer evitar mais exposição jurídica do possível cotado a assumir a disputa eleitoral, caso Lula seja impedido.
 
Além disso, enquanto o ex-presidente está sendo impedido pela Justiça de participar de debates políticos, ainda que tendo a seu favor o respaldo jurídico e eleitoral para participar, Haddad deve ser orientado pela Executiva Nacional do PT a acompanhar os debates, para pelo menos apresentar o projeto de governo de Lula. 
 
De maneira pública, mesmo após ser registrado como o vice no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Haddad continua evitando ser relacionado a um plano B do partido, e segue afirmando que Lula é a única opção. 
 
Na Justiça, os advogados que sustentam a defesa de Lula nos processos penais na Lava Jato informaram que Haddad agora é vice do ex-presidente do pleito eleitoral e, por isso, desiste de intimá-lo como testemunha do caso de Atibaia. Além disso, sustentou que Haddad está registrado como advogado de Lula.
 
O atual vice do petista seria convocado pelo juiz Sérgio Moro no processo de Atibaia para prestar depoimento nesta quinta-feira (09). A data é a mesma do primeiro debate entre candidatos a presidente, realizado pela Band. Caso Lula seja impedido de participar, Haddad é quem deve marcar presença.
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora