Incertezas na disputa para sucessão de Janot na Procuradoria-Geral da República

Nomes fortes como Ela Wiecko e, em outra ponta, Nicolao Dino, além dos já postulantes Raquel Dodge, Mario Bonsaglia e Carlos Frederico Santos, oposição a Janot surgem na disputa de 2017
 
 
Jornal GGN – Com Rodrigo Janot fora dos interesses por uma recondução ao comando da Procuradoria-Geral da República, a disputa para a sucessão à chefia do Ministério Público Federal já foi iniciada como a mais incerta do histórico recente da instituição.
 
Isso porque a escolha que determinará o novo procurador-geral da República conta com seis nomes e nenhuma certeza. Da mesma forma, o embate é determinante para a formação da lista tríplice pelos membros do Ministério Público, mas o atual presidente da República, Michel Temer, será o responsável pela indicação e pode não seguir a tradição do mais votado da lista.
 
O nome apontado já como oposição à Janot na última escolha, em 2015, o subprocurador Carlos Frederico Santos era o segundo cotado à PGR e reaparece como candidato este ano. Os outros dois postulantes da última disputa, Raquel Dodge e Mario Bonsaglia, também tentam garantir apoio entre os procuradores da República.

 
Dois novos nomes surgem com força para substituir Janot, em posições opostas: Nicolao Dino, vice-procurador-geral Eleitoral, que recentemente voltou a pedir a cassação da chapa Dilma e Temer, como talvez um gesto de apresentação para a sua pré-disputa; e Ela Wiecko, que foi vice-procuradora de Janot e pediu exoneração, em agosto do último ano, e já se manifestou publicamente contra o governo de Michel Temer.
 
Ainda que com nomes de devem gerar embates nas disputas, um cenário de incertezas pairam a sucessão da Procuradoria-Geral da República, após opositores e apoiadores de Rodrigo Janot descartarem por completo a sua recondução ao cargo. Marcando já um ineditismo no histórico da instituição de falta de consenso, faltando só pouco mais de um mês para a eleição interna. 
 
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora