Justiça do Rio autoriza leilão de bens de Cabral

Foto Valter Campanato/Ag.Brasil

Jornal GGN – O juiz da 7a. Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, Marcelo Bretas, autorizou leilão de alguns bens do ex-governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB) e de sua esposa Adriana Ancelmo, confiscados na Operação Calicute. Os bens: uma casa de praia, joias, automóveis, uma lancha e uma moto aquática, estão avaliados em R$ 14,5 milhões, com base em dados da perícia judicial e da Polícia Federal.

A casa fica em condomínio de luxo na Costa Verde fluminense, em Mangaratiba, e está estimada em cerca de R$ 8 milhões. O lote de joias contém 50 peças, das 189 adquiridas pelo casal em joalherias sem nota fiscal, apreendidas na casa de Cabral e Adriana e em outros endereços.

Bretas justificou sua medida, de venda desses bens antes da conclusão do julgamento do processo, para evitar a desvalorização do que foi apreendido. Segundo ele, o objetivo maior da alienação antecipada é resguardar a restituição aos cofres públicos ou devolução da quantia em caso de sentença absolutória. Diz ainda que a medida visa proteger da depreciação o patrimônio total dos acusados, enquanto não podem dele desfrutar.

O valor a ser arrecadado ficará em conta judicial até o fim do julgamento. E a defesa afirmou que só se pronunciará a respeito nos autos do processo.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome