Líder do governo no Senado é indiciado pela Polícia Federal

Fernando Bezerra Coelho e o filho vão responder pelo suposto recebimento de R$ 10,4 milhões em propinas entre 2012 e 2014

Senador Fernando Bezerra (MDB-PE), líder do governo Jair Bolsonaro no Senado Federal. Foto: Senado Federal

Jornal GGN – O senador Fernando Bezerra (MDB-PE), líder do governo Jair Bolsonaro no Senado Federal e integrante da bancada governista da CPI da Pandemia, foi indiciado pela Polícia Federal pelo suposto recebimento de propinas entre 2012 e 2014.

Segundo o jornal Correio Braziliense, Bezerra teria recebido R$ 10,4 milhões das empreiteiras OAS, Barbosa Mello, S/A Paulista e Constremac enquanto atuou como ministro de Integração Nacional da ex-presidente Dilma Rousseff.

Em troca, as empresas teriam o direcionamento de obras contratadas pelo governo federal na região Nordeste, como a transposição do Rio São Francisco. O filho do senador, o deputado federal Fernando Bezerra Coelho Filho (DEM-PE), também foi indiciado.

Os pedidos integram um relatório de mais de 300 páginas que foi encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF), que imputa aos parlamentares os crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e falsidade ideológica eleitoral. A delegada Andréa Pinho Albuquerque Cunha, responsável pelo caso, também pede o bloqueio de R$ 20 milhões na conta da família Bezerra.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome