Lista tríplice para a PGR será definida hoje

Foto Divulgação

Jornal GGN – Os membros da Associação Nacional de Procuradores da República (ANPR) escolherão hoje, dia 27, os nomes que irão compor a lista tríplice para sucessão de Rodrigo Janot, que comanda a Procuradoria-Geral da República (PGR). A eleição começa 9h e vai até 18h.

Oito subprocuradores-gerais da República são candidatos, sendo que os três mais votados pela categoria formarão a lista tríplice que será encaminhada à Presidência da República. Cerca de 1.200 procuradores, ativos e aposentados, poderão participar da eleição.

Segundo a Constituição, o presidente da República pode escolher qualquer procurador para o cargo na PGR, dentre os 1.400 procuradores da República em atividade. No entanto, desde 2003, o nomeado tem sido sempre o mais votado pelos membros da ANPR. A lista tríplice foi criada em 2001 e os procuradores a defendem como sendo um instrumento que garante a autonomia da carreira.

Rodrigo Janot, em seu segundo mandato, ficará até setembro no cargo.

Os candidatos ao PGR são os subprocuradores Carlos Frederico Santos, Eitel Santiago de Brito Pereira, Ela Wiecko Volkmer de Castilho, Franklin Rodrigues da Costa, Mario Luiz Bonsaglia, Nicolao Dino de Castro e Costa Neto, Raquel Elias Ferreira Dodge e Sandra Verônica Cureau.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

8 comentários

  1. Essa tal “lista tríplice” é

    Essa tal “lista tríplice” é das coisas mais ABJETAS da república.

    Talvez até seja muito pior do que possíveis corrupções.

    Visa unicamente a constranger Governantes a aceitarem indicações totalmente corporativas. Os próprios funcionários escolhendo o chefe, acho que nem na “união soviética do Temer” funcionava dessa forma.

    Ora, é meramente um exercício de dedução lógica: se são os empregados que escolhem o chefe, irão escolher quem consideram melhor para a nação ou para eles próprios, quem concede mais benefícios, regalias, auxílios-vários ? Não precisa ser muito inteligente para advinhar.

    Sem contar que essa tal “lista tríplica” não encontra, de forma alguma, guarida na constituição.

    Portanto, se o Presidente, que no caso ainda é Temer, tiver um mínimo que seja de HONRA, ele nem irá receber esta indiginidade e simplesmente irá escolher algum nome que, ao contrário, NÃO ESTEJA NESTA TAL LISTA !

     

  2. A própria ” Ela Wiecko” que o

    A própria ” Ela Wiecko” que o pessoal da esquerda costuma defender, se mostrou fraquíssima em entrevista aqui ao GGN/Nassif.

    Ela própria fez questão de fazer o “merchand” para a galera que vai votar falando dos tais “quinquenios”, que seriam, segundo ela, a forma de ela, como velha integrande do MP, ganhar mais do que os delanhois da vida.

    Ou seja, só pensam nisso ou “naquilo”, como diriam nossos vizinhos, “solamente en la plata”.

     

  3. Minha humilde sugestão ao

    Minha humilde sugestão ao presidente  do dia, que fará a nomeação : Medida econômica, dispensa lista tríplice e aprovação pelo nosso Senado, imparcial: Jeff Sessions.

  4. “Lista”?! Problema do MPF, ora…

    Que peguem essa lista e discutam na próxima reunião da categoria fora do Brasil…. que o Presidente – quem quer que seja – tome partido da plena liberdade que lhe outorga a Constituição na escolha do próximo PGR. Quem desmoralizou a lista como subsídio à escolha foi o próprio MPF – com o concurso fundamental de Lula, claro, escolhendo o 1o colocado automaticamente. O MPF não tinha comido melado e se lambuzou. Agora, paciência.

    GLOBO NA MIRA DO FBI, BANCOS NA DO DALLAGNOL E BLOGS DE ESQUERDA “PERDIDINHOS”: O “CAOS” DA IRRACIONALIDADE HUMANA

    Por Romulus & Núcleo Duro

    (…) Essa história de “FBI pegar a Globo” está seguindo o esquema normal de política em D.C.: a agência – no caso o DoJ – capturada pelo lobby.

    O Departamento de Estado ainda não deu atenção a isso porque até agora não teve relevância na sua seara.

    Detonar a Globo seria um “game change” no Brasil… de décadas!

    Qual o interesse dos EUA – enquanto ~Estado~ e não enquanto país onde Time Warner/ Disney são sediadas – em implodir a Globo – o maior obstáculo à esquerda e ao nacional-desenvolvimentismo no Brasil?

    Afinal, a direita $EMPRE $E €NT€ND€… £¥NDAM€NT€!

    Mas…

    A Globo é democrata e os EUA tem hegemonia política republicana atualmente.

    A “sorte” da Globo é que o deep-State do Departamento de Estado é democrata.

    O “azar” da Globo é que a operação em que ela está metida é… ~mundial~.

    Assim, a queda da Globo pode acabar como, “apenas”, um efeito colateral. Tolerado! (…)

    *

    O “caos” descabelado… minimamente “penteado”:

    I. Blogs de esquerda fazem demagogia enquanto seus leitores deliram com uma “Revolução de Outubro”.

    II. FHC e Armínio Fraga dão a senha: PSDB é, apenas, a “pinguela” do 1%.

    A “ponte para o futuro” é a… JURISTOCRACIA!

    E, mais uma vez, nós avisamos aqui!

    III. O estilo “caótico” do blog e o seu alcance, necessariamente, restrito.

    IV. “Jeitinhos” e “Jeitões” juristocráticos.

    V. BOMBA! Sim, aquela mesmo: a NUCLEAR – os Bancos!

    Ainda na mão do Dallagnol “candy crush” (!)

    VI. “Lula” – o melhor Presidente que o Brasil ~nunca~ terá novamente??

    – O maior ativo político nacional – e internacional!

    Mas…

    – Esnobado pela “elite” – que, no Brasil, se escreve, necessariamente, entre aspas mesmo.

    VII. Atenção: ~fontes~ confirmam a jornalistas nossas deduções sobre o (não) “julgamento” da delação da JBS no STF!

    VIII. Sucessão na PF – a rapidinha do… “instituições funcionando normalmente” (!)

    IX. Epílogo: a tensão estrutural entre a Juristocracia e a Política no país onde se inventaram os tais dos ~3~ Poderes… hmmm… “independentes” (?) …

    País esse que, inclusive, ~não~ aplica essa ideia!

    Algum motivo haverá de existir…

     

    LEIA MAIS »

     

  5. O DudaS já disse o essencial

    Prezados,

    Um dos mais crassos e abjetos erros do republicanismo ingênuo e suicida – marca registrada dos governos petistas – foi escolher o PGR a partir de uma lista tríplice, votada pelos corporativistas do MPF. 

    Não há qualquer comando constitucional ou mesmo lei ordinária estabelecendo que o ocupante da presidência da república deva escolher o PGR a partir de uma lista tríplice apresentada pelos procuradores do MPU/MPF. Ademais outras partes do Ministério Público (o do Trabalho e os dos estados federados, dentre outros) ficam alijados de apresentar nomes para essa lista tríplice, mesmo que disponham de excelentes quadros.

    Luís Nassif e a equipe do GGN, que conhecem os bastidores e submundo do MPF, assim como a política mesquinha e corporativista do atual PGR,  Rodrigo Janot, já mostraram que para essa casta de funcionários públicos o que mesno importa é o interesse público; eles são o corporativismo e a ‘igrejinha’ por excelência.  Uma demonstração clara foi dada pelo presidente da ANPR, José Robalinho Cavalcanti, que em defesa de Deltan Dallagnol ameaçou quem critica os abusos e ilegalidades cometidas pelo pastor-fanático-marqueteiro que vende paletras para a banca financeira, mesmo que tal atividade seja vedada pela Lei.

  6. lista republicanista

    Todos estão segurando Temer no poder apenas porque ele tem a audácia suficiente para enterrar tal lista. Fara pensando em si mesmo, mas involuntariamente fará um bem imenso ao Brasil.

     

    Nisto os crápulas e psicopatas como nosso odiado presidente sabem fazer de melhor do que Lula ou Dilma, pois estes estavam preocupados demais em perder a afeição do povo, e em manchar suas biografias, coisa que para Temer nada significa, uma vez que vergonha é um sentimento completamente desconhecido dele.

    A lissta tríplice nunca deveria ter existido, pois custou ao país uns 40 anos de atraso, quebra de empresas gigantescas, perda de credibilidade do Brasil no exterior, por causa de escandalos sem provas, milhões de empregos destruídos, e pra que ? Pra nada.

    País sério algun tem tamanha aberração, de dar poder pleno, independente e autônomo, a um órgão que não depende de voto populaar, não tem como ser fiscalizado por ninguém e ainda por cima pode ser potencializado por uma mídia anti patriota.

    Muito ao contrário, países como os EUA o Procurador Geral da República é nomeado ou demitido pelo Presidente, quando ele bem entender, sem precisar dar satisfações a ninguém.

    E na Europa, que Juiz de acusação e de julgamento, são separados, e em alguns países europeus, todo caso corre em segredo de justiça. e a mídia só pode noticiar algo a respeito após o caso ter sido julgado em última instância, temos mais mecanismos ainda para impedir uma autonomia indevida de órgãos de justiça e da mídia.

    Nada disto Lula pensou quaando ingenuamente deu carta branca a Janot. Justamente por esta lista tríplice não prentendo votar em Lula, pois foi um erro grave demais para um cargo tão importante. Nem uma lei de abuso de poder Lula pensou em votar antes de dar tal autonomia.

    Em breve, em setembro, Temer deverá rasgar tal lista se for astuto como parece, e talvez nem nomeie ninguém dos da lista, talvez seja algum nome totalmente desconhecido, o importante, é acabar com tal tradição inglória.

    Se o congresso for inteligente, o próximo passo deveria ser acabar de vez com a autonomia e mandatos do PGR, imitando a legislação dos EUA, para evitar que futuramente algum presidente ingênuo volte a cometer o erro de Lula, de dar autonomia a quem não tem voto popular.

    Os comentários deste post estão bem lúcidos, estão de parabéns.

     

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome