Luiz Fux é empossado presidente do STF e, em discurso, relembra Sullivan e o Rock’n’Rio

Ainda na esteira dos agradecimentos nomeou cada um de sua família e homenageou fortemente o pai, que o convenceu a não sair do Brasil quando em sua juventude obteve uma proposta de trabalho além-mar.

Foto O Globo

Jornal GGN – Luiz Fux, a partir de hoje, dia 10, passa a presidir o Supremo Tribunal Federal. O ministro está há nove anos no STF. Rosa Weber será a vice-presidente da Corte.

Em seu discurso Fux enalteceu o Poder Judiciário e sua incansável luta, agradeceu nominalmente cada um dos ministros, enaltecendo seus pontos fortes. Agradeceu à sua equipe, pelo apoio constante e incansável ao seu trabalho.

Ainda na esteira dos agradecimentos nomeou cada um de sua família e homenageou fortemente o pai, que o convenceu a não sair do Brasil quando em sua juventude obteve uma proposta de trabalho além-mar.

Como agradecimento especial, Fux nominou o jiu jitsu, como responsável por sua fortaleza e resiliência. Ainda como menção especial, Fux agradeceu ao Rock’n’Rio, que o encantou na juventude e o levou a participar de bandas da época, enaltecendo Michael Sullivan, compositor ganhador de vários Grammy’s latinos e que o honrou com a parceria da música ‘flor mariana’, um gesto tido como presente de casamento para sua filha.

Fux, durante o discurso, enalteceu a Lava Jato e sua incansável luta contra a corrupção. Garantiu que sua gestão será dedicada a ouvir ao clamor do povo, que pediu, desde o mensalão, o fim da corrupção no país. E ele abraça a causa como magistrado. Afirma que em sua gestão o combate à corrupção será levado com seriedade e que os corruptos se cuidem.

Leia a íntegra do discurso a seguir.

Discurso-Posse-STF-Versão-Final

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora