Lula: “Aguardei pacientemente para contar os fatos a um juiz imparcial”; assista

Jornal GGN – O ex-presidente Lula disse, na manhã desta terça (14), que aguardou “pacientemente” o momento de, diante de um “juiz imparcial”, poder contar os fatos a respeito das denúncias feitas pela força-tarefa da Lava Jato em Brasília.

Lula falou pela primeira vez como réu, na ação em que Delcídio do Amaral o acusa de ter sido o mentor de um plano para impedir que Nestor Cerveró fizesse uma delação premiada. O processo por formação de quadrilha está nas mãos do juiz Ricardo Leite.

Lula, ao falar em “juiz imparcial”, fez uma alusão velada aos problemas que sua defesa enfrenta com o juiz Sergio Moro, que cuida da operação em Curitiba. Moro já denunciado à Comissão de Direitos Humanos das Nações Unidas por fazer uso de lawfare – empregas instrumentos jurídicos numa perseguição de cunho político contra o ex-presidente.

O Estadão divulgou o vídeo do depoimento de Lula. Ao longo de 48 minutos, ele fala sobre o massacre midiático que enfrenta em função da Lava Jato e diz que só tinha um brasileiro interessado em evitar a delação de Cerveró: o próprio Delcídio do Amaral.

 Assista abaixo:

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora