Mantega é denunciado por suposto esquema no Carf


Foto: Elza Fiuza – Agência Brasil
 
Jornal GGN – O ex-ministro Guido Mantega e o ex-presidente do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), Otacílio Cartaxo, foram denunciados pela Procuradoria da República do Distrito Federal na Operação Zelotes. 
 
A denúncia sustenta que Mantega e Cartaxo patrocinaram, direta e indiretamente, interesses da empresa Cimento Penha, favorecendo-a em processos no Carf por multas aplicadas pela Receita. A empresa precisava pagar uma quantia de R$ 57,7 milhões, mas obteve vitória em recurso, apresentado em 2010.
 
Mantega e o ex-presidente do Carf teriam envolvimento no caso por, segundo o Ministério Público Federal, ter indicado dois nomes ao conselho que favoreceram a vitória da empresa naquele ano. 
 
A argumentação dos procuradores tem como base troca de e-mails entre eles e outros acusados. A denúncia sustenta que, para o exito do suposto esquema, os envolvidos também manipularam a distribuição do processo no Carf, que teria sido feito manualmente pela Presidência do órgão, sem controle.
 
A informação foi dada em delação premiada do ex-conselheiro Paulo Cortez. Segundo ele, a medida foi feita para que o processo administrativo contra a Cimento Penha saltasse instâncias do Carf, indo parar no Conselho Superior de Recursos Fiscais, instância que anulou o débito da empresa.
 
A Procuradoria do Distrito Federal pede a condenação de ambos e uma multa a título de reparação de R$ 57,7 milhões. Em nota, a defesa de Mantega informou que a denúncia ocorreu “simplesmente por ter sido ministro da Fazenda, por ser do encargo do ministro as nomeações” e alegou ser injustificável.
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

4 comentários

  1. É a tentativa incessante de

    É a tentativa incessante de criminalizar as iniciativas em todos os níveis dos governos petistas e emporcalhar a imagem dos gestores que serviram a esses governos. Ao passo que bandidos comio Aécio, Temer são sistematicamente livrados de qualquer investigação. 

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome