Marqueteiros que delataram Dilma e Lula já estão em casa

Foto: Reuters
 
 
Jornal GGN – Delatores de Dilma e Lula, o casal de marqueteiros João Santana e Mônica Moura passaram pouco mais de cinco meses presos e, desde a última sexta-feira (6), já estão em regime domiciliar, monitorados por tornozeleira eletrônica. 
 
Segundo informações do Estadão, os dois ficarão mais um ano e seis meses nesse novo regime, ou seja, deixarão de usar a tornozeleira e poderão sair de casa a partir de abril de 2019.
 
Santana e Moura foram condenados por Sergio Moro a 7 anos e 6 meses de regime fechado. Mas com a delação premiada, a pena foi substituída por 1 ano e seis meses em prisão domiciliar.
 
A partir de 2019, o casal passará mais um ano e meio com recolhimento domiciliar noturno, aos finais de semana e feriados e com prestação de serviços à comunidade por 22 horas mensais. Depois vem mais uma fase que durará um ano, nos mesmos termos, mas já sem o monitoramento pela tornozeleira.
 
A delação dos marqueteiros contra Dilma e Lula renderam investigações que ainda não foram finalizadas. Contra a presidente deposta, Mônica Moura contou que existia uma conta de e-mail por onde supostamente o casal era avisado de operações da Polícia Federal na Lava Jato. Com isso, Dilma pode ser acusada de obstrução de Justiça.
 
Já João Santana disse que Lula era quem dava “a palavra final” sobre os pagamentos relativos a campanhas eleitorais do PT e a forma que eles eram feitos no exterior, por meio da Odebrecht. Lula supostamente enviava as ordens através de Antonio Palocci.
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

15 comentários

  1. Sempre Lula e o PT

    Ganharam dinheiro para divulgar Lula e o PT e agora ganham a liberdade por denunciar Lula e o PT

    Gente de marketing sabe onde pegar o prêmio maior da delação: é só falar do Lula

  2. Bonnie e Clyde pós-modernos

    Quando as provas do operador Tacla Duran vierem a público, esses dois corruptos serão desmascarados. Eles eram empregados da Odebrecht e têm milhões escondidos em contas no exterior.

    Aguardem…

  3. Mais uns herois

    Herois deles…

    Guardam e preservam os culnhas e gedeis.

    E querem me fazer crer, só se eu fosse dez vezes mais idiota que já sou (eu acredito em constituiçãp, vejam só), que querem atacar a corrupçaõ. 

    • Cunha, Gedel e Constituição

      Informação: Cunha e Gedel estão guardados atrás das grades e a constituição em que vc acredita foi escrita e assinada pelo atual Presidente da República no qual, presumo, você não acredite.

  4. Se a lava jato fosse

    Se a lava jato fosse realmente imparcial, pela régua dos rapazes de Curitiba (apud ministro Barroso), os operadores do Serra na suposta conta na Suíça e o marqueteiro do Aécio deveriam estar em cana.

     

  5. Apenas os néscios e os

    Apenas os néscios e os safados ainda tem coragem de negar que toda esta Buzina do Chacrinha comandada pelo juiz midiático não passa de uma descarada perseguição a Lula e ao PT nos moldes de perseguições que ocorrem em ditaduras.

  6. Conta simples pra quem quer

    Conta simples pra quem quer se safar na vaza jato: rouba o quanto quiser + prisão espalhafatosa + delata Lula e/ou Dilma = Liberdade + santificação. Essa é a justiça a la república de curitiba. Quer mais ?????

  7. Quem te viu, quem te vê!

    Amigos, amigos…

    Liberdade a parte!

    Que se dane o que falarão de nós!

    Não precisamos de mais ninguém, o dinheiro que sobrou dá para viver sem encontrar com mais ninguém!

  8. Afinal de contas, eles

    Afinal de contas, eles ajudaram a justiça em que ?

    Por que o benefício da “delação” é concedido ANTES de as informações e/ou provas que eles supostamente forneceram mostrem sua efetividade ?

    Qual a lógica desse sistema ?

    Se alguem puder explicar, por que eu não entendo. Já passou da hora do STF ou do próprio congresso acabar com essa verdadeira PALHAÇADA DAS DELAÇÕES.

    Acrescento mais.

    Até aonde eu sei, eles eram marketeiros, ou seja, prestavam um serviço. O que eles têm a ver com supostos contratos superfaturados da Petrobrás ou outras empresas ? Eles tinham ingerencia na Petrobrás ? Duvido muito.

    No máximo, um prestador de serviço pode aceitar receber “por fora”, aliás, como é absolutamente comum, entre prestadores de serviço, no mercado, ainda mais no mercado de campanhas políticas no mundo todo.

    O racional, o lógica, seria uma multa, uma porcentagem em cima do valor que eles receberam “por fora”, nada mais do que isso.

     

  9. Eu acho engraçado como até

    Eu acho engraçado como até vocês progressistas caem na conversa da mídia brasileira. Está errado o uso de “delatados”, delação sugere “dedurar”, expor um crime que realmente aconteceu ou está acontecendo.

    O que os marqueteiros realmente fizeram foi acusar Lula e Dilma de terem cometido crimes, aonde a palavra “acusar” sugere que o acusado teria feito algo  mas com o detalhe fundamental de que a acusação precisa de provas, enquanto “delação” sugere o fato delatado como fato ocorrido (o que não é no caso em que a palavra foi usada).

    Vocês têm que parar de usar o linguajar da mídia brasileira que é propositalmente deturpado para marcar os inimigos dela como criminosos por mais que não existam provas desses supostos crimes.

  10. Palavras mágicas para sair da

    Palavras mágicas para sair da cadeia: Lula roubou.

    Como disse tacla dura, estes dois eram marqueteiros da odebrecht e não do PT.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome