Mônica Bergamo: PT explora permanência de Temer e discute eleição indireta

Foto: Alessandro Dantas/PT na Câmara

Jornal GGN – Embora defenda o impeachment de Temer e Diretas Já, nos bastidores, o PT encara como um alívio para Lula, ainda que fugaz, a pancadaria em cima do presidente da República por conta da delação da JBS. Além disso, também discute nomes para uma eventual eleição indireta. Um deles é o de Nelson Jobim. É o que informa a colunista Mônica Bergamo, nesta terça (23).

‘A torcida para que Michel Temer permaneça na Presidência da República é grande em setores do PT. Apesar do discurso público, eles avaliam que o desgaste do peemedebista redunda em benefícios para a legenda: Lula deixa de ser o principal alvo da mídia, cedendo lugar ao presidente. E o partido cresce nas ruas ao radicalizar o discurso e sugerir eleições diretas já”, disse a colunista.

“O contrário seria verdadeiro: com Temer fora do cargo e sem foro privilegiado, investigado por procuradores de Curitiba ou de qualquer outra cidade, a força-tarefa dobraria a aposta na condenação de Lula. Que já não poderia esgrimir com a mesma facilidade o argumento de perseguição política”, acrescentou.

O partido tem participado e estimulado protestos contra Temer e em favor das Diretas Já. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora