Nunes Marques pede vista em processo de suspeição de Moro

Ministro do STF diz que nunca julgou a matéria e que “não poderia proferir um voto sem um estudo mais acurado” do caso

Kassio Nunes Marques, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Foto: Reprodução

Jornal GGN – O ministro Kássio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu vistas do processo que julga a suspeição do ex-ministro e ex-juiz Sergio Moro.

“Apresento minhas escusas, mas preciso pedir vista para analisar o conteúdo desse processo, um processo de extrema relevância e eu não poderia proferir um voto sem um estudo mais acurado, e já me adianto que não causa absolutamente nenhum constrangimento, ao contrário, seria mais do que prazeroso, seria construtivo ouvir o voto dos demais membros da turma se assim vossas excelências decidirem (…)”, ressalta o ministro, levado ao cargo pelo presidente Jair Bolsonaro, durante a reunião da Segunda Turma do STF.

“Todos nós sabemos que esse é um processo de extrema relevância e de um conteúdo extremamente vasto e complexo que demanda tempo, atenção e estudo”, disse Nunes Marques em sua justificativa. “Eu nunca julguei essa matéria. Soube como todos nós do julgamento pouco antes dessa sessão, em que pese especulação de parte da mídia brasileira – e sabem muitas vezes mais do que nós mesmos, magistrados, como votaríamos”.

Segundo o ministro do STF, ele nunca acessou o processo e sequer teve curiosidade para isso. “Então, não diria que necessito de um melhor olhar, na realidade estava atento aos outros processos da pauta. Então senhor presidente, não poderia – até que tentei rapidamnete alinhar com o voto diante do que vi, principalmente que foi trazido aos autos (…) mas o tempo foi extremamente curto para um membro da corte que jamais participou do processo e que não tinha absolutamente nenhum conhecimento sobre ele, diferentemente dos outros membros”.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora