O cenário político do MPSP e o promotor que negou assinar denúncia

José Reinaldo Carneiro e o sucessor do atual procurador-geral de Justiça, Gianpaolo Smanio, em palestra
 
Jornal GGN – Dentro do grupo de procuradores do Ministério Público de São Paulo que investigava o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso referente ao triplex no Condomínio Solaris, no Guarujá, teve um que desistiu de assinar a denúncia, por não concordar com o pedido de prisão preventiva a Lula.
 
É José Reinaldo Guimarães Carneiro, promotor de Justiça de larga experiência criminal, integrando núcleo de combate ao crime organizado do Ministério Público Estadual e também participou de investigações sobre o caso da morte do ex-prefeito de Santo André, Celso Daniel, assassinado em 2002. Carneiro é mestre em direito processual penal pela PUC-SP e autor do livro “Crime Organizado” (ed. Saraiva).
 
A informação foi apurada pelo jornal Valor Econômico. De acordo com a redação, Carneiro discordou dos três colegas Cássio Conserino, José Carlos Blat e Fernando Henrique Araújo. Por isso, desistiu de assinar a denúncia. 
 
Além de colocar o seu nome junto aos demais promotores, apesar de ter acompanhado o processo de investigação do grupo estadual, também não quis participar da coletiva de imprensa, concedida na tarde desta quinta-feira (10).
 
A reportagem lembrou, ainda, que a publicação da denúncia ocorre em um contexto de disputa política no Ministério Público de São Paulo. Em abril, os promotores irão eleger o novo procurador-geral de Justiça, que comandará a Comarca.
 
Os colegas Cássio Conserino, José Carlos Blat e Fernando Henrique Araújo são aliados à oposição do atual procurador Marcio Elias Rosa, que trabalha para a eleição do seu sucessor, o procurador de Justiça Gianpaolo Smanio, dando sequência aos seu segundo mandato.
 
Ainda que ocorre a votação dos promotores para o MPSP, a decisão final é do governador Geraldo Alckmin (PSDB), que independentemente da votação final, poderá escolher qualquer um dos candidatos: Gianpaolo Smanio, Eloisa Arruda ou Pedro Jesus Juliotti.
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

22 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carlos Adonias

- 2016-03-13 00:09:24

De novo o republicanismo.

De novo o republicanismo.

Carlos Adonias

- 2016-03-13 00:02:46

A propósito de palhaçada

A propósito de palhaçada outra boa pedida é rever algum filme dos geniais irmãos Marx. Sem Hegel, evidente.

Carlos P.

- 2016-03-12 06:32:31

Alckimim x lista tríplece

Ai de mim!!! tem dois que nem deviam estar tentando....a vaga ja tem dono. Lula e Dilma sempre respeitaram a o 1o. colocado lista triplice. Açckimim faz na ex-USP fez assim para destruí-la e depois dar o publico do povo para o privado dos correligionários 1%.

Jorge Vieira

- 2016-03-12 02:05:25

E o Procurador-Geral do

E o Procurador-Geral do Estado (São Paulo), Márcio Elias Rosa, até agora não apareceu, não veio a público pedir desculpas pelo vexame dado pelos seus comandados.

A propósito dos tres patetas eu passei a noite assistindo uns vídeos que eu tenho sobre os famosos comediantes.

Meu cerebro, numa arte prodigiosa, assistia os vídeos vendo em cada pateta os rostos de Conserino, Blat e o Fernando Henrique Araújo Cardoso.

Era cada palhaçada de morrer de rir.

Vou dormir hoje com o fígado bem ljmpinho.

 

 

 

ATavares

- 2016-03-12 01:48:17

Dos quatro, um se negou a

Dos quatro, um se negou a pagar esse mico, Chacota nacional

edsontadeu

- 2016-03-12 01:08:59

e cara ja  se  sabe que

e cara ja  se  sabe que  Alckmin nao  escolhe  o  JOSE  CARNEIRO,  ESSE  NAO GOSTA DE  FAZER O  JOGO  DA DIREITA  E  POR  isso  ficar  de  fora,  

Ivan Arruda

- 2016-03-12 00:43:54

Você deve ter incluído os

Você deve ter incluído os membros do MP dos TCEs e TCU para chegar aos 10%... Consiserou o Demóstenes também? A propósito, pq um membro do poder executivo - O MP não é poder e pertence ao poder executivo - pode se candidatar a um cargo do poder legislativo mas não pode ocupar um outro cargo como ministro? De Justiça por ex? Ou ser nomeado até para o STF? E um presidente, com a legitimidade dos votos, não pode nomear um membro do mesmo poder? 

peregrino

- 2016-03-11 23:31:43

quem vê assim, também...

pode pensar que a Globo não sabe que na época dos milicos eles separavam as peça$ de valor e mandavam tocar fogo no resto

só tem canalhices, esconde-esconde e enganações nessas reporcagens

Frederico69

- 2016-03-11 23:23:24

hhehehe, eu tou considerando o todo do mp!

não apenas o grupo.

peregrino

- 2016-03-11 23:22:47

canalhice mesmo...

quem vê assim esconde que FHC mandou levar o seu acervo histórico imediatamente para o seu instituto

pelo que sei, Lula ainda depende de uma construção adequada numa Universidade Federal, ABC talvez, para que assim possa acontecer realmente uma visitação pública completamente desvinculada da política de interesses particulares

Nosde

- 2016-03-11 23:19:52

Olha, se de por satisfeito

Olha, se de por satisfeito por nossa gloriosa PF não ter posto um baseado numa gaveta da casa . . . . .

Jose mestre Carpina

- 2016-03-11 23:07:57

25%...

No caso em epígrafe,  se a  proporção , fora os desvios-padrão estatísticos, se manter, a banda boa  é de 25% !!   ( 1 em 4 ) !!

peregrino

- 2016-03-11 22:57:03

então foram 4 promotores?

se 3 produziram o que 1 se recusou a assinar, podemos dizer que não houve discussões, análises, comparações, confirmações nem entendimentos prévios entre os 4

que vergonha para o MP

sinal de que no MP/SP se de 4 promotores normais tirarmos 1 de qualidade ficamos com zero de qualidade

vergonhosa até a necessidade de 4 se dedicarem a algo tão simples

sinal de que único que trabalhou realmente foi o que se recusou a assinar

 

Marcos Antônio

- 2016-03-11 22:51:05

Vergonha...

Uma reportagem em o Globo, me deu VERGONHA DA POLÍCIA FEDERAL...

O Brasil tem gente MESQUINHA DEMAIS...

http://epoca.globo.com/tempo/noticia/2016/03/pf-encontra-cofre-da-familia-de-lula.html

MANREL

- 2016-03-11 22:49:18

ISSO É O QUE CHAMAM DE MP

 

Que decepção com o Ministério Publico, pensei que fossem mais profissionais,  mais nobres, quer dizer que é normal a prisão sem base legal?

Já pensou se ocorrer o golpe? na mão de quem  estaremos entregues? MEU DEUS!!!

 

 

altamiro souza

- 2016-03-11 22:42:55

esse saiu de fininho do

esse saiu de fininho do ridículo, loucura e bixarria dessa infame decisão de seus colegas...

salvou-se por sabedoria ou coragem de ser imparcial diante dessa

grotesca disputa corporativa que coloca em vexame toda a instituição,

por causa  talvez de disputas internas da categoria.

insanos, é o que são...

se não são, logo manicomio a eles.....

Manoel Pinheiro

- 2016-03-11 22:42:33

No site jurídico

No site jurídico "conjur"-Consultor jurídico, tem uma matéria em que o autor do livro em que os promotores aloprados se espelharam para oferecer a denúncia contra Lula, dessautoriza o uso indevido da doutrina como amparo ao tipo penal. Segundo o jurista "“O pedido é completamente infundado. Até apresenta a fumaça da prática de crime, mas não há periculum libertatis [perigo na liberdade do acusado]".

José X.

- 2016-03-11 22:24:17

tudo farinha do mesmo

tudo farinha do mesmo saco

ministério público não tem mais salvação

Frederico69

- 2016-03-11 21:41:19

enquanto um procura realmente, outros três acham!

esse é da cota da exceção, os 10 % honestos!

- 2016-03-11 21:27:38

escapou do vexame total,

escapou do vexame total, amplo e irrestrito. 

gaúcho

- 2016-03-11 21:25:51

Sujeito inteligente,

Sujeito inteligente, salvou-se de entrar para o folclore nacional.

Ruben Bauer Naveira

- 2016-03-11 21:04:04

MPMJ - Ministério Público da Mãe Joana

.........

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador