O julgamento dos recursos da AP 470, ao vivo

http://www.youtube.com/watch?v=o95YWM_hVBU

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

33 comentários

  1. projeto deliquencial

    Fux fumou tapete velho ? Que historia é essa de atentado à profunda tranquilidade publica e à democracia ? Que ele vai manter o crime de bando de quadrilha, ja sabiamos, mas não precisa inventar coisas alucinantes, como essas que ela esta dizendo.  De que a quadrilha é o propria meio de vida…. ?

  2. Jogada ensaiada!!

    Vem jogada ensaiada por aí no julgamento dos infrigentes: Tanto o presidente, Joaquim Barbosa, quanto o ministro Gilmar Mendes não se encontram mais em plenário. É esperar para ver.

  3. Mafia jurídica e midiática

    Porque aceitamos um julgamento fascista vergonhoso  como este. Juízes que agem como se fossem da mafia.

    Cachoeira, Demóstenes e o Mensalão do PSDB mineiro, todos caladinhos. Safados..

  4. Esse julgamento mesmo após 50

    Esse julgamento mesmo após 50 anos do golpe, dá pra comparar como se julgava na ditadura militar, pois condenavam com discursos fascista, cínicos, hipócritas, baseados na mentira!

  5. Já vou avisando…em razão

    Já vou avisando…em razão dos últimos acontecimentos…pedido de amizade, só com certidão de antecedentes criminais…..

    O STF é caso sério de  interdição de incapaz 

  6. Esse negócio de indicação de

    Esse negócio de indicação de gente para o STF precisa mudar radicalmente. Ainda não descobri quem foi o autor das indicações do brabosão, fux-se, toffoli, weber e lúcia, Gilmau, todos sabemos quem indicou.

    Perdemos uma grande oportunidade. 

  7. Embargos Infringentes da AP 470

    O relator dos embargos e garoto de recados de Barbosa, Luiz Fux, como até as pedras do fundo dos rios já sabiam, negou provimento aos embargos e confirmou as condenações pelo delito de quadrilha.

    Após o voto do relator dos embargos, votou o Ministro Barroso. Ele votou no sentido de considerar a prescrição da pretensão punitiva em relação ao delito de quadrilha. Afirmou também que se a tese da prescrição da pretensão punitiva não for acatada, votará pela absolvição no delito de quadrilha.

    A Ministra Carmen Lúcia questionou Barroso em relação a prescrição da pretensão punitiva e já adiantou que manterá o seu convencimento anteriormente assentado, em 2012. Convencimento este favorável a absolvição dos réus condenados provisoriamente pelo delito de quadrilha.

    Para variar, perdão, para não variar, Joaquim Barbosa, demagogo, populista e verdugo que é, interrompeu insistentemente o voto de Barroso. É um palhaço que está sentindo que a sua farsa encomendada está para cair. Pelo menos em parte.

    Ao final da sessão, os Ministros Dias Tóffoli e Ricardo Lewandowski adiantaram seus votos em relação ao delito de quadrilha, absolvendo os réus. 

    Falta agora os votos de outros seis ministros, entre eles Teori Zavaski e Rosa Weber. A Ministra já votou pela absolvição em 2012 e Teori, ao que parece, votará também pela absolvição neste delito. 

    Portanto, temos já confirmado o “placar” de 04 à 01 a favor da absolvição do delito de quadrilha, faltando apenas mais 02 votos (que possivelmente serão dados por Rosa Weber e Teori Zavaski) para que os réus injustamente condenados por quadrilha sejam, finalmente, absolvidos.

    A sessão foi encerrada agora e o julgamento recomeça amanhã, às 10:00 horas da manhã.

  8. Plantão da Globo: Crescimento

    Plantão da Globo: Crescimento da economia do Brasil em 2013 foi o terceiro maior do mundo. Atrás apenas da China e Coreía do Sul.

    Voltamos a nossa programação normal.

    Alguém tem fotos do Aécio e do Dudu ao saber disto?

     

  9. Meu deusss

    O Gilmar, visivelmente destemperado, já começa falando de uma tentativa de transformar o tibunal em uma corte “bolivariana”!

    Os demais julgadores deveriam dar as costas!

  10. Mentira de Mendes

    Gilmar Mendes afirma que só estão revendo a penalização por formação de quadrilha por conta da entrada de novos ministros. MENTIRA! Estão revendo por determinação constitucional, direito, portanto, dos condenados! Afirma ainda que futuramente o tribunal (quando os ministros fascitas se aposentarem), poderá ser chamado a rever todo o processo. Adianta, pois, o que deverá realmente acontecer diante da barafunda que foi este “julgamento”, mas não pelas razões que ajunta.

  11. Teori Zavascki dá uma aula aos ministros do STF

    Zavascki apontou uma série de erros no julgamento, afirmou que o STF não seguiu o que a própria corte está acostumada a fazer, e mesmo que o STF dentro da AP 470 atribuiu valorização disforme e incongruente.

    Não se tratou apenas de apontar uma discrepância na pena-base fixada para o crime de formação de quadrilha, mas que o STF manipulou intencionalmente para que os réus fossem condenados no crime de quadrilha e com isso permitisse a aplicação da pena (pela soma dos crimes) em regime fechado.

    Teori Zavascki afirmou que a alegação de crime de quadrilha sequer deveria ter sido apreciado pelo STF pois já estava prescrito.

    Teori demonstrou que o próprio STF já reviu penas que estavam aplicadas exacerbadamente. Disse o ministro:

    “O acórdão embargado não atendeu aos requisitos de coerência interna, de proporcionalidade e equilíbrio, digo isso com todo respeito”

    “Com todo respeito, também o Supremo Tribunal Federal é falível. Trata-se, sim, de uma crítica ao acórdão embargado”.

    Desmoronou a credibilidade do STF, o que já tinha sido apontado pela blogosfera independente.

    Rosa Weber confirmou o seu voto, o que abriu o placar em seis votos favoráveis ao desconhecimento do crime de quadrilha.

    Portanto, os réus foram absolvidos por esta alegação de crimes.

  12. Ator Global

    Nesse exato momento estou me divertindo com a dramatização de Gilmar Mendes. 

    Até o tom de voz – sussurante – é teatral, “global”. Novela das oito. Ou seria nove?

    Não passa de uma embuste. Ridiculamente engraçado.

  13. Derrubar o rei

    Bem… Diante do placar, o pessoal poderia derrubar o rei e partir pra próxima: lavagem de $$$ de João Paulo Cunha. Se fosse uma partida de futebol, o jogo só termina quando acaba (rsrsrs), mas agora resume-se a ouvir a choradeira dos que votam pela penalização dos réus!

  14. Por detrás das palavras

    Quando GM fala de bolivarianismo da corte, ele:

    1- Reve o dicionário e apensa à palavra um significado negativo, de despotismo e parcialidade;

    2- Trás para o STF a possibilidade de julgar a política de um país vizinho, criando mesmo um incidente diplomático;

    3- Revela sua posiçãop política de maneira inequívoca, cínica mesmo!

    4- Revela, definitivamente, a informação de que ele julga o governo do PT e não os réus em questão.

  15. O discurso final dos embargos

    O discurso final dos embargos infringentes denota a atitude de deboche e descaracterização que  JB faz aos colegas de função, contrários à sua posição, num total desrespeito às pessoas e seus critérios teóricos sobre o fatoUm show global de demonstração do  quanto uma pessoa inadequada em seu cargo desmoraliza uma instituição. Sua sua falta de lisura, humildade e ética profissional revela seu comportamento egóico.

  16. Até fiquei com dó do sr.

    Até fiquei com dó do sr. presidente. Ele que é tão apressado, ter de ouvir as ladaínhas, quase em tom de choro do Gilmar, a voz de ódio e preconceito do Ilmo Decano e ter de ficar calado . Ai a dor na coluna ! Mas, pelo menos uma coisa deve ter gostado, o Min. Barroso não estará presente no período da tarde. Assim só sobra o Lewandowski p/ ele interromper e maltratar.

  17. Os advogados dos réus

    Os advogados dos réus deveriam alegar suspeição do Joaquim Barbosa depois dessas alegações exdrúxulas que ele acaba de fazer, agindo claramente como quem quer condenar a todo custo. Ele tem que ser afastado do caso e considerado parcial e suspeito para julgar.

     

    Incrível que os demais ministros ficaram imóveis ouvindo as barbaridade que ele falava. Nem a hombridade de se levantarem e sair do plenário tiveram. Ministros fraquissimos e sem coragem.

  18. GM, nem deu ataque! Ontem,

    GM, nem deu ataque! Ontem, qdo JB disse que ele queria debater o assunto, imaginei que Ministro Teori iria levar 18h para conseguir proferir o voto em meio a um salseiro medonho.

    Caramba, o decano meteu o pé na jaca e xingou todo mundo de delinquente. Somos meros e orinários criminosos comuns… Beleza, hein, Ministro! Tava revoltado pq segundo ele, ouviu-se muito por aí que se formou um Tribunal de Exceção e que o julgamento da AP 470 foi a maior farsa da História… não sei onde foi que ele ouvir falar nisso… Já viram que o decano só fica mesmo é na blogosfera…

    MAM, só ficou chateado pq essa composição atropelou a patranha. Ah mas se os outros dois ministros ainda estivessem aqui a condenação seria confirmada… é, ministro MAM, tá ” sertinho” mas se fosse assim, não haveria necessidade de recurso, né? Pra que alguém vai recorrer ou embargar se não for para rever uma decisão? E, no caso específico, recorreriam a quem? Além disso se os ministros tivessem morrido, ou  “vaga” votaria por eles ou o novo indicado deveria atrelar o entendimento ao do anterior. Perdeu a chance de tirar sua letra dessa lista bisonha promovida pelo consórcio Mídia-MPF-STF. O aspecto positivo do seu voto foi escancarar que a patranha era mesmo para funcionar a partir de JB, GM, AB e Peluso, junto com os ex-PGR’s e mídia no controle. Todo e qq julgamento está sujeito a alterações na composição da Corte mas ” ESSE” não podia…

    JB, é aquilo mesmo, estava até calmo, devia estar entupido de bola mas ainda conseguiu fazer seu comercial; disse que argumentos pífios enterraram sei lá qto tempo de trabalho. Mas o bizarro mesmo, foi alertar o Brasil, é isso mesmo, o BRASIL, contra o próprio plenário do STF, dizendo que isso era só o começo do que a maioria circusntancial formada NA CORTE fará… Eu hein!  Parece um sinal de que não vai ficar mesmo no STF. Seu voto foi um resumo do Mentirão, acho que o Merval encomendou para o fechamento. Um novelão, só ficou faltando subirem os créditos. Vamos ver como fica a lavagem de dinheiro; acho que cai tb. É bom pq aí a colcha de retalhos vai se descosturando e daqui a pouco sobra o Zé Dirceu comprando voto do primo do Santos Dumont com dinheiro da D.Geiza que tinha uma conta no Banco do Brasil, no tempo em que Pizzolato era funcionário.. .O que fi-ze-ram com o Ban-co do Bra-sil…

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome