Os bastidores da atuação de Gilmar no STF

Para entender as razões de Gilmar Mendes ter protagonizado um dos mais infames episódios da história do STF (Supremo Tribunal Federal) – no julgamento do financiamento privado de campanha – tem que se passar inicialmente por algumas características psicológicas do personagem.

Gilmar é do tipo visceral. Em cada polêmica ele precisa enxergar o inimigo, uma pessoa física ou jurídica a ser implacavelmente destruída, apelando para todas as formas de ataque, especialmente o de atacar em circunstâncias em que o atacado não possa se defender.

No período em que foi Ministro do STF, Joaquim Barbosa confrontou-o, levando o embate para o campo em que Gilmar reinava sozinho – o da truculência em ambiente formal. Acusou-o, inclusive, de ter “capangas”. No período em que Barbosa permaneceu no STF, houve mudança sensível no comportamento de Gilmar.

Bastou Barbosa sair do STF – portanto perdendo a tribuna para confrontar Gilmar – para este se valer de Márcio Chaer, do Consultor Jurídico, para um ataque cruel ao adversário.

Outro alvo de Gilmar tem sido o Ministro Luís Roberto Barroso, que Gilmar ataca municiando o blogueiro Reinaldo Azevedo. Suas impressões digitais foram escancaradas na longuíssima catilinária de cinco horas com que apresentou seu voto, repetindo argumentos repassados anteriormente ao blogueiro. E com ataques a Barroso, que não estava presente para se defender.

Como se diz em algumas partes do país, Gilmar sempre procura pegar os adversários “desaprecatados”.

A ira de Gilmar contra Barroso deve-se ao fato de enxergar no Ministro o seu oposto. Barroso é um iluminista, que jamais deixa as discussões descambar para o campo pessoal, ao contrário do padrão Diamantino de Gilmar. Barroso trata o direito com o respeito de um grande escultor cinzelando o mármore dos princípios constitucionais; Gilmar trata as leis a marteladas, como um funileiro. Barroso é a mais completa tradução do moderno, tanto quanto Gilmar do arcaico. Barroso é o século 21, Gilmar, o fantasma da República Velha.

Mais: Barroso tem suficiente senhoridade para exercitar o espírito independente sem pagar óbolo a nenhum partido. Concordando ou não com elas, todas suas teses sempre visam o melhor entendimento dos princípios constitucionais fundamentais.

Essa bronca de Gilmar é relevante para passarmos para o segundo ponto, a maneira como foi construída a argumentação que terminou com a votação consagradora do STF proibindo o financiamento privado nas campanhas eleitorais e o modo como Gilmar construiu sua teoria conspiratória.

A construção da proposta

Em 2010, depois de analisar detidamente os princípios constitucionais e testemunhar os abusos no financiamento eleitoral, um Procurador da República e um advogado resolveram trabalhar o tema. O procurador é Daniel Sarmento – que depois abandonou o MPF para construir carreira acadêmica -, o advogado Cláudio Pereira de Souza Neto, ambos colegas de doutorado na UERJ (Universidade Estadual do Rio de Janeiro). Sarmento havia atuado no Ministério Público Eleitoral, no Rio de Janeiro, onde testemunhou o poder corrosivo do dinheiro nas campanhas eleitorais.

Sarmento sendo Procurador, Souza Neto advogado ligado à OAB, ambos decidiram atuar nas duas frentes.

Em 2010, Sarmento representou junto ao então Procurador Geral da República, Roberto Gurgel que não deu atenção ao projeto. Souza Neto representou junto ao Conselho da OAB que rapidamente comprou a causa por unanimidade.

Foi em 2011 e o presidente da entidade era Ophir Cavalcanti, ligado ao PSDB. Mesmo porque, na ocasião, o PT era o partido de um governo com ampla aprovação, sendo o maior destinatário das contribuições de campanha. O que comprova a desonestidaqde intelectual de Gilmar, de atribuir o trabalho a uma conspiração petista.

A petição inicial junto ao STF é a cópia da representação.

Nela, abordam a questão da constitucionalidade, da relação de igualdade, a corrupção e a plutocratização da política.

Pouco antes, houve um evento na OAB para discutir reforma política e Luís Roberto Barroso, na época advogado, apresentou uma proposta defendendo votos em lista fechada, sistema distrital misto e semiparlamentarismo. Pouco tratou de financiamento eleitoral E suas propostas não tinham a concordância de Sarmento e Souza Neto.

Havia apenas um ponto em comum entre os três – todos eram da UERJ. Foi o que bastou para Gilmar criar a vinculação com Barroso e a teoria da conspiração do PT, manejada por Barroso e tendo Sarmento e Souza Neto como paus mandados.

Imediatamente recorreu a seus blogueiros, que cuidaram de levar o debate a lugares selecionados, tipo Revoltados Online e leitores de Veja online.

De nada adiantou o fato de, no julgamento, Barroso mostrar-se um dos menos entusiasmados com a tese da proibição do financiamento privado. Defendeu leis mais moderadas, não proibindo expressamente o financiamento. Luiz Fux é quem comprou para valer a tese.

As teses em julgamento

Sarmento e Souza Neto montaram sua tese em cima de três grandes fundamentos.

1. Igualdade

A democracia se baseia na igualdade entre cidadãos. Quando permite ao dinheiro influência tão grande, pelas doações empresariais seja pelo critério para limitar doação de pessoa natural, a igualdade entre pessoas é eliminada: rico começa a contar mais que o pobre. Que tenha mais poder que o pobre no shopping é uma coisa, na eleição é outra,

Na medida em que sucesso e insucesso na eleição têm relação direta com a campanha, o candidato vai sempre cortejar os possíveis financiadores, ganhando influência decisiva na política, diluindo a influência do cidadão comum.

Este foi o principal fundamento.

2. Igualdade entre candidatos e forças políticas.

Na medida em que permite essa influência tão forte do dinheiro, vai favorecer duas coisas: governantes, porque tendência das forças econômicas estarem bem com governo, e aquelas forças políticas com agenda simpática para o capital.

3. Corrupção.

Não só no sentido jurídico penal, mas mais amplo. O financiamento privado cria mecanismos de acesso facilitado entre doadores e donatários, promiscuidade que depois vai ser decisiva na atuação dos poderes legislativo e executivo.

Em cima dessas teses, pedia-se:

1. Vedar doações de empresa

2. Doação de pessoas naturais é possível, mas limites são inconstitucionais. Define-se como limite o percentual de 10% da renda auferida no ano anterior. Quando gasto do próprio candidato, é o limite de gasto de campanha.

Os autores defendem que pessoas naturais tem que ser teto uniforme. O objetivo da limitação é diminuir a influência do dinheiro na política e promover igualdade. Não tem nenhuma relação com o que a pessoa ganhou no ano anterior. Se um milionário ganhou 100 milhões, pode doar 10 milhões. Se favelado ganhou 10 mil, se doar 1.500 pratica ato ilícito.

O que se pediu na ação é que definisse o critério como inconstitucional, mas como o STF não é legislador, que exortasse o congresso a estabelecer critério uniforme, baixo, para próximos 18 meses, sob pena de não o fazendo, voltar provisoriamente para o Judiciário estabelecer esse limite.

Esse pedido tinha sido acolhido por seis Ministros, portanto tendo maioria. Na sessão Fux voltou atrás e a proposta ficou meio no ar.

As manobras de Gilmar

No início, o Ministro Dias Toffoli era integralmente favorável à  tese. Gilmar conseguiu demovê-lo.

Acontece que no dia em que o julgamento foi pautado, Toffoli estava fora do país, portanto impedido de retificar seu voto. Tentou, inutilmente, que o presidente do STF Ricardo Lewandowski tirasse o projeto de pauta, aguardando sua volta. Não foi atendido.

Gilmar tentou de todas as maneiras retardar o julgamento para aguardar Toffoli, mas Lewandowski não permitiu.

No primeiro dia, passou cinco horas lendo seu voto. Nunca foi de dar votos extensivos. Desta vez lia e olhava sem parar no relógio.

No segundo dia, tentou novas manobras. Na hora de julgar a modulação, levantou-se da cadeira e disse que “isso a gente julga na semana que vem”.

Imediatamente foi enquadrado pelo Ministro Marco Aurélio de Mello, o melhor antídoto para truculências que o STF dispõe:

– Isto é manobra que não podemos aceitar. Está postergando para aguardar outro Ministro.

Antes de Gilmar, o Ministro Teori Zavaski votou contra a ação. Antes da sessão Teori mudou o voto definindo limitações para o financiamento empresarial, como o da empresa não poder doar para mais que um candidato, não ter contratos com setor público e que, se doasse, não poderia vir depois a celebrar contratos com o setor público.

Isolado, Gilmar acabou aderindo ao voto minoritário de Teori.

Se tivesse passado, criaria o maior laranjal da história da República.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

73 comentários

  1. E …………………………..

    Quero agora saber de como ficará o sr. ministro, (em dininutivo mesmo), ao ter que extornar seus dividendos aos seus patrocinadores!

    Lamentável, pois conforme disse o outro tb ex- ministro (em diminutivo tb), jb, os capangas talvez tenham mais trabalho a realizar !!!! 

     

  2. Uma questão que fica no ar é: “Por quê será que o ministro Dias

    Uma questão que fica no ar é: “Por quê será que o ministro Dias Toffoli tem tanta simpatia por Gilmar Mendes? Qual a vantagem em aderir às conspirações sinistras de uma figura tão polêmica e suspeita quanto Gilmar Dantas?

    • Em primeiro lugar há a

      Em primeiro lugar há a entativa de vingança em relação a presidenta Dilma, quando da saida do Zé e a entrada da Dilma na casa civil.

      Segundamente o individuo ja se sente descomprometido com causas justas.

      Terceiramente é o PUDER prometido a ele de que não seria mais atacado pela direita.

      Quartamente é que tem o Instituto do Meretrissimo.

      Quintamente e ultimamente é a falta de honestidade intelectual.

    • Em primeiro lugar há a

      Em primeiro lugar há a entativa de vingança em relação a presidenta Dilma, quando da saida do Zé e a entrada da Dilma na casa civil.

      Segundamente o individuo ja se sente descomprometido com causas justas.

      Terceiramente é o PUDER prometido a ele de que não seria mais atacado pela direita.

      Quartamente é que tem o Instituto do Meretrissimo.

      Quintamente e ultimamente é a falta de honestidade intelectual.

    • Raiva da Dilma.

      Se não me engano, O Toffoli na época que era advogadoGeral da União do Governo Lula, foi várias vezes repreendido por Dilma. Parece que criou uma mágoa imensa dela. Se estou enganado, me corrigam!!!!

  3. Tantos juristas de renome já

    Tantos juristas de renome já tivemos no Brasil e uma figura abjeta, como Gilmar Mendes ocupar uma das cadeiras da alta corte de justiça do país é uma regressão do conhecimento e dos valores.

  4. Relacionamento Prévio

    Caro Nassif,

    Sem entrar no mérito do seu artigo, nem discutir a pessoa de Gilmar Mendes, é importante frisar que sua afirmação “Havia apenas um ponto em comum entre os três – todos eram da UERJ. Foi o que bastou para Gilmar criar a vinculação com Barroso…..”  não é de todo verdadeira, visto que no resumo curricular do Dr. Cláudio Pereria de Souza Neto, constante no site de seu próprio escritório, há a informação de que o mesmo trabalhou como advogdo no escritório “Luis Roberto Barroso e Associados”. Portanto há uma proximidade entre esses profissionais, sem que isso implique, necessariamente, em qualquer tipo de prévio conchavo estratégico.

     

  5. O que não está claro nesse

    O que não está claro nesse jogo: (i) as razões que levaram Fux a se desgrudar de Gilmar numa questão imprescindível aos interesses privados no país? (ii) As razões que levaram Teori, relatando a LavaJato, a apresentar um voto tão disparatado, medroso talvez, de encarar um lado ou outro. 

    A questão mais importante, no meu entendimento, é que PJ não vota. Se não vota, não há porque contribuir para o financiamento eleitoral . A CF-88 define de forma precisa quem são os participantes do processo eleitoral. Nestes, não estão incluídas pessoas jurídicas. Não lhes cabe, portanto, interferir em nada nesses processos. Por fim, resta outras jabuticabas inseridas na legislação ao longo do tempo. Uma das mais graves é o ressarcimento às concessionárias de TV e rádio do tempo utilizado para efeito de propaganda eleitoral. Ora, estas empresas são concessionárias de serviço público. E a propaganda eleitoral é a prestação de serviço público. É uma das (poucas) constrapartidas que estas empresas devem honrar por terem o direito de uso dos canais do espectro eletromagnético. O custo dos processos eleitorais para o país  diminuiria fortemente. 

    • Agradeçamos mais essa

      Agradeçamos mais essa jabuticaba ao FHC; ele é o pai da criança – Horário Eleitoral Gratuito.
      Só faltou dizer para quem é gratuito, pois para o povo é que não é. Os partidos não pagam e a mídia embolsa. “Que beleza!”.

       

  6. Limitação hipócrita

    É de se duvidar da supostamente elevada capacidade desses advogados, autores da ação, ambos com grau de doutorado, ao afirmarem “O objetivo da limitação é diminuir a influência do dinheiro na política e promover igualdade. Não tem nenhuma relação com o que a pessoa ganhou no ano anterior. Se um milionário ganhou 100 milhões, pode doar 10 milhões. Se favelado ganhou 10 mil, se doar 1.500 pratica ato ilícito.”.

    Ao proibirem diretamente as empresas mas não as pessoas físicas, então fica a seguinte questão: No próprio exemplo citado na ação, quem duvida que alguém que faça doações desta monta, 10 milhões ou até mais, e sendo empresário, não vá continuar a contar com o irrestrito apoio do “seu” parlamentar? Só acredita nisso os genuinamente ingêneuos ou, o mais provávrel, os hipócritas. Na verdade, o que há de tão errado nisso? O papel do parlamentar não é representar o interesses dos seus eleitores? Se há financiamento privado, ainda que somente de pessoa física, ele não pode defender os interesses desse eleitor? Certamente que sim, então, não muda nada. Provavelmente haverá um laranjal de CPF’s ou o custo das eleições vai baixar, ou ambos, o mais provável.

    Esse fenômeno não é exclusividade brasileira, ocorre pelo mundo afora. Agora, se queremos nos iludir que todos são “franciscanos”, que assim seja.

    • As doações devem ser

      As doações devem ser respaldadas na Declaração do Imposto de Renda. Qual empresário declara renda(atente: renda, não patrimônio) de R$ 20, 30,50,100, 200 milhões ao ano? 

      Essa realidade derruba teu argumento.
       

      • Caro JB Costa,
        Certamente o

        Caro JB Costa,

        Certamente o número de empresários que declaram vultosas renda é pequeno, mas eles existem. Silvio Santos é ou era um deles, sempre se vangloriando de ser ou de ter sido, o maior pagador de IR Pessoa Física, De qualquer modo quem usou o argumento de R$10 milhões de  doação para R$100 milhões de renda foram os próprios autores da proposta, não fui eu. Portanto, é razoável supor, dada a importância do argumento utilizado e o graú de informação de que dispõem os autores, que os mesmos dispõem de elementos suficientes para fazerem tal citação. 

        Meu argumento, não explicitado mas implícito pela crítica a essa questão de percentual da renda, é que só faria sentido se limitassem a doação por pessoa a um teto deifinido de valor máximo razoável, que não pudesse ensejar nenhuma possibilidade de se especular que poderiam haver benesses ao parlamentar face à doação recebida. ainda que, cá entre nós, sempre haja a possibilidade de se fazer outros arranjos. Não nos deixemos enganar pelas regras, achando que elas, por mais justas e/ou draconianas que sejam, eliminarão uma das mais clássicas dentre as fraquezas humanas: a ganância.

         

    • Você não entendeu? 
      O que

      Você não entendeu? 

      O que eles propuseram é justamente o contrário do valor estipulado por percentual.

      Exemplo: o teto máximo será de  R$ 1.000,00 por pessoa física.

      Independente de quanto ele ganhou no ano anterior.

    • Você não entendeu? 
      O que

      Você não entendeu? 

      O que eles propuseram é justamente o contrário do valor estipulado por percentual.

      Exemplo: o teto máximo será de  R$ 1.000,00 por pessoa física.

      Independente de quanto ele ganhou no ano anterior.

      • Desculpe, mas quem não

        Desculpe, mas quem não entendeu foi você. ou então não sabe aritmética.

        No exemplo dado pelos proponentes, e citado no meu comentário, está claro que não se pode doar mais que10% da renda declarada. Não há valor limitado por doador, mas sim valor percentual limitado ao máximo de 10% de sua renda. Essa limite de R$1.000,00 pode ser um desejo, mas não está nem na proposta dos autores, nem na lei em vigor. Só se limita percentual da renda declarada à SRF.

    • Tico e Teco, aqueçam!!

      Cético realista,

      coloque o tico e o teco para dar umas 30 voltas correndo em volta da mesa da sua sala. Depois que eles estiverem bem aquecidos, peça para eles dar uma lidinha novamente no texto. Quem sabe assim, eles entendam alguma coisinha??

       

      • Talvez quem precise desse

        Talvez quem precise desse exercício proposto seja o senhor, visto que em momento algum disse que não havia entendido o  texto. 

        Pelo contrário, é por tê-lo entendido que penso ser extremamente ingênuo o argumento utilizado e o respectivo exemplo, inclusive com valores, para que ficasse claro o que é lícito do que não é. Pessoas com esse grau de instrução e experiência não deveriam se dar ao luxo de imaginar que alguém que receba vultuosas quantias, ainda que lícitas, não vá se comprometer de alguma forma com quem as doa, isso, obviamente, não existe.

  7. Quer dizer, acabaram, mas,

    Quer dizer, acabaram, mas, não acabaram. Como sempre o país diverge em convergência: e os mesmos, ó, de papo pro ar. haja paciência.

  8. ACREDITO QUE A DOAÇÃO EMPRESÁRIAL TAMBÉM LESA O ART.1º DA CF.

    Acredito que a doação empresarial de campanha lesa também outro princípio fundamental da Constituição Federal – o artigo 1º, parágrafo único da CF/88: “Todo o poder emana do povo, que exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta constituição”.

    Veja-se que, na medida em que grandes empresas, por meio de doações bilionárias, começam a eleger deputados – e elegê-los com moeda de troca invariavelmente ilegal e profana (a lava-jato provou isso) -, substitui-se a vontade do povo pela votado do poder econômico e dos grandes interesses financeiros, lesando de morte o princípio supra.

    Ora, evidentemente, entende-se que todo o poder emana do elemento povo – constituído de indivíduos, de pessoas simples, dos seres humanos, sujeitos de direito, cidadãos -, que por direito inalienável lhe é facultado.

  9. A moldura

    Não vou ater-me ao texto do Nassif. Perfeito, mais que perfeito. Prefiro ficar nas fotos do alto da página que emolduram o ministro Luís Roberto Barroso. Meu Deus!!! – isto não se faz com o pior inimigo. Olho para esta moldura e não consigo parar de rir. São expressões patéticas. Ficar emoldurado desta forma é, no mínimo, maldade de quem o fez. Tô brincando!!!

  10. Erro de avaliação

    Gilmar deve estar bravo consigo mesmo, atirou no PT, seu objetivo principal e no primeiro que viu pela frente, quando percebeu a burrada que fez.

    Na certa avaliou que os demais membros do STF lavariam, as mãos, e revisariam os votos já dados contra a doação por empresas, diante da aprovação de uma lei pela Câmara dos deputados que autoriza a doação de empresas aos partidos políticos.

    Diante do resultado da votação, certamente lamentou ter liberado o processo para a conclusão da votação.

     

    • Isso prova que, com a

      Isso prova que, com a presidência ocupada pelo Cunha, a Câmara dos Deputados tenha perdido a distinção e moralidade necessárias para ser levada a sério. 

  11. STF em questão!

    Toffoli é o mais novo ministro do STF logo,

    Suas convicções estão em forte processo de mutação tornando sua avaliação mais sensivel e coerente.

    Ele terá muito provavelmente mais uns 30 anos de carreira e certemente mais 40 anos de vida.

    Então meus caros a conclusão é clara:

    Porque ele iria concorrer contra a eminente fatalidade de ser execrado e condenado pela opinião publica

    e pela história que será contada daqui há 10 anos, onde os malfeitores liderados pela cleptocracia Lulapetista ?

    Os corvos orfãos de ideologia só permanecem enquanto o presunto-carniceiro é dividido com eles. Já estão

    saltando do trem da alegria. Só restarão os detidos, exilidos em Cuba, os procurados pela justiça e os retardados que matém uma fé doentia no social comunismo, que já foi sepultado no mundo moderno e próspero!

    Ah, o camarada Nassif terá que aprender a escrever em Russo, pra ser lido pelas viuvas do comunismo.

     

    • O discurso Repetido… e repetido… e repetido… e repetido…

      Este fim de semana assisti a um documentário da BBC sobre a Primeira Guerra Mundial. (Muito bom por sinal mas, na minha pobre opinião inferior ao exibido na National Geografic Channel – Os Segredos da Primeira Guerra Mundial). O que se nota nesses documentários e em outros muitos outro sobre a Segunda Guerra, é a constancia de determinados discursos contra Sindicatos e Associações de Trabalhadores (na Primeira Guerra Mundial) e contra os Comunistas (na Segunda Guerra Mundial). São sempre as mesmas idéias, situações, frases e as vezes até palavras… O que é legal dos documetários é que se pode ouvir o discurso original, na voz dos discursantes.

      Acho interessante como essas pessoas, dignatárias, lideres, generais, politicos, policiais, padeiros, professores, gente do povo até, repete sempre as mesmas coisas… novamente, as mesmas idéias, situações, frases e as vezes até palavras… E, lógicamente, como elas instrumentalizam esses Sindicatos e Associações quando se faz nescessario aos seus objetivos… E depois? O que sobra de tudo?

      No caso da Primeira Guerra, 10 milhões de soldados mortos no conflito e entre 5 e 10 milhões de civis até 1918 (e mais 20 milhões pela gripe Espanhola que saiu das trincheiras). Na Segunda Guerra, 25 milhões de soldados mortos e 58 milhões de civis.

      Para que alguns possam manter seu bem estar, conforto, dominância, garantir que seus filhos sigam por esse mesmo caminho, muitos são sacrificados e… Invariavelmente, quem profere os discursos (sempre os mesmos discursos…) fica em sua casa, com sua familia, com seus amigos (que também, invariavelmente, partilham as suas idéias e ideais).

      Eu ouço essa conversa sobre comunismo e comunistas desde que me entendo por gente… E eu já estou velho!!!

      Mas a conversa não muda… Os discursos não mudam… Só mudaram os cadaveres… Eles serão novos e frescos, mas não serão filhos dos discursantes… Os filhos deles estarão em casa… Acolhidos e protegidos.

      Pelo amor de Deus… Discursos novos!!!! Parem de repetir o que vocês ouviram sabe-se lá onde e repetem, repetem repetem… 

      Pensem no que falam. Leiam e vejam um pouco mais de historia!!! Vejam sem a VEJA!!!  Percebam como tudo que vocês dizem é repetitivo e sem sentido!!!

      • Papagaio de Tucano?

        Não meus caros, não sou tucano! Estes estão muito a esquerda da minha posição.

        Agora Luiz Lamg, foi bom saber que você assistiu aos documentários da 1ª e 2ª guerra Mundial e contou os cadáveres.

        Salvo engano matemático, entre cívis e militares estas guerras sucumbiram com 90 milhões de vidas.

        Entendi que você atribui a direita conservadora essa matança humana, acredito que numa reavaliação mais precisa da

        história concluirá que o Nazismo, na sua ideologia totalitária, é irmão primitivo do comunismo.

        Mesmo assim, somando-se as mortes no Chile de Pinochet ( 3 mil) e na ditadura militar no Brasil (no máximo 400 pessoas),

        todas essas tragédias assassinaram menos que todo o cumunismo mundial executou desde 1.910 no mundo todo!

        Veremos o Comunismo:

        20 milhões URSS, 65 milhões na China, 4 milhões Coréia do Norte, Camboja + Afeganistão + África + Leste Europeu + locais onde o comunismo não era governo 7,5 milhões. Total = 96,5 milhões de pessoas!

        Bingo! O comunas mataram mais que as 2 principais guerras mundiais entre outros conflitos.

        Como é bom aprender sobre a história com gente tão culta como vocês.

        Obrigado

         

         

         

    • Oi Augusto
      Nem as mais

      Oi Augusto

      Nem as mais miseráveis masmorras da idade média, os torturadores conseguiam compor um conjunto de idéias tão miseráveis como a sua.

        

  12. O Gilmar

    já avisou que quer “reabrir” o processo. De certo vai recorrer “ao bispo”, já que não existe côrte acima do STF e já que a diretalha golpista, ele incluso, tem o papa como comunista!

  13. Se o Barroso é o contrário de

    Se o Barroso é o contrário de Gilmar, o Joaquim é exatamente o Gilmar. Dois bicudos não se beijam. O Gilmar é corroído de inveja do Barroso, já com o Joaquim,  o Gilmar não aguenta se olhar no espelho.

    • A chegada do Barroso ao STF

      A chegada do Barroso ao STF deu uma pirada na ministrada; todos os ” egocentrados tieveram que recomeçar do zero; recontruir as personagens. .. os normais, só precisaram seguir a vida que, com a chegada do Barroso ficou bem mais leve. 

  14. Os bastidores da atuação de Gilmar no STF

     

    Tem SIDO ASSIM a HISTÓRIA COMPROVA.

     

    Indivíduos que DEFENDEM POSIÇÕES por nelas ACREDITAREM, mudam de OPINIÃO quando ALGUÉM lhe mostra CAMINHOS MELHORES, afinal de contas a POSIÇÕES são SUAS, mas pessoas que tem TOMADOS POSIÇÕES determinadas por seus MANDATÁRIOS não podem DESOBEDECE-LAS.

  15. Quem não se lembra dos

    Quem não se lembra dos impropérios do ministro Gilmar Mendes em função da revolta(para ele “lavagem de dinheiro”) com as milhares de doações feitas por militantes e simpatizantes destinadas a cobrirem as multas advindas das condenações de José Dirceu, José Genoíno e Delúbio Soares? 

    Estamos tratando simplesmente do membro do STF mais comprometido com a política partidária ao longo da história desse Tribunal. Nem nos tempos da ditadura,  quando muitos dos indicados e nomeados eram parlamentares egressos da antiga “banda de música” da UDN, portanto golpistas de quatro costados, a afinidade era tão grande. Se havia compromissos, esses eram no campo ideológico. 

    Apoplético, descarregou sua ira na OAB e no PT, dando-os como mancomunados, porque sabe que melhor tirará partido da nova situação aqueles partidos mais orgânicos e com militância aguerrida e fiel, casos das agremiações de Esquerda, e particularmente o PT. Exatamente o oposto do PSDB, DEM e seus iguais. 

  16. A crise é ética, não institucional.

    A crise é ética, não institucional.

    Com o congresso que temos, não adianta mudar todas as leis  do país, tampouco declarar que agora ninguém financiará campanhas por cargos, contratos, poder.

    Os mesmos que coordenam a pilantragem diretamente através das empresas encontrarão outros meios para fazê-lo.

    E piorou muito depois que os próceres do PT eliminou a credibilidade, o sonho de que havia um partido honesto e ético. Destruiram a nossa esperança. Digo os próceres porque muitos honestos deixaram o partido Brasil afora, de Oiapoque ao Chuí. O PT abandonou a luta de clasRses e dedica-se a manter as classes, os próprios seus próceres deixaram de compor a classe dos pobres trabalhadores, o que interessa ao PT é a manutenção da pobreza dos trabalhadores, a fim de controlá-los como boiada, massa de manobra, mantendo uma falsa luta de classes que só põe a sociedade em polos opostos.

    Sonho com o dia em que tenhamos uma democracia normal, sem falsa “luta de classes”, onde as empresas possam eticamente contribuir para campanhas de forma clara, onde o governante não peça “pedágio” para dar contratos à empresa A ou B.

    Eliminação total da corrupção? Impossível, mas diminuí-la é possível. Menos com medidas que beiram a hipocrisia.

    • Cada vez mais está claro que

      Cada vez mais está claro que quem está a merecer impeachment não é o Executivo. Se tivessemos que tirar alguém do poder por meio de expurgo democrático, muito antes que qualquer outro haveríamos que mirar o Legislativo e dar o bilhete azul aos atuais ocupantes do Congresso Nacional, principalmente aos ocupantes da Câmara dos Deputados.

  17. O ministro Teori finalmente

    O ministro Teori finalmente decidiu fatiar a Lava Jato, que tenta ser um outro STF e enfeixar todos os processos de corrupção que bem deseje em qualquer parte do país, levando tudo para o Paraná, onde reina, pinta e borda. O procurador Carlos Fernando Lima, do exército de Sérgoio Moro, indignou-se com a sábia decisão do ministro, que estava a dar sozinho aval a toda a movimentação político-midiática-jurídica do juiz Sérgio Moro. E confessou com todas as letras que o objetivo da Lava Jato não é investigar a Petrobras. Segundo ele, o objetivo é perseguir o quanto possa qualquer fio de investigação em qualquer parte do país para tentar provar uma tese de fundamento que a operação trabalha com ela: Que o Governo Federal comprou apoio político com dinheiro de propina. Abaixo vão as próprias palavras do procurador, para que se veja se é ou não é disso que se trata. Nesse afã glorioso e incansável, a serviço de que ou quem não se sabe bem, a Lava Jato até agora conseguiu apenas extrair por tortura confissões inviesadas de que dinheiro de contribuição empresarial seria dado ao partido do govreno para obter benefício, o que toda contribuição empresarial para qualquer partido por definição é. Ou era. “Não estamos investigando a Petrobras. Nós nem começamos a investigação por ela. Estamos desvelando a compra de apoio político-partidário pelo governo federal, por meio de propina institucionalizada nos órgãos públicos. Se não reconhecerem isso, vai ser um problema”,

  18. Arrogante

    Gimar faz o que faz porque tem a tranqulidade de saber que nada acontecera com ele, um semi-deus, ministro da suprema corte….  Se pelo menos levasse uma chamada à realidade do presidente da casa, ja seria um começo. Outro, teria que levar uma boa chamada do senado, lembrando-lhe de que não ha absolutismo no Brasil nem intocaveis e de que primeiro ele é um funcionario publico à seviço do povo.

  19. Gilmar pode ser impedido?

    Nassif, muito bom relembrar esta história e dar os créditos aos autores.  Eles realmente merecem.  Quanto ao Gilmar acredito que o ministro Lewandowski deu todas as dicas para se  requerer o seu impedimento junto ao CNJ.  Como se diz na gíria, o Lewandowski levantou a bola para alguém chutar.  Gostaria de  recomendar que os colegas lessem o artigo de Jeferson Miola em Carta Capital sobre o assundo. Eu estou republicando este artigo em meu blog e penso que seria importante discutir quem deve chutar esta bola em gol.

      • Falo em CNJ porque foi citada pelo Lewandowski,

        mas concordo contigo que o processo deva ocorrer no Senado e que assim seja, ou você tem medo de que no Senado acabe em pizza? Pois eu também tenho, mas o que fazer. Temos que lutar a luta possível, não é mesmo? Ou será que preferimos sofrer em silêncio e em silêncio sermos derrotados e enfiar a viola no saco?

  20. “Tem que sentir não raiva, mas ódio antes de matar”

    “Tem que sentir não raiva, mas ódio antes de matar”. Essa era o que se dizia aqui no Sul quando se falava de jagunços de aluguel que eram contratados para matar algum inimigo do patrão. Eles esperavam até sentir ódio do desafeto para depois partir ao assassinato. Faz anos que não se le mais sobre isso. 

     

    Quanto ao linguajar do seu Gilmar, dizer que era da República Velha, acho que devido ao Status que um Ministro deve ter, não me lembro de algum ministro, mesmo dos antigos, usar linguajar tão inapropriado para a função.

  21. muito perigoso, o STF ter certas garantias…

    vejam qua a principal delas é poder errar ou acertar por último

    principal porque maioria das vezes que trocou passes com alguém de fora, errou

    mas não deixem de ver também com quem o ministro está trocando passes atualmente

    a meu ver com o Cunha

    sinal de que pode errar mais uma vez e da pior forma possível, encurralando a autoridade maior de um dos três com com algo que representa a vontade de praticamente 75% da sociedade

    o erro mais nefasto de qualquer constituição é aquele que ela mesma nos impede de corrigir

    • a nós, eleitores, que…

      ao que parece, com a troca de passes constante, estamos elegendo também para o STF e para a classe dominante, cujo representante principal nunca deixou de ser a mídia golpista

      • Democracia não é um jogo…

        reparem como enganam a gente com esta lorota de que o voto representa a vontade final e definitiva do eleitor, povo

        e mesmo que apenas um siga tentando alterar não o jogo, mas sim as regras, representa perigo

        e bem maior

  22. Será que cada uma dessas

    Será que cada uma dessas empresas, e não são poucas país à fora, pois há eleições de dois em dois anos para diferentes níveis, gastariam mais com a doações eleitorais do que com a CPMF que os empresários tanto reclamam? Qual das duas “despesas” incidiria mais sobre os custos de prdução?

    • Sua pergunta remete

      Sua pergunta remete diretamente à tese que não poucos sustentam, de que o problema de empresários com a CPMF não é fundamentalmente referente ao valor a ser dispendido com o imposto, mas ao fato de que ele é instrumento muito poderoso do Estado para inibir a sonegação fiscal, uma ajuda inestimável para o instituto da fiscalização em país que ainda está a engatinhar rumo ao pleno desenvolvimento econômico. Ao tempo em que vigia, a Receita Federal reinava e os sonegadores de medo dela se pelavam. Sua extinção, bem antes de ser uma vitória dos que são contra impostos por convicção ideológica, foi uma vitória dos amaldiçoados sonegadores. 

  23.  
     
    Realmente, mais claras

     

     

    Realmente, mais claras não poderiam ser, as movimentações golpistas em curso. Perderam a vergonha. Nada de máscara de democracia. Agora eles expõem as carrancas golpistas à luz do dia. Já vimos isso antes. Quanto mais avançam sem encontrar resistência, mais ousadas e descaradas se tornam as ações macartistas desses energúmenos. Já não há limites.

    Onde já se viu tamanha impostura por parte de um juiz do STF? A um magistrado que se dê ao respeito seria factível aceitar tamanha falta de decência?  Assacar descarada saraivada de impropérios contra a mais alta autoridade do poder executivo do País. Todos, assistem, calam. Vai ficar por isso mesmo?…Se uma autoridade do poder  judiciário é incapaz de se comportar com a devida compostura e se desclassifica publicamente dessa maneira, há que sofrer consequências adequadas.

    A um juiz do STF, nem a nenhum empregado no serviço público. Portanto, empregado do povo, é dado o direito de ser um desclassificado. Do contrário, não apenas o Judiciário, mas, toda a nação. Inclusive, o governo Federal. Todos, também se desmoralizam dando guarida ao descontrolado crescimento canceroso do golpismo, da bagunça, e da esculhambação completa. Na melhor das hipóteses, se não fizer nada, o governo Federal deverá ser admoestado por prevaricação.

    Orlando

  24. visto de outro prisma…

    gilmar concorda que nossas empresas sigam grandes, mas poucas

    poucas, e muitos interesses estrangeiros para desmantelar qualquer uma de suas estruturas, mesmo que sendo uma delas em cartel, ou principalmente, por serem poucas

    a quantas e a quantos afetam quando desmanteladas?

    quando o jogo chega neste nível, planetário, devemos considerar todas as alternativas e todos os objetivos

    continue contribuindo para que possamos destruí-la a jato

  25. Bela e consistente análise,

    Bela e consistente análise, parabéns Nassif.

    Não canso de dizer Mendes é uma aberração que faz política (partidária) o tempo todo e bico de ministro do STF, enquanto tivermos sujeitos com esse grau de desfaçatez  num cargo estratégico como o que ocupa, infelizmente, o país ainda será considerado uma sub-república.

  26. Precisa de tanta foto assim?

    Caro Nassif,

    Precisa de tanta foto assim do excelentíssimo?

    Põe o título e descreve o texto, já basta.

    Não vê que está causando poluição visual no seu blog?

  27. gilmar me lembra uma maria louca no picadeiro…geralmente seu teatro é uma cortina de furmaça para ocultar seu podres, como por exemplo o caso de desvio de uns 10 milhões de reais via IDP – TJ da BA….alguém sabe me informar em que deu a investigação…ou será que num pais em que os juizes investigam a sim mesmos nada é apurado….não é à toa que Eliana Calmon usou o termo “bandidos de toja” para se referir a certos magistrados…

    CNJ investiga contrato sem licitação entre IDP de Gilmar e TJ-BA

    http://www.vermelho.org.br/noticia/235469-1

  28. Financiamento privado foi proibido pelos militares

    E recolocado pela CPI PC Farias com base nos argumentos a seguir:

    (Pág. 303) Em vários temas de que foi palco a CPI, talvez esteja na origem….
    o financiamento das campanhas eleitorais….
    (Pág. 304) De onde vem o dinheiro? …o apelo ao setor privado… APESAR
    DE PROIBIDO POR LEI…
    (Pág. 311) Essas proibições…irreais e fantasiosas…são um convite à ilegalidade.
    (Pág. 313) …a proibição do financiamento por empresas privadas se converteu em letra morta…
    (Pág. 320) …Propomos que a CPI assuma esta tarefa, estabelecendo limites, 
    regulamentando as doações privadas e as penalidades…propomos um limite de 
    gastos… como a França, a Espanha e a Grã-Bretanha….as doações por parte de empresas, 
    dentro de limites…inspirada na lei espanhola, que proíbe doações de empresas vinculadas
    ao Estado por contratos de fornecimento…
    (Relatório completo:http://www.senado.gov.br/comissoes/CPI/arquivo/CPMIPC.pdf)

  29. A Justiça a destituir e

    A Justiça a destituir e prender Eduardo Cunha. O resultado é que o país entrará em convulsão, porque depois de uma reunião com Gilmar Mendes, Cujnha resolveu dar a partiida par5a a concretização do Golpe de Estado. Um golpe dado por notórios corruptos contra o governo que mais combateu a corrupção.

  30. Stedile foi vaiado e

    Stedile foi vaiado e perseguido por uma torcida organizada no Aeroporto de Fortaleza. Gente que sabia que ele estaria alí naquela hora e se organizou para atacá-lo. Os analfabetos histórico-políticos fanatizados saíram de suas casas de madrugada para gritarem no aeroporto: “Vai prá Cuba do PT!”. Tudo isto faz parte de uma articulação nacional para dar um suposto “sustentáculo de classe média” ao Golpe. Como se sabe, golpistas não têem escrúpulos quanto as meios para atingir sua meta e eles aqui devem estar muito bem financiados, já deram pistas disto. Mesmo que um golpe no Brasil custasse 10 bilhões de dólares, sairia muito barato. Neste momento, as malas cheias de dólares devem estar circulando por todo o país, para comprarem apoios aos golpistas em diversas áreas da vida nacional. A vitória política do Governo no Congresso, ontem, foi o canto do cisne da Democracia Brasileira. A cortina para o ato final do Golpe foi aberta hoje por Cunha, depois de mais um encontro histórico seu com Gilmar Mendes. Estes dois são os próceres do Golpe, e certamente terão seus desejos atentidos pelo mesmo, depois que ele for dado: A anulação da votação do Supremo sobre financiamento privado e o arquivamento da prisão de Cunha, já que não mais deverá existir nada contra este que será guindado ao posto de herói dos golpistas. Nada mais se poderá  fazer para deter o começo dessa loucura que, ao fim, reporá o Brasil onde estava no cenário mundial ao tempo do FHC: Abaixo do México.

  31. Não me lembro de ter lido ou

    Não me lembro de ter lido ou ouvido uma resposta de Barroso(que se encontrava fora) aos ataques daquele dia. Alguém tem conhecimento da existencia desta(resposta)? 

  32. A bronca de Gilmar é que até

    A bronca de Gilmar é que até a entrada de Barroso ele era o único constitucionalista na composição do tribunal e podia nadar de braçada. A entrada de um outro ministro da especialidade reduziu o espaço do Gilmar e trouxe um contraponto altamente positivo aos debates de temas jurídicos dos mais relevantes. Foi perceptível a mudança de patamar das discussões no tribunal desde a chegada do ministro Barroso. Por isso Gilmar passou a se comportar como um cão raivoso, espumando e distribuindo mordidas a torto e a direito.

  33. POLUIÇÃO VISUAL: EXCESSO DE FOTOS

    Grande nassif, concordo com um colega que destacou apropriadamente que o excesso de fotos gerá um efeito deletério: poluição visual. acho que reduzir seria mais interesante.

  34.      CHEGOU A HORA DE COMEÇAR

         CHEGOU A HORA DE COMEÇAR A CEIFA PROFETICA

    (IS.30.12) PELO QUE ASSIM DIZ O SANTO DE ISRAEL: Irmãos, observai que os Semelhantes se atraem tanto para fazer o bem quanto o mal, constituindo-se no Trigo e no Joio que se separam como se vê no mundo, à exemplo do Brasil; (JB.4.27) POIS ASSIM DIZ O SENHOR: (MT.15.16) TAMBÉM VÓS NÃO ENTENDEIS ESTA PARABOLA? (JB.15.29) LEMBRAI-VOS DA PALVRA QUE EU VOS DISSE: (MT.13.24/25)  O REINO DOS CÉUS É SEMELHANTE A UM HOMEM QUE SEMEOU BOA SEMENTE no SEU CAMPO; MAS, ENQUANTO OS HOMENS DORMIAM, VEIO O INIMIGO E SEMEOU O JOIO NO MEIO DO TRIGO:

     (MT.5.28)  EU, PORÉM, VOS DIG: (MT.13.30)  DEIXAI-OS CRESCER JUNTOS ATÉ A COLHEITA, E, NO TEMPO DA COLHEITA, DIREI AOS CEIFADORES: AJUNTAI PRIMEIRO O JOIO, ATAI-O EM FEIXES PARA SER QUEIMADO; MAS O TRIGO, RECOLHEI-O NO MEU CELEIRO:

    (JB.3.10)  NISTO SÃO MANIFESTOS OS FILHOS DE DEUS E OS FILHOS DO DIABO: TODO AQUELE QUE NÃO PRATICA A JUSTIÇA, NAO PROCEDE DE DEUS, E NEM AQUELE QUE NÃO AMA A SEU IRMÃO:

    A propósito, acabamos de receber maiores esclarecimentos a esse respeito, da parte dos meus testemunhos espirituais, por meio da seguinte mensagem:

         CHEGOU A HORA DE COMEÇAR A CEIFA PROFETICA

    (IS.30.12) PELO QUE ASSIM DIZ O SANTO DE ISRAEL: Irmãos, observai que os Semelhantes se atraem tanto para fazer o bem quanto o mal, constituindo-se no Trigo e no Joio que se separam como se vê no mundo, à exemplo do Brasil; (JB.4.27) POIS ASSIM DIZ O SENHOR: (MT.15.16) TAMBÉM VÓS NÃO ENTENDEIS ESTA PARABOLA? (JB.15.29) LEMBRAI-VOS DA PALVRA QUE EU VOS DISSE: (MT.13.24/25)  O REINO DOS CÉUS É SEMELHANTE A UM HOMEM QUE SEMEOU BOA SEMENTE no SEU CAMPO; MAS, ENQUANTO OS HOMENS DORMIAM, VEIO O INIMIGO E SEMEOU O JOIO NO MEIO DO TRIGO:

     (MT.5.28)  EU, PORÉM, VOS DIG: (MT.13.30)  DEIXAI-OS CRESCER JUNTOS ATÉ A COLHEITA, E, NO TEMPO DA COLHEITA, DIREI AOS CEIFADORES: AJUNTAI PRIMEIRO O JOIO, ATAI-O EM FEIXES PARA SER QUEIMADO; MAS O TRIGO, RECOLHEI-O NO MEU CELEIRO:

    (JB.3.10)  NISTO SÃO MANIFESTOS OS FILHOS DE DEUS E OS FILHOS DO DIABO: TODO AQUELE QUE NÃO PRATICA A JUSTIÇA, NAO PROCEDE DE DEUS, E NEM AQUELE QUE NÃO AMA A SEU IRMÃO:

    À propósito, acabo de receber a seguinte mensagem dos meus testemunhos espirituais doando maiores esclarecimentos a respeito:

          AVALIAÇÃO CRITICA DA COMUNICAÇÃO MEDIUNICA

     Caros companheiros(as) de jornada, para o nosso estudo e observação, estou compartilhando uma comunicação mediúnica, cuja avaliação foi feita no grupo de estudo de O Livro dos Médiuns do qual participo. Não acreditamos relevante informar o nome do médium, pois trata-se de uma oportunidade de aprendizado e nada mais.

    No capitulo XXVII ‘Das contradições e das mistificações’ do livro citado acima , Allan Kardec adverte:

    “Podendo manifestar-se Espíritos de todas as categorias, resulta que suas comunicações trazem o cunho da ignorância ou do saber que lhes seja peculiar no momento, o da inferioridade, ou da superioridade moral que alcançaram. A distinguir o verdadeiro do falso, o bom do mau, é a que devem conduzir as instruções que temos dado. Cumpre não esqueçamos que, entre os Espíritos, há, como entre os homens, falsos sábios e semi-sábios, orgulhosos, presunçosos e sistemáticos.”

    Mais além, O Espírito de Verdade esclarece:

    Para se discernir do erro a verdade, preciso se faz que as respostas sejam aprofundadas e meditadas longa e seriamente. É um estudo completo a fazer-se.”

       Infelizmente, mesmo à luz de tais esclarecimentos, vários médiuns não avaliam as comunicações recebidas e, por acréscimo de imprudência, as publicam indiscriminadamente nas redes sociais, saciando a ‘sede de conhecimento’ dos seus numerosos seguidores, igualmente imprudentes, para não dizer fascinados. 

       É com a humildade de meros aprendizes e a vontade de reiterar o alerta feito por Kardec e O Espirito de Verdade, da necessidade de prudência e avaliação, que apresentamos a seguinte comunicação dada por um Espirito que se identifica como Alfred Schutz. Cada trecho que julgamos questionável esta sublinhado, numerado e comentado em uma linha correspondente no final da mensagem. 
                                                                                   * * *
    Mensagem do Mentor: 

    F lhos e Filhas deste1 Plano Físico, peço licença a este Médium para colocar algumas coisas pra vocês neste exato momento. Primeiramente, quero lhes alertar para que se unam com suas famílias, perdoem seus inimigos e em vez de procurar culpados, sigam em frente confiando na espiritualidade!2 O eixo de frequência3 da terra está mudando, o que tumultua o psiquismo das pessoas, fazendo os nervos ficarem a flor da pele4. O ARNALDO OU ISRAEL precisa se adaptar à nova realidade em ajudar os outros pela extrema sensibilidade espiritual que possui.5 Deixem que ele se adapte, não o testem nem façam perguntas sem significado espiritual6 que o levem desanimar7 desta Missão5. Além disso, quero lhes alertar contra os vampiros espirituais8 que chegam com palavras doces e promessas de melhoras, pois muitos deles estão infiltrados nos meios religiosos e espiritualistas! Não vamos dar guarida aos que buscam facilidades, privilégios e dicas dos mentores para lhes poupar o esforço evolutivo. Não trabalhamos com autoajuda que tem prazo de validade, nossa atuação é no sentido de lhes dar um novo ânimo. (paragrafo introduzido para facilitar a leitura)

    Como o magnetismo da Terra está na fase de separar o joio do trigo8 na seleção de quem viverá nos tempos da regeneração, haverá muita dor neste mundo.9 Não transfiram muitas expectativas para nós10, pois tanto eu como o Médium somos realistas e focados5. Queremos companheiros de Evolução ao invés de seguidores. Haverá bastante tumulto nesse país, contudo, a Ordem vai ser restabelecida11 sem quebra dos preceitos do Estado de Direito. Meus amados, porque muitos de vocês estão acomodados no mal sem atitude ou coragem para mudar? Anuncio um Novo Tempo12 para quem se esforçar por se modificar. NoPlano Espiritual Evoluído8 não existem atalhos, conchavos ou alianças por interesse13. Aonde estou, vigoram o trabalho, mérito e competência no cumprimento das tarefas. A Sociedade está repleta de pregadores e oradores, contudo, queremos pessoas dispostas para a ação.14  (paragrafo introduzido para facilitar a leitura)

    N ós, desencarnados laboriosos12, estamos procurando parcerias construtivas.4 Quem tem medo de se renovar ficará estacionário na seara evolutiva. Ajudem o (nome do médium) a divulgar15 a nossa força tarefa de seres que fazem o progresso acontecer12. Somos companheiros nessa trajetória. O medo emite um magnetismo16 de baixa frequência que atrai entidades ignorantes. A obsessão requer reciprocidade vibratória, então, esqueçam o muro das lamentações para serem agentes da guinada positiva para as suas Vidas! Em outubro, serão duas mensagens por semana.17 Hoje, faço apenas uma convocação pela transformação. Tenho muito amor, contudo não saio do objetivo,18 pois a chantagem sentimental nada traz de solução. Sintam todo meu carinho! Abraço deste sociólogo no Plano Espiritual *                                                                             * * 1 O uso da palavra ‘deste’ deixa entender que o narrador também se encontra no plano físico.
    2 Em contradição com o item 10.
    3 Cientificamente incorreto; Eixo: Reta imaginária através da qual um astro realiza o movimento de rotação. Frequência: Número de vibrações por unidade de tempo. – Portanto, não existe ‘eixo de frequência’.
    4 Expressão própria ao plano terrestre que Espíritos elevados não usariam.
    5 Afirmação suspeita com finalidade de lisonjear o médium e adquirir a sua confiança. Espíritos elevados jamais afirmariam que os médiuns possuem qualidades ou virtudes especiais.
    6 Ciente da sua falta de conhecimento geral, o Espírito quer evitar perguntas complexas que revelariam a sua inferioridade intelectual ou moral.
    7 Gramaticamente incorreto (erro do Espírito ou do médium).
    8 Tal formulação ou conceito não existe na literatura espírita.
    9 Previsão pessimista ou amedrontadora do futuro, sem finalidade construtiva.
    10 Em contradição com o item 2.
    11 Previsão do futuro sem finalidade construtiva.
    12 Afirmação prepotente incompatível com a humildade dos servidores do bem.
    13 Incorreto. Há inúmeras ‘alianças de interesse’ no plano espiritual, tanto pelo bem quanto pelo mal.
    14 Em contradição com a afirmação de Emmanuel no livro ‘Estude e Viva’  “(…) recordemos que o Espiritismo nos solicita uma espécie permanente de caridade – a caridade da sua própria divulgação”.
    15 Apelo à divulgação própria e das suas mensagens, sem menção da Doutrina Espírita.
    16 Cientificamente incorreto: Magnetismo: Conjunto de fenômenos que os materiais imantados apresentam. – Portanto, o magnetismo não pode ser emitido, mas sim, as ondas magnéticas.
    17 Espíritos elevados nunca garantem a frequência das comunicações.
    18 Afirmação confusa (a devoção à uma causa não representa a ausência do amor e vice versa).

    *Obs: É digno de nota a ausência completa de louvor à Deus, ao Cristo ou qualquer modelo espiritual, tanto no início quanto no final da comunicação.

    Esperamos que esta modesta análise, sem presunção de autoridade doutrinária, possa demonstrar a urgência do estudo, da prudência e vigilância necessários para todos e principalmente os obreiros da área mediúnica. Fiquem à vontade em acrescentar comentários, análises, sugestões e correções para o proveito de todos.
    Vigiai e orai! Matheus 26:41
    Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/comunicabilidade-dos-espiritos-(mediunidade)/avaliacao-de-comunicacao-mediunica-mistificacoes-e-contradicoes/#ixzz3shOtz4NL

     

     

     

     

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome