Papa pede aos juízes que sejam ‘isentos’

O Papa Francisco reforça a importância da Justiça na preservação dos direitos e bens das pessoas, defendendo que os juízes devem agir sem favoritismos ou pressões

Jornal GGN – O Papa Francisco, em mensagem de vídeo nas redes sociais, falou sobre o Poder Judiciário e a necessidade de que atue sem beneficiar qualquer um dos lados.

O Papa Francisco reforça a importância da Justiça na preservação dos direitos e bens das pessoas, defendendo que os juízes devem agir sem favoritismos ou pressões ‘que possam contaminar as decisões que devem tomar’.

‘Os juízes devem seguir o exemplo de Jesus, que não negocia nunca a verdade’, pede Francisco. E termina o pequeno vídeo com um apelo por orações para que a ‘injustiça não tenha a última palavra’.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

2 comentários

  1. Que Vossa santidade saiba que aqui no brasil a última coisa que se pratica é a justiça.
    Precisamos de muita reza santidade, principalmente para nos proteger da turma que usa a biblia como cheque e lança sobre os olhos de seus fieis um véu distorcedor da realidade e da verdade.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome