Pedido de Renan ao STF pode anular afastamento de Cunha

 
Jornal GGN – Na mira da equipe da Operação Lava Jato do Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), encaminhou ao Supremo um parecer defendendo que o afastamento de um deputado federal ou de um senador deve ser, necessariamente, confirmado pelo Congresso. O pedido põe em cheque a legitimidade do Judiciário para afastar parlamentares, como ocorreu com o peemedebista Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
 
O parecer coincide, ainda, com a denúncia sobre as contas de Eduardo Cunha estarem prontas para serem julgadas pelo STF, no mesmo momento que a Procuradoria-Geral da República avança sobre os peemedebistas do Senado.
 
Renan Calheiros assina o ofício, mas o conteúdo foi produzido pelos partidos  PP, PSC e Solidariedade para que a suspensão do mandato pela Justiça seja submetida em até 24 horas à Casa Legislativa, que poderá aprová-la ou rejeitá-la.
 
Após o afastamento de Cunha, o próprio senador Renan Calheiros é alvo de um pedido de afastamento e, ainda, de prisão, apresentado há três semanas pela PGR, por suspeita de tentar interferir nas investigações da Lava Jato. 
 
O documento foi apresentado em uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI). Em nota, Renan se isentou do pedido, apesar de assiná-lo e afirmou que a iniciativa foram das legendas. 
 
“Em resumo, se a medida cautelar diversa da prisão implicar afastamento da atividade parlamentar, devem ser os autos remetidos dentro de vinte e quatro horas à Casa respectiva, para que, pelo voto da maioria de seus membros, resolva sobre a Medida Cautelar”, afirma o pedido, que está sob a relatoria do ministro Edson Fachin, do STF, e ainda sem prazo para julgamento do processo.
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

11 comentários

  1. Jogar no Ventilador, Por Quê Não?

    Nassif: os repórteres investigativos estão perdendo uma excelente oportunidade. Inclusive os ditos Blogueiros Sujos. Soltem IMEDIATAMENTE uma breve biografia política e partidária de TODOS os membros do SENADO —1) como apareceu na política; 2) quando começou a exercer mandato; 3) por qual partido, com trajetória atualizada; 4) de quem tem sido aliado; 5) medidas importantes que votou contra ou a favor; 6) situação atual na trama do golpe; 7) favores que já recebeu do governo (da Presidenta e do Interino). Isto num infográfico deve ficar uma beleza. Além de preparar o eleitor, SE e somente SE nova eleição antes de 2018, daria nome aos bois. Pense com carinho na ideia.

    • Viomundo

      JCORDEIRO

      O site VIOMUNDO está fazendo algo nesta linha que você propõe.

      Sãos as revelações das hipocrisias dos políticos…

      E para finalizar: fora Temer.

  2. Lava Jato perde credibilidade a Jato, se ceder… acaba

    Os grampos de Machado detonaram a versão de Moro para a corrupção no Brasil

    por Kiko Nogueira

    Tudo indica que o vazador das conversas de Sérgio Machado é o próprio Sérgio Machado.

    Machado acabou, com isso, causando um curto circuito na Lava Jato. O primeiro a se manifestar foi o delegado Igor Romário de Paula. “O que nos preocupa somente é que isso (os áudios) venha a público dessa forma, sem que uma apuração efetiva tenha sido feita antes”, afirmou ele, segundo o Globo.

    Igor está dizendo que há vazamentos bons e ruins. Os primeiros são os que são feitos pela própria PF. Dias depois, foi Sergio Moro quem deu detalhe.

    Apresentou-se num simpósio de direito constitucional em Curitiba e criticou os projetos de lei sobre a delação premiada em tramitação no Congresso — os dois, sintomaticamente, de autoria do deputado petista Wadih Damous.

    “Eu fico me indagando se não estamos vendo alguns sinais de uma tentativa de retorno ao status quo da impunidade dos poderosos”, falou Moro.

    Moro, de acordo com o Estadão, achou “coincidência” que o autor seja do PT. “A corrupção existe em qualquer lugar do mundo. Mas é a corrupção sistêmica não é algo assim tão comum.”

    Nem uma palavra sobre as tentativas explícitas de gente como Jucá e Sarney barrarem as investigações através de um impeachment. Nem um mísero muxoxo sobre o que foi revelado nos papos de Machado.

    O fato é que os áudios de Sérgio Machado quebraram as pernas da história oficial do time de Moro. Até ele surgir na Folha, toda a narrativa da LJ estava nas mãos dos delegados, que vazavam para a imprensa o que a mídia desejava — ou seja, a criminalização do governo Dilma e do projeto petista de corrupção sistêmica.

    Não custa lembrar o que Moro escreveu em seu ensaio sobre a Mãos Limpas. “Os responsáveis pela operação mani palite ainda fizeram largo uso da imprensa”, ele registra. “Tão logo alguém era preso, detalhes de sua confissão eram veiculados no ‘L’Expresso’, no ‘La Republica’ e outros jornais e revistas simpatizantes.”

    Sérgio Machado quer atrelar o caso dele aos de Renan Calheiros e de Romero Jucá e ficar no STF. No caminho, tirou de Moro o manto de dono da verdade. A rapinagem, os acordos, os corruptos são suprapartidários. A questão é mais complexa.

    Ele não é qualquer um. Machado foi um cardeal do PSDB, líder do partido no Senado, braço direito de Tasso Jereissati e próximo de FHC.

    Foi companheiro do Tasso no CIC (Centro Industrial do Ceará), que pariu o pensamento do jovem empresariado cearense e em 1986 derrotou os coronéis e promoveu uma mudança no estado.

    Orgulhava-se de ter sido o mais longevo presidente da Transpetro, o braço logístico da Petrobras. Foi tucano por dez anos, até migrar para o PMDB. “Renan, eu fui do PSDB dez anos, Renan. Não sobra ninguém, Renan”, afirmou.

    Por isso, Aécio, por exemplo, sabe que está frito. Não só ele, evidentemente.

    Machado implodiu o conto de terror que Moro e seus agentes estavam tocando com sucesso. O controle foi perdido para sempre. Os mocinhos continuam em falta, mas o número de bandidos ficou do tamanho do Brasil.

    De tabela, ajudou a destruir o governo do interino pelos intestinos — a pá de cal, já que Michel e seus capangas são garantia de tiro no pé todos os dias.

     

    • Raridade

      Poucas vêzes vi na política dois operadores de primeira fazerem tanta bobagem como o Cunha e o Renan fizeram. 

      Agora Inês é morta, a saída é o plebiscito da dona Dilma, fora disto, não vejo como tirar o governo da enrascada em que se meteu, parece que quanto mais mexe, pior fica.

    • Com o vazamento do juiz

      Com o vazamento do juiz canalha a discussão foi o conteúdo!

      Nenhuma um única palavra sobre o vazamento criminoso que um juiz de 1ª instância fez com a presidência.

      Cada dia me causa ânsia de vômito com o cinismo desse juiz, desse delegado federal, da imprensa canalha…

      Um dia tem um discurso no outro a opinião muda de acordo com a ocasião.

  3. Legislando em causa própria
    Legislando em causa própria sem nenhum pudor ou esforço para disfarçar. Só por isso já mereceria prisão imediata.

  4. Já imaginaram a delação premiada de um psicopata pós-controle?

    A preocupação deste pessoal é que a conhecida psicopatia do Dudukunha comande sua boca falando sobre tudo que sabe…

    Vai ter muita gente da enorme quadrilha que hoje controla este país sem ao menos o freio de uma presidente séria e honesta, (congresso, justiciário, polícia, MP,-QP, empresários, banqueiros, midiatas e outros infiltrados e infiltrantes) que vai sofrer os efeitos nefastos (para eles) do falatório de Dudu.

    Que por sua vez, poderá, como Costa e outros, usufruir de sua bela aposentadoria com alguns milhões “premiados” por sua delação.

    Brazil … il … il … il!…

  5. A China, o Yuan, o Dólar e o Bitcoin

    Os Chineses estão comprando Bitcoins como se não houvese amanhã para o Dólar.

    Será o fim?

    Artigo do Zero Hedge sobre a massiva compra de bitcoins pelos chineses está noite.

    Once again, on a Saturday night (US time), Sunday morning (China) a sudden burst of buying pressure in Bitcoin, driven by Chinese buyers, has spiked the virtual currency higher on dramatic volume. With Bitcoin now trading at its highest level since May 2014 (in Yuan), and up 250% since we first suggested this an outlet for desperate-to-leave capital outflows in September, we note that the ‘arbitrage’ of over 150 Yuan points to massively more demand from Chinese buyers for now.

    Another weekend buying-splosion in Bitcoin by The Chinese…

     

    It appears, just as we initailly warned here, that more than a few of the few hundred million Chinese have decided that the time has come to use bitcoin as the capital controls bypassing currency of choice, and decided to invest even a tiny fraction of the $22 trillion in Chinese deposits… 

     

    … in bitcoin (whose total market cap at last check was just over $3 billion), sit back and watch as we witness the second coming of the bitcoin bubble, one which could make the previous all time highs in the digital currency, seems like a low print.

    And once again tonight, that panic selling of Yuan for Bitcoin has sent it surging in the last few hours, now above $600…

     

    This pushes Bitcoin to 2 year highs priced in USDollars…

     

     

    And once again it appears the dominant buyer is in China (OKCoin exchange – which reportedly has 90% of global Bitcoin traffic). This is the highest ‘China’ Bitcoin price since May 2014

     

    Notably with Bitcoin trading 4187CNY and 615USD (with USDCNY at 6.5624), China Bitcoin is trading around 150 Yuan rich to Dollar Bitcoin (once again suggesting strong demand from Chinese buyers).

    Both Gold and Bitcoin have been rising since we first warned of the surge in Chinese capital outflows but the virtual currency has dramatically outperformed…

     

    Charts: BitcoinWisdom

  6. Intocáveis

    Se for seguido esse tramite nenhum deles será cassado ou mesmo preso, eles se protegerão. ë um absurdo foro privilegiado para crime comum, como suborno, evasão de divisas,e todos os que estão sendo colocados pela lavajato.

  7. Caixa de Pandora…
    A verdade é que como não houve respeito desde o 1°instante as normas constitucionais… Abriu-se a “CAIXA de PANDORA…
    E agora o CAOS tem ganhado vida própria e a narrativa unipolar Não prevaleceu como queriam os golpistas…
    Temos um Caos dentro do CAOS que acomete todas as ” instituições ” da República… Esse Caos foi calculado pela direita Neonazifascista na tentativa de gerar um CAOS somente na esquerda…porém o que vemos é que está muito próximo o momento de termos um CAOS generalizado que atingirá sem sombra de dúvidas à Direita GOLPISTA…

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome