PF mira governador do Rio Grande do Norte, na Operação Anteros


Foto: Divulgação
 
Jornal GGN – A Polícia Federal deflagrou a Operação Anteros, nesta terça-feira (15), com mira no governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD). Os dois mandados de prisão preventiva e nove de buscas e apreensões foram determinados pelo ministro Raul Araújo Filho, da Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ).
 
De acordo com a PF, a Operação revela manobras ilegais que teriam encobrido as investigações de atos do governo estadual relacionados ao desvio de recursos públicos com o uso de funcionários fantasmas na folha de pagamento da Assembleia Legislativa de RN, desde 2006 até hoje.
 
Por isso, a deflagração da PF é de obstrução da Justiça contra as apurações por supostas práticas de crimes de organização criminosa “que estariam sendo praticados pelo governador do Estado com ajuda de servidores estaduais”, informou a PF, em nota oficial. O esquema teria envolvido diversos representantes do governo do Rio Grande do Norte, além de Executivo, também Legislativo e Judiciário e empresários de Natal.
 
O atual governador foi presidente da Assembleia Legislativa entre os anos de 2003 e 2010. Sua residência, no bairro Areia Preta, e a sede do governo foram alvos de buscas e apreensões.
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora