PGR pede para investigar Agripino por propina a partir de obra da Copa

Jornal GGN – A Procuradoria-Geral da República enviou ao Supremo Tribunal Federal um pedido para investigar o presidente nacional do DEM, senador José Agripino Maia, por suspeita de combinar o recebimento de propina com executivos da construtora OAS a partir de obras da Arena das Dunas, estádio no Rio Grande do Norte que sediou quatro jogos da Copa do Mundo de 2014. Segundo a PGR, há índicios de que Agripino tenha praticado crimes de lavagem de dinheiro e corrupção passiva. As informações são do Estadão desta terça-feira (6).

Na visão da PGR, o caso de Agripino não tem vinculação com a Lava Jato, que investiga crimes que teriam ocorrido na Petrobras, e, por isso, solicitou que o pedido de investigação seja encaminhado ao presidente do STF, Ricardo Lewandowski, e redistribuído. Segundo o Estadão, os documentos são mantidos sob sigilo no sistema do Tribunal.

“A Arena das Dunas foi colocada à venda em março deste ano pela OAS, responsável pela obra, menos de um ano depois dos jogos. A medida fez parte de um pacote da construtora para evitar prejuízos junto aos credores. Com dívida de R$ 8 bilhões, a companhia enfrenta dificuldades de crédito no mercado desde que foi vinculada ao esquema de corrupção na Petrobras investigado pela Operação Lava Jato. O estádio potiguar custou R$ 423 milhões e foi construído por meio de uma parceira público-privada” envolvendo o BNDES, escreveu o Estadão.

Defensor do impeachment de Dilma Rousseff, Agripino disse que ainda não foi notificado, mas já chamou a acusação de “absurda, inverídica e descabida”. “Se ela existe, eu vou me colocar à disposição do judiciário para prestar as informações necessárias”, afirmou ao jornal Estadão.

O senador também é alvo de um pedido de abertura de inquérito por suspeita de ter cobrado propina na ordem de R$ 1 milhão para permitir um esquema de corrupção no serviço veicular do Rio Grande do Norte. O caso também tramita sob sigilo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

9 comentários

  1. Ainda chega sua hora, Agripino

    Soube que em Mato Grosso o ex-governador Sinval Barbosa, varios ex-secretarios e empresarios estão presos. Aleluia! Porque por la o roubo nas obras da Copa foi tal, que as obras pararam no meio do caminho e até hoje a cidade de Cuiaba esta desfigurada com o tal do VLT, que foi parar no bolso dos que promoviam as obras.

  2. Como eleitor do PT e da

    Como eleitor do PT e da Presidenta Dilma me doe na alma saber que canalhas da laia desse desqualificado acusam o Governo de corrupção, em alguns casos com certa razão.  Pessoas deslumbradas se igualaram a essa escória que rouba o POVO brasileiro há séculos e nunca foi denunciada ou punida.

    Torço para que toda essa investigação leve para a cadeia TODOS os corruptos, sejam petistas, demônmios, tucanos, etc…

    Somente assim o Brasil será masi justo e se livrará de gente da espécie de Agripino Maia, Eduardo Cunha e outros canalhas menos conhecidos.

  3.  
    Dos salafrarios que fazem

     

    Dos salafrarios que fazem parte da bancada mais reacionária, hipócrita, golpista e verdadeiramente corrupta do Congresso Nacional, este velho herdeiro de oligarquia nordestina lá dos confíns do RGN. Antigo serviçal-colaborador da ditadura de 64. Agripino Maia. É um duradouro espécime dessa escumalha.

    Orlando 

  4. Morando em Natal durante a

    Morando em Natal durante a construção da Arena das Dunas, e sabendo que a construtora do estádio fora a OAS, cehaga a Operação Lava Jato denunciando também a dita empreiteira, pensei comigo, lá atrás: 

    – a governadora do RN à época era Rosalba Ciarlini, do DEM, indicada por Agripino Maia. Vinha juntando nas ideias os três nomes, do senador, da governadora e da empreiteira, sempre me perguntando o que daria essa equação. 

    Chegamos ao resultado matemático. 

    Vale dizer que Agripino já andava encalacrado com outra investigação da qual se beneficiou com propina de um milhão de reais. E que Rosalba conseguiu, a duras penas, encerrar o seu mandato, depois que o MP pediu o seu afastamento. Considerando que Rosalba e Agripino se encontram em situação muito delicada com a justiça, e que por meio de delatores da OAS ambos estão muito implicados, vamos ver se serão mais dois a ficarem com Aécio, também denunciado, mas livre e solto para fazer os mesmos discursos de ética.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome